sexta-feira, 29 de maio de 2009

Bonnie Tyler


Bonnie Tyler (nome artístico de Gaynor Hopkins - Skewen, Neath Port Talbot, 8 de junho de 1951), é uma cantora galesa que ficou famosa com as músicas "Total Eclipse of the Heart", "It's a Heartache", "Making Love", "Holding Out For a Hero" e "Lost in France".

Total Eclipse of the Heart

Foi a primeira cantora galesa a conquistar um primeiro lugar nas paradas dos Estados Unidos e, no Brasil, fez uma parceria com o cantor Fábio Jr., em 1987.

Uma dos sete filhos de Elsie e Glyndwr, junto às irmãs Marlene, Angela e Avis, e os dois irmãos Lynn e Paul (a irmã Paulene nasceu morta), apesar de galeses não falavam o dialeto do lugar em que viviam, a pequena aldeia de Skewen; a família, embora não muito religiosa, seguia o protestantismo.

Casou-se aos 22 anos com Robert (que tinha então 24 anos), seu primeiro namorado "sério", em 1973, após quatro anos de namoro. O casal adiou a chegada de filhos, privilegiando sua carreira, e quando ela tinha 39 anos ficou grávida, passando então por um aborto que fez os dois desistirem de novas tentativas.

Sua carreira começou com a participação em um concurso local, no qual recebeu por prêmio somente uma libra pelo segundo lugar, mas serviu para incentivar-lhe a seguir cantando - o que ela fez cantando em pubs e clubes na região sul de Gales.

Em 1975 ela lançou seu primeiro single - My! My! Honeycomb - e em 1976 o caçador de talentos Roger Bell a descobriu quando cantava em Swansea, usando o pseudônimo Sherene Davis; ela então assinou contrato com a RCA mas a descoberta de nódulos em suas cordas vocais quase põe fim às suas pretensões: ela foi operada e o resultado foi que teve acentuado o timbre já naturalmente rouco de sua voz.


My! My! Honeycomb

Bonnie Tyler então gravou seu primeiro single com o novo nome - Lost In France - que foi sucesso nas paradas do Reino Unido e dos EUA, mas a recepção de seu primeiro álbum que se seguiu, The World Starts Tonight, mostrou-se um fracasso. Isto não impediu que, em 1977, o single It's A Heartache - seu maior sucesso da carreira - alcançasse as melhores posições mundo afora.

It's a Heartache

Making Love

Holding Out For a Hero

Lost in France

Alternou então períodos de baixa com sucessos esporádicos, como aquele conseguido com o single Total Eclipse Of The Heart, ou o episódio ocorrido no 1988 Reading Festival onde a cantora, recebida sob estrondosa vaia, cantou por meia hora sob uma chuva de objetos e garrafas que lhe eram lançadas, algumas até lhe atingindo.

Embora não tenha mais feito grandes hits, continuou lançando novos álbuns, se apresentando em shows e fazendo regravações de suas principais canções. Graças ao sucesso na carreira ela comprou uma casa para seus pais e, junto ao marido, possui imóveis em Portugal e em Gales.

Carreira
Bonnie Tyler em Moscou na Rússia em 1997.

Divergências com seus produtores que queriam transformá-la em uma cantora country a fizeram mudar para outra gravadora, a CBS e contratar um novo produtor Jim Steinman, já famoso pelo seu trabalho com Meat Loaf, o resultado foi a épica balada "Total Eclipse of the Heart" com a qual ela tornou-se a única artista galesa a colocar uma música no número 1 no Reino Unido e Estados Unidos ao mesmo tempo. Esta canção foi tirada do álbum Faster Than the Speed of Night que alcançou um Record Guinness por ser o primeiro álbum de uma cantora a debutar direto no número 1 na parada inglesa, neste período ela foi indicada ao Grammy por Melhor Cantora Pop por "Total Eclipse Of The Heart" e a outra indicação era por Melhor Cantora de Rock por Faster Than The Speed Of Night.

Teve ainda outros sucessos como "Holding Out for a Hero" do filme Footloose, "Here She Comes", trilha sonora do filme Metrópolis relançado em 1984 por Giorgio Moroder, pela qual ela recebeu outra indicação ao Grammy de Melhor Cantora de Rock, seguidos pelos discos Secrets Dreams and Forbidden Fire de 1986 e Notes From America de 1988.

Em 1987, gravou juntamente com o cantor brasileiro Fábio Junior a canção "Sem Limites pra Sonhar" (na qual canta a parte da letra em inglês).


Sem Limites pra Sonhar

Na década de 1990 trocou a CBS pela BMG e seus discos dessa fase Bitterblue, Angel Heart e Silhouette in Red foram sucesso entre a Europa, África do Sul e o Japão, em 1994 Bonnie recebe os prêmios RSH-Gold e o Echo (o Grammy alemão) na categoria Melhor Cantora Internacional.

Ela retorna em 2004 com uma versão em francês do seu clássico "Total Eclipse of the Heart" agora com o título de "Si Demain (Turn Around)", um dueto com a cantora e atriz francesa Kareen Antonn e volta ao número 1 na França, Bélgica e Polônia.


Si Demain (Turn Around)

Em 2006, completou 30 anos de carreira e lançou seu primeiro álbum ao vivo Bonnie Tyler Live o DVD Bonnie On Tour, um CD no Reino Unido Celebrate seguido pelo single "Louise".


Louise

Em 2007, Bonnie grava uma versão Disco/Punk de Total Eclipse of the Heart com a banda "Babypinkstar", lança ainda o Greatest Hits From The Heart, que alcança o top 40 no Reino Unido e o top 10 na Irlanda, mais lançamentos incluem duas versões de seu DVD "Bonnie On Tour Live" e "The Complete Bonnie Tyler".


Total Eclipse of the Heart

Em 2009 Bonnie Tyler é convidada a gravar Total Eclipse com o grupo vocal Only Men Aloud, o álbum chega ao nº 1 na "Classic Album Charts", na Inglaterra.


Total Eclipse of the Heart

Bonnie participa de uma série da televisão britânica "Hollyoaks Later" cantado "Holding Out for a Hero", ainda pode ser ouvida na trilha sonora de "Cappuccino Girls", lançada para divulgação da peça, fazendo uma aparição surpresa na estreia do espetáculo interpretando a faixa título.


Holding Out for a Hero

Em novembro de 2009 Bonnie é homenageada recebendo o prêmio "Angel Award", por sua contribuição em engajamentos sociais.

No ano de 2011, Bonnie retorna à parada francesa com um novo Greatest Hits Best Of 3 - Bonnie Tyler, o qual inclui um cover do grupo Bangles, adaptado para o francês "Amour Eternel".


Amour Eternel


Em 2013, a cantora concorreu ao Festival Eurovisão da Canção com o tema "Belive in me".

Belive in me



fonte

https://pt.wikipedia.org/wiki/Bonnie_Tyler

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Black Eye Peas





O Black Eye Peas nasceu da pareceria entre Wiil I. Am e Apl de Ap., que eram colegas de escola. Nascido em Los Angeles, o grupo ganhou força quando um outro amigo da dupla, Taboo, começou a participar. O diferencial da banda era a essência de suas rimas e a utilização de samples com uma banda ao vivo.


A apresentação diferenciada do Black Eyed Peas não demorou muito para chamar a atenção das produtoras. No ano de 1997, eles assinaram um contrato com a gravadora Interscope Records. Foi através dessa gravadora que eles lançaram o seu primeiro álbum "Behind the Front". Embora o disco tenha sido elogiado pela crítica especializada, o sucesso não foi muito além da Califórnia.


Com tudo isso, o álbum que realmente levou a banda ao sucesso foi lançado em 2000, recebendo o nome de "Bridging the Gap". O sucesso ocorreu devido às parcerias que estrelavam boa parte das músicas do Black Eyed Peas. Havia participações de gente como Macy Gray, Wyclef Jean e DJ Premier. Para aproveitar, a banda passou três anos em uma turnê que pegava todos os cantos do país.

Essa turnê trouxe para a banda também um novo integrante. Em um dos shows, eles acabaram conhecendo a cantora Fergie. A idéia inicial era que ela cantasse uma faixa do álbum. Só que Fergie trabalhou tão bem com o grupo, que acabou entrando de vez para a família Black Eyed Peas.


A cantora parecia um talismã, logo que entrou foi lançado o single "Where Is the Love", responsável por projetar o Black Eyed Peas para o cenário internacional. A música título se tornou primeiro lugar nas paradas de vários países do mundo, mas esse single era só o começo de um álbum de extremo sucesso, o "Elephunk".


Especialista em parcerias, o Black Eyed Peas impressionou com o lançamento de "Monkey Business". O disco contava com nomes de peso como James Brown, Brandford Marsalis, Talib Kwli e Justin Timberlake. Músicas como "Dont Lie" e "Shut Up" fizeram um sucesso estrondoso.




Aos poucos a banda foi desacelerando e o ritmo diminuindo. Os integrantes nunca anunciaram o fim do Black Eyed Peas, mas a maioria foi ocupando boa parte do seu tempo com a carreira solo. O último álbum lançado pela banda foi o The END (The Energy Never Dies) lançado em 2009. O maior sucesso desse álbum é a música "I Gotta Feeling", que passou várias semanas animando o primeiro lugar das paradas mundiais.



Na internet é possível encontrar inúmeras músicas da banda, vídeos e também letras de músicas do Black Eyed Peas. Então navegue por aí que em minutos você poderá curtir os sucessos da banda.


O cantor Wiil I. Am revelou que o Black Eyed Peas pretende reunir-se em breve para um novo álbum. O líder do grupo, porém, não confirmou quando a volta deve acontecer, nem se todos os integrantes estarão envolvidos... Leia mais aqui


FONTE

http://webartigos.com/artigos/a-historia-de-black-eyed-peas/43682

sábado, 16 de maio de 2009

Mariah Carey



Mariah Carey (Huntington, 27 de março de 1970) é uma cantora, compositora, produtora musical e atriz estadunidense. Nascida e criada em Long Island, bairro situado na cidade de Huntington, Nova Iorque, Carey ganhou destaque após o lançamento de seu álbum de estreia homônimo em junho de 1990, que foi certificado multi-platina e rendeu quatro singles que culminaram a tabela estadunidense Billboard Hot 100.


Sob a orientação do então diretor executivo da Columbia Records e posteriormente marido Tommy Mottola, ela conquistou sucesso internacional com seus álbuns de estúdio posteriores Emotions (1991), Music Box (1993) e Merry Christmas (1994); este sucesso fez-lhe ser estabelecida como a artista da Columbia que mais vendeu discos.

Emotions (1991)

Music Box (1993)

Merry Christmas (1994)

Seu quinto álbum de estúdio Daydream (1995) entrou para a história da música quando o seu segundo single "One Sweet Day", um dueto com o grupo Boyz II Men, permaneceu durante dezesseis semanas consecutivas no topo da Billboard Hot 100, um recorde não igualado ou ultrapassado até hoje.

Daydream (1995)

One Sweet Day

Durante a gravação do álbum, Carey começou a desviar-se de seus estilos musicais iniciais como o R&B e o pop, iniciando seus trabalhos com o hip hop. Esta mudança musical tornou-se evidente com o lançamento de seu projeto subsequente Butterfly (1997), primeiro álbum da cantora feito após a sua separação com Mottola.

Butterfly (1997)

Carey deixou a Columbia em 2000 e assinou um contrato de cinco álbuns no valor de US$ 100.000.000 com a Virgin Records, empresa subsidiária da EMI Music. Antes do lançamento do filme Glitter (2001), no qual ela interpretou a protagonista Billie Frank, ela sofreu um "colapso emocional e físico" e se internou devido a severa exaustão.

Glitter (2001)

Com a má recepção crítica e comercial do filme e de sua trilha sonora homônima (2001), Carey teve o seu contrato com a Virgin eventualmente cancelado e a gravadora lhe pagou apenas US$ 49.000.000, cujo período deu início ao declínio de sua popularidade.

The Emancipation of Mimi (2005)

No ano seguinte, ela foi contratada pela Island Records e sua popularidade foi retomada com o lançamento de seu décimo álbum de estúdio, The Emancipation of Mimi (2005). O segundo single do trabalho, "We Belong Together", foi a canção mais famosa nos Estados Unidos na década de 2000, recebendo o prêmio de "Song of the Decade" pela Billboard.

We Belong Together

Em 2009, ela fez mais um papel no cinema, participando do filme Precious: Based on the Novel "Push" by Sapphire; Carey também foi condecorada com o prêmio de "Breakthrough Performance Award" nas cerimônias Palm Springs International Film Festival, Black Reel Awards e NAACP Image Awards de 2010.

Precious: Based on the Novel "Push" by Sapphire

Carey comercializou mais de 265 milhões de álbuns e singles em todo o mundo, tornando-a uma das recordistas de vendas de discos. No ano de 2000 Carey foi declarada a artista feminina que mais vendeu discos no milênio e foi homenageada no World Music Awards. De acordo com a Recording Industry Association of America (RIAA), ela foi posicionada na terceira colocação entre as artistas femininas com maior vendagem nos Estados Unidos, com vendas avaliadas em 64 milhões de álbuns, ficando apenas atrás de Barbra Streisand e Madonna.


Com o lançamento de "Touch My Body" (2008), Carey conseguiu seu 18º número um nos Estados Unidos sendo artista solo com maior quantidade de números um no país. Carey ficou em segundo lugar na lista das 100 maiores mulheres na música, publicada pela VH1.

Touch My Body


Além de suas premiações comerciais, Carey ganhou 5 Grammy Awards, 1 Juno Awards,1 Bambi Awards, 20 World Music Awards, 13 American Music Awards, 32 Billboard Music Awards, 1 Óscar e 1 Globo de Ouro.




FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Mariah_Carey

domingo, 10 de maio de 2009

Maroon 5


Maroon 5 (antes Kara's Flowers) é uma banda americana de pop que se originou em Los Angeles, Califórnia. O grupo foi formado em 1994 com o nome de Kara's Flowers enquanto seus membros ainda estavam no ensino médio. Com um line-up de Adam Levine, Jesse Carmichael, Mickey Madden e Ryan Dusick,eles assinaram com a Reprise Records e lançaram um álbum, The Fourth World, em 1997.

The Fourth World

A crítica morna do álbum, contribuiu para a banda encerrar contrato com a sua gravadora. Seus membros foram para a faculdade.

Em 2001, a banda se reagrupou, acrescentando James Valentine ao grupo; e, seguiu nova direção sob o nome Maroon 5. Maroon 5 assinou com Octone Records e em junho de 2002 lançou Songs About Jane, seu primeiro álbum. O primeiro single Harder to Breathe, recebeu airplay pesado, o que ajudou o álbum a estrear no número seis na Billboard 200 chart. O segundo e o terceiro singles do álbum, This Love e She Will Be Loved, atingiu o top cinco na Billboard Hot 100 chart.

Harder to Breathe

This Love

She Will Be Loved

A banda ganhou o Grammy Award para Best New Artist (Melhor Artista Revelação) em 2005; e, excursionou em todo o mundo em apoio de Songs About Jane. Produziu duas gravações ao vivo: em 2004, 1.22.03.Acoustic; e em 2005, Live - Friday the 13th.

1.22.03.Acoustic

Live - Friday the 13th

Em 2006, o baterista, percussionista e backing vocal Ryan Dusick deixou a banda e foi substituído por Matt Flynn. A banda gravou seu segundo álbum, It Won't Be Soon Before Long, no início de 2007 e lançou-o alguns meses mais tarde. O álbum alcançou o número um no EUA Billboard 200 chart, e seu primeiro single, Makes Me Wonder, se tornou a primeira canção número um da banda na Billboard Hot 100.

Makes Me Wonder

Hands All Over, terceiro álbum de estúdio da banda, foi lançado em setembro de 2010 e atingiu o topo com o número dois na Billboard 200 chart.

Hands All Over

Em 2011, o álbum foi relançado e apoiado pelo single "Moves Like Jagger", que apresenta a cantora americana Christina Aguilera. A canção se tornou o segundo single da banda a alcançar o número um no Hot 100 chart, que já vendeu mais de 13,9 milhões de cópias no mundo todo, tornando-se um dos singles mais vendidos em todo o mundo.

Moves Like Jagger

Maroon 5 lançou o seu quarto álbum de estúdio, Overexposed, em junho de 2012. O álbum alcançou a posição número dois na Billboard chart 200. Seus primeiros dois singles, "Payphone" e "One More Night", foram ambos hits internacionais e atingiram o topo com os lugares de dois e um na parada Hot 100, respectivamente.

Payphone

One More Night

Desde a sua estreia em 2002, a banda já vendeu mais de 10 milhões de álbuns e mais de 30,8 milhões de singles digitais nos Estados Unidos, e mais de 27 milhões de álbuns em todo o mundo.

Kara's Flowers e a formação do Maroon 5 (1994 –2002)

A história do Maroon 5 começou na época do colegial, em Los Angeles, na Califórnia. Os integrantes eram amigos, tinham 17 anos, e resolveram montar uma banda, inicialmente chamada de Kara's Flowers. Um ano após o seu primeiro show, em 1995, o grupo começou a ser procurado pela indústria fonográfica e, depois, assinou contrato com a Reprise Records. Com o nome Kara's Flowers, a banda lançou o seu disco de estreia, The Fourth World.

Kara's Flowers terminou seu contrato com a gravadora em 1999 e o plano A foi assim frustrado. Deixando Dusick e Madden para trás estudando em Los Angeles, Levine e Carmichael colocaram o plano B em ação nos dormitórios da faculdade de Nova York. Nos corredores, tocavam música gospel e as pessoas escutavam música que nunca tinham escutado antes, como Biggie Smalls, Missy Elliot e Jay-Z.

Reuniram-se com Madden e Dusick em Los Angeles e, com um novo pensamento musical veio o novo nome - Maroon - e, em 2001, um quinto membro: o guitarrista James Valentine. Alguns meses depois, eles trocam para Maroon 5, devido à já existência do nome anterior.

Songs About Jane (2002)

A Octane Records, um novo selo independente de Nova York, contratou o grupo, e em 2001, Maroon 5 entrou em estúdio com o produtor Matt Wallace (The Replacements, Faith No More, Blues Traveler). No ano seguinte (2002), foi lançado Songs About Jane, cujo primeiro single foi "Harder to Breathe", o segundo foi " This Love, que entrou na trilha da novela Senhora do Destino; e logo depois "She Will Be Loved".

It Won't Be Soon Before Long (2007)


O segundo álbum, It Won't Be Soon Before Long, foi lançado no dia 22 de Maio de 2007. O primeiro single desse foi "Makes Me Wonder". O segundo single foi o "Wake Up Call". O terceiro foi "Won't Go Home Without You". Logo depois veio "If I Never See Your Face Again" que contou com a participação da cantora Rihanna.

A música "Goodnight Goodnight" teve seu clipe lançado em Novembro de 2008 no Brasil e foi tocada em algumas rádios, mas não teve lançamento oficial nos Estados Unidos.

Hands All Over (2010-2011)

O terceiro álbum de estúdio foi lançado dia 21 de setembro de 2010 [ligação inativa] Intitulado Hands All Over, o álbum seria uma mistura de pop, rock e R&B. Em um dos shows da turnê Back to School que transcorreu durante o mês de Novembro de 2009, a banda tocou uma música nova chamada "Last Chance" que veio como faixa bônus na versão deluxe do álbum. 

Last Chance

A produção do sucessor de It Won't Be Soon Before Long ficou por conta de Robert John "Mutt" Lange. O novo álbum contém as canções "I Can't Lie", "Out of Goodbyes", "Give a Little More", "How", "Never Gonna Leave This Bed", "Get Back In My Life", "Hands All Over", "Misery", "Don't Know Nothing", "Stutter", "Runaway" e "Just a Feeling". Seu primeiro single é "Misery", que foi lançada no dia 22 de Junho de 2010.

I Can't Lie

Misery

A banda de Nashville Lady Antebellum ajudou na faixa "Out of Goodbyes". Em "Moves Like Jagger", há uma participação da cantora Christina Aguilera.

Out of Goodbyes

Overexposed (2012-2013)

O quarto álbum de estúdio do Maroon 5, Overexposed , foi lançado em 26 de junho de 2012. Adam Levine o descreveu como o "mais diverso e pop" da banda. O álbum teve Max Martin, Benny Blanco e Ryan Tedder como os principais produtores.

Overexposed

Foi anunciado no início de março de 2012 que Jesse Carmichael iria passar um tempo indeterminado afastado da banda para tratar de questões pessoais e focar em seu estudo musical. A banda continua seu trabalho no quarto álbum com a ajuda de seu membro de turnê PJ Morton.

V (2014-presente)

Em agosto de 2014, a banda lançou seu quinto álbum de estúdio, V, que vendeu mais de 164.000 cópias na sua semana de estreia nos Estados Unidos.

V

Em fevereiro de 2015 a banda entra em turnê de divulgação do álbum, começando pelos EUA e Canadá, e depois seguirão para outros países.

Maroon 5 em Portugal

2012 - Rock in Rio Lisboa V

Os Maroon 5 estiveram pela primeira vez em Portugal em 2012, na 5.ª edição do Rock in Rio Lisboa. Atuaram no terceiro dia do Festival, a 1 de junho, para um público de 75 mil pessoas.

2015 - MEO Arena

Pela segunda vez em Portugal, os Maroon 5 encerraram em Lisboa no MEO Arena a sua tour europeia "Maroon 5 On the Road". O show teve lugar no dia 17 de junho. Os 20.000 ingressos colocados à venda esgotaram alguns meses antes.

2016 - Rock in Rio Lisboa VII

Pela terceira vez em Portugal, os Maroon 5 atuaram no quarto dia da 7.ª edição do Rock in Rio Lisboa, no dia 28 de maio, para um público de 85 mil pessoas.

Maroon 5 no Brasil

A primeira vez no país - O Maroon 5 resolveu fazer dois pocket shows, um em São Paulo e outro no Rio de Janeiro. Sem divulgação nenhuma e com apenas um single lançado, os shows foram na verdade como uma tarde de autógrafos.

Trilhas sonoras

Além da já mencionada "This Love", que foi trilha da novela da Rede Globo Senhora do Destino, "She Will Be Loved" também entrou em trilha de novela, desta vez em na temporada de 2004 de Malhação. "Sunday Morning" se juntou à coleção de trilhas sonoras da banda, fazendo parte da novela Como Uma Onda e, mais tarde, "Must Get Out", que não foi um single comercial, mas que fechou a participação de seu álbum de estreia, Songs About Jane, em trilhas de novelas globais, esta última foi A Lua Me Disse.


O retorno ao Brasil

Em 2008, estiveram novamente no Brasil fazendo uma turnê com três shows no sudeste do país. No dia 7 de novembro, na HSBC Arena (Rio de Janeiro), fizeram o primeiro de três shows no país. No dia seguinte, sábado, dia 8, o quinteto embarcou para o Pop Rock Brasil, em Belo Horizonte. E em São Paulo, no dia 9, no Via Funchal fecharam sua passagem pelo Brasil.

A surpresa do Rock in Rio

No dia 24 de Agosto de 2011, a organização do Rock in Rio anunciou a banda Maroon 5 como a ultima confirmação da quarta edição do festival, substituindo o rapper Jay-Z que cancelou sua participação no evento alegando problemas pessoais. A banda tocou no dia 1 de Outubro, mesmo dia que se apresentaram Coldplay, Maná, Skank e Frejat. Ao final do show, apresentaram "She Will Be Loved" numa performance que durou mais de oito minutos.


Os Maroon 5 atuaram também no Rock In Rio Lisboa em 2012. A banda já está confirmada para o Rock In Rio Lisboa 2016, com concerto agendado para 28 de Maio.


A quarta passagem pelo país

O grupo teve mais uma passagem pelo Brasil em 2012, fazendo três shows (Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo, respectivamente, nos dias 24, 25 e 26 de agosto). Na época, a Polícia Federal estava em greve e isso acabou influenciando no show em Curitiba no espaço Expotrade. O show estava programado para as 21:30, mas acabou atrasando por mais de três horas por conta da retenção dos equipamentos da banda na Receita Federal em São Paulo. Por conta disso houve confusões e desespero por parte de alguns fãs. Já no Rio de Janeiro, os ingressos se esgotaram em apenas três dias. O show fez parte do Live Music Rocks e contou com a participação da banda Keane. E em São Paulo, 30 mil pessoas lotaram a Arena Anhembi, o que fez o vocalista, Adam Levine, agradecer os fãs por terem esgotado todas as entradas: "Nunca em nossa carreira nós vendemos 30 mil ingressos para um único show!".


Depois de 4 anos, voltaram ao Brasil

O grupo americano de pop rock, vencedor de três Grammy Awards, retornou ao Brasil em março de 2016. Voltaram com a tour Maroon 5 On The Road, com sete shows inesquecíveis, recheados de sucessos da carreira e composições do mais recente álbum, V. O grupo passou por Porto Alegre (Estacionamento da FIERGS) no dia 09/03; Salvador (Parque de Exposições) no dia 13/03; Fortaleza (Marina Park) no dia 15/03; Belo Horizonte (Esplanada do Mineirão) no dia 11/03; São Paulo (Allianz Parque) nos dias 17/03 (show extra) e 19/03 e Rio de Janeiro (Praça da Apoteose), no dia 20/03. Os ingressos custaram entre R$ 100 (meia-entrada) e R$ 650. Todos os ingressos de todas as cidades, de acordo com a produtora do evento Tickets For Fun, esgotaram.

Sugar


FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Maroon_5

terça-feira, 5 de maio de 2009

Avril Lavigne


Avril Ramona Lavigne (27 de setembro de 1984) denominada por alguns críticos como Princesa do Pop Punk, é uma cantora e compositora canadense. Além disso, ela também desenvolve trabalhos paralelos na área do design de moda, da filantropia e, ocasionalmente, como atriz.

Avril iniciou sua carreira musical ao assinar contrato em dezembro de 2001, após uma apresentação feita pela cantora em uma Exposição Agropecuária, quando despertou o interesse do produtor L. A. Reid, que trabalhava na já extinta Arista Records. Até 2011, os seus então quatro álbuns de estúdio, Let Go, Under My Skin, The Best Damn Thing e Goodbye Lullaby, já haviam vendido juntos mais de 30 milhões de cópias e 20 milhões de singles em todo o mundo, além de mais de 500 mil álbuns e 700 mil downloads pagos somente no Brasil, sendo uma das recordistas de vendas digitais no país, de acordo com a ABPD. Lavigne também é uma das jovens mais ricas do mundo, segundo a lista da revista Forbes, com uma renda de mais de 12 milhões de dólares por ano.


A revista Rolling Stone criou uma votação para eleger as 100 melhores canções e discos entre 2000 e 2009, na qual a música "Complicated" ficou na oitava posição e o álbum Let Go na quarta, respectivamente.



Lavigne também está no livro Guinness World Records como a cantora mais jovem a estrear no topo da parada oficial do Reino Unido, aos 18 anos e 106 dias de idade, em 11 de janeiro de 2003, com Let Go, que alcançou o primeiro lugar em sua 18º semana na UK Albums Chart. O mesmo trabalho entrou na posição 162º na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

A revista Billboard fez uma lista dos 100 artistas mais populares da década de 2000 nos Estados Unidos, na qual Lavigne ficou na 28ª posição.[24] Na categoria Billboard 200 Artists, que indica os artistas mais bem sucedidos na parada de vendas de álbuns Billboard 200, a canadense ficou na 38ª colocação - além da 10ª posição na Pop Songs, na 48ª na Radio Songs Artists e na Digital Songs Artists.

No Brasil, o portal de entretenimento e notícias IG elegeu a cantora, através de mais de meio milhão de votos de internautas, como o "som da década" de 2000. Já foi lançado o seu quinto álbum de estúdio autointitulado Avril Lavigne, em 5 de novembro de 2013 pela gravadora Epic Records.

Além de cantora e compositora, Avril Lavigne também está envolvida nas áreas de moda e perfumaria, lançando a fragrância Black Star, criada sob licença da Procter & Gamble;[32] e uma linha de roupas, Abbey Dawn, lançada em julho de 2008 nos Estados Unidos pela loja Kohls. Também fez participações em três filmes, Going the Distance, Fast Food Nation e The Flock, além de ter composto a faixa-tema do filme Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, "Alice".



A artista foi casada com o vocalista da banda Sum 41, Deryck Whibley, por três anos — entre 2006 e 2009. E é atualmente casada com Chad Kroeger, vocalista da banda Nickelback, desde 1 de julho de 2013.

Avril Ramona Lavigne, oriunda de uma família cristã de classe média, filha de Jean-Claude Lavigne (nascido no departamento da Mosela, França) e de Judith-Rosanne "Judy" Loshaw, anglo-canadense, nasceu no dia 27 de setembro de 1984, em Belleville, cidade canadense que possui uma população de cinco mil habitantes. Seu pai, Jean-Claude Lavigne, nomeou-a "Avril" após a palavra francesa para o mês de abril. Aos dois anos de idade, ela começou a cantar músicas da igreja com sua mãe, Judith-Rosanne "Judy" (née Loshaw). Judy reconheceu o talento de sua filha com aquele tempo de vida, depois de ouvi-la cantar "Jesus Loves Me" na igreja. Lavigne tem um irmão mais velho, Matthew, e uma irmã mais nova, Michelle, tanto de quem brincava com ela quando ela cantava. "O meu irmão costumava bater na parede, porque eu toda hora ia cantar quando ele estava dormindo e eu penso hoje que aquilo era realmente irritante."

Poucos meses depois a família mudou-se para Napanee, também no Canadá. Apesar dela ter lutado para prestar atenção na escola, às vezes sendo expulsa da classe por mau comportamento, seus pais apoiaram-na no início de sua carreira de cantora. Seu pai comprou-lhe um microfone, um kit de bateria, um teclado e vários violões, e converteu seu porão em um estúdio. Quando Lavigne tinha 14 anos, seus pais a levavam para sessões de karaokê. Ela também começou a escrever suas próprias canções. Sua primeira canção foi chamado de "Can't Stop Thinking About You", sobre uma paixão adolescente, que ela descreveu como "bonito e extravagante".



Cantava canções do gênero gospel e country desde os dois anos de idade. Anos mais tarde, Avril se apresentava em corais na igreja da cidade e, depois disso, passou a cantar em feiras e exposições agropecuárias. Quando se tornou adolescente aprendeu a tocar guitarra sozinha.

Aos 13 anos, em 1998, Lavigne venceu um concurso de canto promovido por uma rádio local, que concedia ao vencedor o direito de dividir o palco com Shania Twain, uma notável cantora de música country. Avril se apresentou para um público de aproximadamente 20 mil pessoas. Twain e Lavigne cantaram "What Made You Say That".



Durante uma apresentação no Teatro Lennox, Lavigne foi flagrada pelo cantor Stephen Medad que a convidou para contribuir com a canção, "Touch the Sky" para seu álbum de 1999, Spirit Quinte.

Em seguida, ele cantou "Temple of Life" e "Two Rivers" para seu álbum, My Window to You, em 2000.



Pouco tempo depois Avril contratou seu primeiro empresário, Cliff Fabri, que havia notado a experiência de Lavigne quando ela ainda tinha 14 anos de idade e estava se apresentando em uma livraria no Canadá.

Abandonou a escola aos 15 anos, e seus pais concordaram em mandá-la para Nova Iorque para tentar a carreira artística. Nessa época Avril já havia descoberto sua preferência pelo rock, e gravou sua primeira fita demo, que chamou a atenção de L. A. Reid. Após se mudar para Los Angeles a cantora começou a trabalhar com Cliff Magness e o grupo de compositores conhecido atualmente como The Matrix. Assinou um contrato de mais de um milhão de dólares em dezembro de 2001 com o presidente da gravadora Arista Records, o produtor Antonio L. A. Reid, e então começaram os preparativos para seu primeiro álbum, Let Go, que obteve um bom desempenho mundial com a canção "Complicated".

Discografia



A cantora lançou quatro álbuns de estúdio, cinco EP, duas compilações, 22 videoclipes, 25 singles e quatro álbuns de vídeo. Seus dois primeiros álbuns foram Let Go e Under My Skin, e seu último lançamento de músicas inéditas foi The Best Damn Thing, o qual descreveu em uma entrevista como "dançante, engraçado, jovem, agressivo, confiante e divertido", com produção de Dr. Luke, Deryck Whibley, Butch Walker e da própria Avril.

Travis Barker (Box Car Racer, Blink-182, +44, Transplants, Expensive Taste, The Aquabats) gravou algumas partes da bateria do álbum, mas a maior parte foi gravada por Josh Freese. Somente nos Estados Unidos, os três álbuns de Lavigne venderam aproximadamente dez milhões e 250 mil cópias. E mais de 12 milhões de singles.



O primeiro DVD lançado por Avril, My World, foi filmado em Buffalo, no estado de Nova Iorque, na última noite de sua turnê de cinco semanas pela América do Norte, e teve um dos maiores números de vendas de 2003. Seu último lançamento em álbum ao vivo, o The Best Damn Tour - Live in Toronto, foi gravado em 7 de abril de 2008.



Let Go foi o primeiro álbum de estúdio da cantora Avril Lavigne, lançado em junho de 2002. O álbum iria se chamar Anything But Ordinary, mas antes do disco chegar às lojas o nome foi trocado para Let Go. Seu primeiro single, "Complicated", alcançou grande desempenho e manteve-se durante cinco semanas em primeiro lugar em número de vendas no Reino Unido, e debutou na segunda posição na parada da Billboard Hot 100, dos Estados Unidos.

O disco recebeu críticas geralmente favoráveis, obtendo uma média de 68, em uma escala que vai até 100, no Metacritic, que se baseou em nove resenhas de publicações especializadas na área da música. No Canadá o álbum recebeu um Disco de Diamante, por vendas superiores a um milhão de cópias, comprovadas pela Music Canada. Ao todo, foram mais de 18 milhões de cópias comercializadas mundialmente.“ Mesmo se ela nunca vender sequer uma cópia de outro álbum, sempre terá "Complicated", legitimamente louvada como um dos melhores singles da década passada. ”

O site About.com, do conglomerado The New York Times, elaborou uma lista das 100 melhores canções da década de 2000, na qual "Complicated" ficou na 11ª posição, com o portal comentando que o hit e sua composição eram impressionantes no mundo pop. Três anos depois, em 2005, Avril Lavigne entrou no livro Guinness World Records, como a cantora mais jovem a estrear no topo da parada oficial do Reino Unido, aos 18 anos e 106 dias de idade, em 11 de janeiro de 2003, com o álbum Let Go, que alcançou o primeiro lugar em sua 18º semana na UK Albums Chart. Em 2003 a empresa Apple Inc. afirmou que a canção de número 10 milhões comprada em sua loja online, por $99 centavos, foi "Complicated".

Em junho de 2010 a MTV dos Estados Unidos relembrou o lançamento e as consequências do aparecimento de Avril Lavigne no cenário musical em seu site, e disse que foi uma grande estreia, que "mudou as cabeças" e criou uma mudança sísmica na música pop. Falou também sobre sua primeira canção, "Complicated", chamando-a de uma balada de pop-punk que veio junto com um videoclipe, agora ícone, que definiu tudo o que Lavigne foi em 2002. A emissora também falou que Let Go representou o primeiro avanço para Scott Spock, Lauren Christy e Graham Edwards, da equipe de produção conhecido como Matrix.


Uma de suas primeiras apresentações da carreira
foi feita para a rádio Mix 99.9 FM dos Estados Unidos, em 2002.

O álbum vendeu mais de oito milhões de cópias ainda em 2002, e foi certificado com Disco de Platina Sêxtuplo nos Estados Unidos pela RIAA. No Brasil, recebeu uma premiação de Disco de Platina Duplo, com mais de 250 mil cópias vendidas no país, segundo a Associação Brasileira de Produtores de Discos. Let Go foi o segundo álbum com maior número de vendas em 2002 e o nono em 2003, sendo ainda o disco de artista do sexo feminino mais vendido no ano de 2002.

De acordo com o site do IFPI, Let Go foi considerado um dos melhores álbuns do mundo em 2003, enquanto que o site da RIAA o coloca entre os 100 álbuns mais vendidos da história dos Estados Unidos. A revista Rolling Stone divulgou uma votação das 100 melhores canções e álbuns entre 2000 e 2009, no qual a canção "Complicated" ficou em 8º lugar, e o disco Let Go ficou em 4º lugar, respectivamente.


Em 2003 Avril foi indicada em cinco categorias do Grammy Awards: "Melhor Artista Feminino", "Melhor Artista Revelação", "Música do Ano", "Melhor Performance de Rock Feminino" e "Melhor Álbum", porém não venceu nenhuma delas. Em contrapartida, ganhou quatro das cinco categorias as quais concorreu no Juno Awards: melhor single, por "Complicated", melhor álbum, melhor álbum pop e artista revelação.


Seu segundo single, "Sk8er Boi", estreou em outubro de 2002, dando a Avril vários prêmios como "Artista Revelação" no MTV Video Music Awards. No Japão, o álbum recebeu um Disco de Diamante por vendas superiores a um milhão, pelo RIAJ.


Em 2003 iniciou a sua primeira turnê oficial, denominada de Try To Shut Me Up Tour. Ainda nesse ano, regravou "Knockin' on Heaven's Door", de Bob Dylan, para o álbum Peaces Songs, com a intenção de ajudar crianças vítimas da guerra, e usou o tema no videoclipe da música. Depois de ganhar os Junos Awards, Lavigne gravou Fuel, em homenagem à banda Metallica, para o MTV Icon. No mesmo ano, junto com Kelly Osbourne (filha de Ozzy Osbourne), apresentou o MTV Video Music Awards. "I'm With You" e "Losing Grip" foram os últimos singles do seu primeiro álbum e alcançaram o top 10 da Billboard Pop 100.


My World foi o primeiro álbum ao vivo de um concerto de Avril, sendo filmado em Buffalo, no estado de Nova York, na última noite de sua turnê de cinco semanas como atração principal pela América do Norte, a Try to Shut Me Up Tour. O DVD vendeu mais de 70 mil cópias no Canadá, recebendo certificação de Disco de Platina Séptuplo.


Em Portugal atingiu a 23ª posição e no Brasil, o topo dos mais vendidos, registrando a marca de mais de 50 mil cópias, o que lhe valeu a certificação de Disco de Platina, tornando-se o 9° DVD mais vendido no país em 2003, conforme a ABPD.


My World contém todas as canções de Avril Lavigne na época, incluindo suas canções favoritas do primeiro álbum, como "Complicated", "I'm With You", "Losing Grip" e "Sk8er Boi", além de novas canções e o cover de Bob Dylan, "Knockin' on Heaven's Door". O DVD contém 68 minutos do concerto, bem como cenas de bastidores da turnê por 24 cidades dos EUA, da Europa e do Japão. Esse álbum de vídeo foi o mais vendido de sua até então gravadora BMG e o 4º mais comercializado no mundo, segundo a IFPI. 2004–2006: Under My Skin.

Imagem da turnê The Bonez Tour, referente ao álbum Under My Skin.



Under My Skin é o segundo álbum de estúdio da cantora e teve seu lançamento no primeiro semestre de 2004. É um álbum que contém faixas mais pesadas e letras com ritmo sentimental. Avril dispensou os produtores do disco Let Go, o The Matrix, e nesse álbum esteve presente a produção de Butch Walker, do grupo Marvelous 3; Raine Maida do Our Lady Peace; e Don Gilmore, com trabalhos em Linkin Park e Pearl Jam; Chantal Kreviazuk; Ben Moody, até então do grupo musical Evanescence, e Evan Taubenfeld.

Uma semana após seu lançamento, foi certificado Disco de Platina no Japão, era primeiro lugar de vendas na parada do Reino Unido e na Billboard 200. Nos Estados Unidos obteve vendas acima de três milhões de cópias.

Avril se apresentando em Vancouver em 2004.



O primeiro single do álbum, "Don't Tell Me", foi disponibilizado na internet. Depois chegaram às lojas os singles "My Happy Ending" e "Nobody's Home".


O disco Under My Skin, após duas semanas consecutivas na primeira posição dos mais vendidos, alcançou 125 mil cópias no Brasil, recebendo a certificação de Disco de Platina, comprovadas pela ABPD, e outros dois singles, "My Happy Ending" e "Nobody's Home", também foram certificados com Disco de Platina por mais de 100 mil downloads pagos cada.


Este álbum vendeu cerca de dez milhões de cópias em todo o mundo e foi certificado com Disco de Platina Triplo pela RIAA.


A última faixa do álbum, Slipped Away, escrita por Avril, foi uma homenagem ao seu avô que havia falecido quando a cantora estava em Dublin para a sua turnê Try To Shut Me Up Tour, no ano de 2003.

Lavigne foi premiada como "Melhor Artista Canadense", no Much Music Awards 2004, dentre vários outros prêmios no mesmo ano. Após o lançamento do álbum, iniciou uma turnê mundial denominada The Bonez Tour, que passou por vários países e foi encerrada no Brasil. Ainda em 2004, a artista fez seu primeiro ensaio sensual para a revista Maxim, dos EUA.

Foram lançadas edições especiais de seu segundo álbum de estúdio. Uma nomeada de "Dual Disc" e um "Special Edition". Nesta são incluídas as 12 faixas que compõem o disco Under My Skin, mais quatro faixas ao vivo, gravadas durante a turnê The Bones Tour Eyes, e um mini-álbum de vídeo com quatro videoclipes (Don't Tell Me, My Happy Ending, Nobody's Home e He Wasn't) e dois documentários, com duração de 20 minutos cada, mostrando os bastidores da turnê The Bonez Tour, com registros nas cidades de Dallas, Nova York e Toronto, e o segundo chamado de My Skin Diary, gravado em Londres e Belfast. Inclui também entrevistas com a canadense, que fala sobre sua vida pessoal durante as turnês.


Live in Seoul foi o único álbum ao vivo lançado no Brasil com cenas integrais da The Bonez Tour, após a licença da gravadora Sony BMG para a independente Coqueiro Verde Records e para o mundo, pela RCA. Esse álbum de vídeo foi gravado em 11 de agosto de 2004 em Seul, na Coreia do Sul, na primeira metade da turnê de Lavigne The Bonez Tour, mas seu lançamento oficial ocorreu cinco anos depois de filmado, em outubro de 2009. Em seu repertório estão os dois primeiros álbuns de estúdio: Let Go e Under My Skin, além do cover de Bob Dylan, Knocking on Heaven´s Door.

2007–2008: The Best Damn Thing


Em 17 de abril de 2007 foi lançado o álbum The Best Damn Thing, com um estilo pop punk. O disco vendeu cerca de 286 mil cópias na primeira semana de lançamento, alcançando o primeiro lugar de vendas na Billboard 200, dos Estados Unidos, e em outros 11 países, incluindo Inglaterra, Japão, Canadá, Alemanha, Itália e Brasil.

O álbum conta com a participação de Dr. Luke (que já trabalhou com artistas como Kelly Clarkson, Pink, Lady Sovereign e Daughtry), Deryck Whibley (da banda Sum 41), Rob Cavallo (já trabalhou com Green Day, Goo Goo Dolls, My Chemical Romance e Jewel) e Butch Walker.


Travis Barker (ex-Blink-182, atual +44) também gravou a bateria de algumas canções do álbum (além da b-side Alone). The Best Damn Thing teve como singles: "Girlfriend", "Girlfriend Remix" (com participação da rapper Lil' Mama), "When You're Gone", "Hot" e "The Best Damn Thing". O site About.com, do conglomerado The New York Times, fez uma lista das 100 melhores canções do gênero pop de 2007, e "Girlfriend" ficou na 39ª posição.

Avril em turnê da The Best Damn Tour na China.


A proposta de Avril para seu terceiro álbum foi de um disco alegre, autoconfiante, agitado e diferente de tudo que ela havia feito até o momento, de acordo com a entrevista dada por ela para a agência de notícias Reuters. Assim, "abandonou" o estilo "sombrio" e apostou num criticado visual que mistura o velho glam rock e o atual pop punk. Em uma entrevista para a revista brasileira Capricho, a cantora citou Blink-182, Ramones e Distiller, Coldplay, Hole e Alanis Morissette como suas influências musicais no álbum, além do punk rock em geral.

O álbum foi o quarto disco mais vendido em 2007, e o primeiro de sua gravadora, Sony BMG. O single "Girlfriend" foi o que marcou o maior número de vendas na categoria de músicas digitais no mundo, com mais de 7,3 milhões de downloads pagos em 2007, segundo dados oficiais da Federação Internacional da Indústria Fonográfica, a IFPI.

No Brasil, The Best Damn Thing recebeu uma certificação de Disco de Platina, pelas mais de 60 mil cópias vendidas entre seu lançamento e 2008, de acordo com Associação Brasileira de Produtores de Discos, a ABPD, e outros três singles também receberam a mesma certificação, por mais de cem mil downloads pagos cada.

Em Portugal, esse álbum recebeu a certificação Disco de Ouro pelas mais de dez mil cópias vendidas no país. Apenas na Ásia, The Best Damn Thing vendeu mais de dois milhões de exemplares, e um milhão nos Estados Unidos, recebendo Disco de Platina da RIAA. No Japão, com o mesmo volume de vendas, foi certificado com Disco de Diamante pela RIAJ. Mais de seis milhões de discos foram comercializados mundialmente desde seu lançamento.

Em 2009, o videoclipe do single Girlfriend atingiu mais de 130 milhões de visualizações no YouTube, tornando-se o vídeo com o maior número de visitas de todos os tempos no site, na época. Segundo o jornal The New York Times, o single Girlfriend, é "o melhor da carreira de Avril, com o uso de ecos e ataques ao som". O portal BBC o classificou, em sua composição, como "energético, engraçado e muitas outras coisas que em outras canções de Lavigne não continham".

Avril foi a ganhadora no MTV Europe Music Awards 2007, única concorrente a vencer em mais de uma categoria, levando os prêmios de "Canção Mais Viciante" e "Melhor Artista Solo". Avril recebeu cinco indicações no Juno Awards, a premiação de maior importância do Canadá, mas não recebeu nenhum prêmio. The Best Damn Thing está disponível em uma edição deluxe, contendo um CD bônus. A edição que não é deluxe é uma versão clean do álbum.

Avril se apresentando em Amsterdam em 2008.

Depois de passar quase um ano divulgando seu até então novo álbum, Avril Lavigne iniciou a The Best Damn Tour, que começou em 5 de março em Victoria, no Canadá, e cruzou a América do Norte e Europa, até encerrar na China. Lavigne cantou a canção "Girlfriend" em línguas diferentes de acordo com os países visitados, da mesma forma como ela gravou a canção. Em uma entrevista para a MTV, ela disse que poderia "tentar cantar algumas das mais fáceis ao vivo". Em 2008 Avril lançou um de seus maiores projetos, Abbey Dawn, sua própria marca de moda: saias, blusas, acessórios e outros artigos. O slogan de campanha foi "Love Revolution".

Um ano depois foi lançado o DVD The Best Damn Tour - Live in Toronto em 30 de setembro. Esse DVD, com direção de filmagem por Wayne Isham, traz 20 canções de seus três álbuns de estúdio, além dos covers de Bad Reputation, da banda Joan Jett and Blackhearts, e Hey Mickey, de Toni Basil, no qual ela própria tocou a bateria.

Segundo o site Billboard, a cantora deixou a empresa Nettwerk em dezembro de 2008. Avril culpou a instituição pelo baixo número de vendas de The Best Damn Thing, em comparação com seus anteriores. A Nettwerk, junto com Terry McBride, ex-produtor de Lavigne, administrava a carreira da canadense desde 2002, ano de seu primeiro lançamento, o Let Go.

Em novembro de 2010, Terry McBride se pronunciou a respeito da cantora. - Ela se mudou para Los Angeles e no fim do dia queria um agente com base na cidade que pudesse surgir dentro de sua casa com um anúncio de uma hora. Eu aceito isso. (Mas) eu não necessariamente acho que isso torna um agente melhor. - Diz Terry ao canal CTV. E McBride finaliza - Avril não lança um álbum desde que deixou a Nettwerk, e isso já faz dois anos em 2010. Sabe, eu questiono isso(...) É estratégia, correto? Se tem uma coisa em que a Nettwerk é excelente, é em estratégia - McBride deu essa entrevista a emissora pois a Nettwerk, está fazendo 25 anos em 2010 e lançando um livro em comemoração aos desempenhos que teve.

2010–2012: Goodbye Lullaby e saída da RCA

Avril Lavigne em Belo Horizonte na The Black Star Tour em agosto de 2011.



Goodbye Lullaby é seu quarto álbum de estúdio que começou a ser gravado na metade de maio de 2009. Segundo a cantora, o disco deveria ter sido lançado em 17 novembro do mesmo ano, mas, por causa do seu divórcio com Deryck Whibley e outros problemas com a gravadora, a data foi adiada para o dia de 8 de março de 2011. Uma prévia de todas as canções do álbum foi publicada na loja Amazon da Alemanha poucos dias antes do lançamento. Ela disse para a versão do Canadá da revista Elle que seu quarto disco é mais maduro, mas sem deixar seu lado extrovertido.

Para a Rolling Stone dos Estados Unidos, a artista disse que não está preocupada em repetir o mesmo desempenho de "Girlfriend", que a ajudou a levantar as vendas de seu último álbum, The Best Damn Thing, em 2007, e nem com o status de "princesa do punk-pop", e que o disco seria marcado por violões, letras autobiográficas e canções com rock puro. Em 2009, a Maxim colocou a canadense na 44ª posição na lista das 100 celebridades mais "Quentes" do ano. Jim McGorman será o guitarrista de Avril em uma turnê promocional em 2010, para ajudar na divulgação de seu 4º álbum de estúdio.


Em 2009, a rede de televisão CBC elaborou uma lista das 100 celebridades de destaque no Canadá, e Lavigne ficou na 40ª posição, com ênfase nas canções que fizeram dela um modelo para muitos adolescentes. Logotipo do filme Alice no País das Maravilhas, do qual a canção "Alice", de Lavigne, faz parte da trilha sonora.


Em janeiro de 2010, foi anunciado o título do primeiro single de Avril Lavigne para 2010, "Alice", que faz parte de Almost Alice, trilha sonora inspirada no filme Alice no País das Maravilhas, dirigida por Tim Burton e produzida pela Disney, além de ser a música-tema do longa. A produção cinematográfica foi lançada em 5 de março de 2010 nos Estados Unidos, e em 21 de abril no Brasil. O ex-marido de Avril, Deryck Whibley, fez parte da produção e mixagem da canção. Lavigne gravou o videoclipe de "Alice" em 26 de janeiro de 2010 e ele foi lançado em 17 de fevereiro seguinte, mas a canção já podia ser ouvida no dia 27 do mesmo mês, na internet. Depois de algumas semanas, o single estreou na posição 60º na parada do Canadá, a Canadian Hot 100, com pico na 53° colocação.

Nessa época, o Google fez uma lista das 50 mulheres mais procuradas na página e Avril apareceu na décima posição.

Após a saída da Nettwerk Music Group CEO em 2009 e a separação com Whibley, Lavigne se juntou à empresa Irving Azoff's Front Line Management para o seu novo disco de 2010, além de outros projetos relacionados com a música.“ Eu escrevo as minhas músicas, então preciso de tempo para isso, não quero apressar. Acho que os artistas que lançam álbuns todos os anos têm pessoas que escrevem para elas. ”


Em julho de 2010, Avril anunciou seu primeiro álbum de remixes, intitulado Essential Mixes, que contém canções em versões dançantes e acústicas dos seus três primeiros álbuns de estúdio, como "Complicated", "Nobody's Home" e "Girlfriend", entre outras. Em novembro do mesmo ano, a artista anunciou em sua página oficial o seu primeiro single do quarto disco, "What the Hell", lançado em janeiro de 2011. Em abril do mesmo ano, após um pesquisa feita pela cantora via Twitter, a gravadora RCA, escolheu a canção "Smile" como segundo single a ser lançado do álbum.


Após um concerto da The Black Star Tour em Xangai na China, em 2 de maio de 2011, Lavigne se tornou a primeira artista ocidental a abrir uma conta em um microblog no país asiático, já que o Twitter é bloqueado em seu território, e graças à alta popularidade que ela tem entre os jovens chineses, conseguindo ter um desempenho melhor nas paradas de sucesso do que artistas locais, como tailandeses e coreanos. Após quinze minutos de seu novo perfil no Tengxun, comandado pelo software QQ, obteve mais de 80 mil seguidores. A canadense é também uma das poucas ocidentais que se interessou a alcançar o difícil mercado musical da China nos últimos tempos.

Avril Lavigne em Amsterdam na The Black Star Tour.


Em junho de 2011, Avril Lavigne já anunciou um quinto álbum de estúdio, que segundo o portal de músicas, Digital Spy, será um disco mais pop, e que contém 8 canções inéditas. "Como Goodbye Lullaby é um álbum mais sentimental, quero que meu novo álbum seja pop e divertido", afirma a cantora ao site.


Em entrevista para a rádio The Beat, Avril confirmou sua mudança para a Epic Records contando com a produção de L.A. Reid em seu novo álbum a ser lançado em 2012. Reid introduziu a cantora na mídia e contratou-a para a Arista Records em 2001, e lançou o primeiro álbum da canadense, Let Go, em 2002. Ao jornal The Globe and Mail, Avril disse que nunca se ajustou para sua ex-gravadora(RCA) e empresa não quis entender a canadense. "Eram apenas pessoas de negócios tentado me desencorajar. Isso não é útil." diz Avril.


O primeiro trabalho da cantora lançado pela Epic foi o terceiro single do álbum Goodbye Lullaby, "Wish You Were Here".

No final de 2011, o álbum Goodbye Lullaby esteve entre os 200 álbuns do ano nos EUA pela revista Billboard ocupando a 115ª colocação e no Japão esteve na 20ª posição. Já a artista, apareceu na lista da Social 50 na 14ª, e como a 34ª artista do ano. E a rede social, Facebook, publicou os assuntos mais comentados nosite denominado de memology 2011. O portal apontou a cantora Avril Lavigne como a terceira com o crescimento mais rápido e conteúdo mais popular no ano de 2011. E no maior site de busca do mundo, o Google, apontou que o nome da cantora, apareceu em 8º lugar na lista dos nomes mais buscados no Google Brasil em 2011.


Em agradecimento, Avril lançou um videoclipe da canção "Goodbye". Nele, mostra Avril de lingerie e no enredo do clipe que ela espera uma amor que não aparece. Antes de começar o clipe, a cantora agradece por todo o apoio e dedicação ao longo de 2011 e pelo desempenho do seu quinto álbum de estúdio. "Eu só queria entregar algo para vocês, pessoal, para dizer obrigado e completar o ciclo desse disco", diz Avril no vídeo.

2013–presente: Avril Lavigne

Avril Lavigne se apresentando em São Paulo na The Avril Lavigne Tour.

Avril Lavigne é o quinto álbum de estúdio da cantora a ser lançado em novembro de 2013. A produção do álbum foi iniciada pela sua equipe no ano de 2011, com os produtores L.A. Reid e The Runners, e tem previsão de lançamento para 24 de setembro 2013 pela gravadora Epic Records.

Na primeira semana de vendas nos Estados Unidos, Avril Lavigne vendeu mais de 44 mil cópias de acordo com a Nielsen SoundScan. No Japão o álbum ficou na 3ª posição na parada da Oricon na sua semana de lançamento. Na Austrália o álbum estreou na 7ª posição na tabela da ARIA Charts. O álbum entrou por 20 semanas em 17 paradas diferentes. Sua primeira aparição foi na 45ª semana do ano de 2013 na Itália, Irlanda, Países Baixos, Bélgica e Finlândia e a última aparição foi na 47ª semana de 2013 da Polônia. No Canadá, foram vendidos mais de 8500 cópias no país na primeira semana de vendas.


"Here's To Never Growing Up" foi o primeiro single do quinto álbum de estúdio da cantora. A produção deste foi feito pelo vocalista da banda Boys Like Girls, Martin Johnson. O single foi lançado em 15 de abril. A canção foi principalmente criticada por ter uma composição muito semelhante ao seu single de estreia, "Complicated". A capa do single foi mal recebida com vários usuários do Twitter declarando seu desgosto com a capa, que apresenta Lavigne segurando um ursinho de pelúcia em seu corpo nu, alguns criticaram ela pela falta de maturidade em sua canção.

Após o seu lançamento, o single atingiu vários países do mundo, alcançando a 30ª posição na Billboard Hot 100 e na 17º na Canadian Hot 100. No Japão ela alcançou a 8ª colocação e ficou em 1º lugar em duas outras paradas japonesas. O single foi bem recebido pela crítica, dizendo que a canção é suave e juvenil. E mostra que Avril não está preocupada em crescer. No videoclipe, Avril aparece vestido semelhante no vídeo do single "Complicated" em 2002.

Avril Lavigne em Brasília.


"Rock N Roll" foi o segundo single lançado. "Para mim, essa canção, é um modo de vida, é fashion, é espirituosa e é algo muito parecido ao "Here's To Never Growing Up", revelou em conversa com site 4music. O single estreou na 91ª posição na Billboard Hot 100 e na 37ª na Canadian Hot 100.


O terceiro single anunciado é "Let Me Go", que foi lançado em 15 de outubro. Na Billboard Hot 100, o single estreou na 78ª colocação e na 12ª no Canadá. O clipe de "Let Me Go" foi apresentado pela primeira vez em 15 de outubro de 2013, mesmo dia de seu lançamento no Itunes. Ele teve estreia primeiramente no programa Good Morning America às 8:30 AM nos Estados Unidos. Este clipe foi dirigido por Christopher Sims, no qual já fez trabalhos para Keane e Stone Temple Pilots, que foi filmado no sul da Califórnia a menos de 2 semanas antes do lançamento. Após a estreia, o vídeo foi visto por várias milhões de vezes no You Tube.

E para a divulgação desse disco, a cantora lançou o The Avril Lavigne Tour. Teve início na Ásia em 2014 com apresentações na China, Japão, Coreia do Sul, entre outros países. E já foi confirmado 5 apresentações no Brasil sendo duas em São Paulo e uma no Rio de Janeiro uma em Brasília e Belo Horizonte, uma em Santiago no Chile e uma em Buenos Aires na Argentina.

Apresentações


Nas Olimpíadas de Turim, Avril participou da cerimônia de encerramento dos Jogos, bem como do início da contagem regressiva para Vancouver 2010, cantando a música Who Knows, junto com apresentações de dançarinos e o cantor Andrea Bocelli, representando a Itália.


O espetáculo foi visto por uma plateia de cerca de 32 mil pessoas e uma audiência televisiva global superior a 500 milhões. Avril apareceu em um especial de oito minutos, destinado a homenagear o Canadá e apontar o caminho para os Jogos de Inverno de 2010, realizados em Vancouver. Em uma reportagem da CBC, os organizadores disseram que Lavigne vai "começar a contar a história dos Jogos do Canadá, apresentando uma combinação de talento exclusivamente canadense e os temas que refletem o país de ponta a ponta".

Quatro anos depois, nas olimpíadas de Vancouver em 2010, no Canadá, a cantora voltou a fazer parte das cerimônias de encerramento dos jogos, em 28 de fevereiro de 2010, no estádio BC Place Stadium, com uma plateia de mais 60 mil pessoas. Todo o evento foi transmitido ao vivo no Brasil pela Rede Record e Record News das 0h até as 2h, horário de Brasília.


Avril cantou junto com sua banda, por mais de cinco minutos, as canções "My Happy Ending" e "Girlfriend", usando um vestido vermelho e branco, em homenagem ao seu país.
Sua performance foi muito elogiada, segundo o site MSN, que disse ainda que Avril agitou a população canadense durante a cerimônia de encerramento.

Prêmios e indicações
Avril na premiação do MMVA, no qual conquistou dois prêmios

Avril Lavigne recebeu e foi nomeada em vários tipos de prêmios ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Em 2003, obteve oito indicações no Grammy Awards: nas categorias de música pop do ano pelo seu primeiro single "Complicated", música de rock do ano por "Sk8er Boi", melhor vocal feminino, artista revelação do ano e melhor álbum pop por "Let Go". Ainda em 2003, ela foi indicada em onze categorias dos Junos Awards, vencendo em sete: Melhor Artista Revelação, Melhor Álbum Pop do Ano, Canção do Ano, entre outros.

Avril foi indicada no VMB, da MTV Brasil, em 2003, por "Complicated", em 2004 por "Don't Tell Me" e em 2005 por "He Wasn't", todos na categoria de Melhor Videoclipe Internacional.


Lavigne também recebeu prêmios em diversas categorias, como a de Primeira-Dama do TRL Awards em 2006 e em 2008, e no NRJ Music Awards em 2005 e 2008, nas categorias de Melhor Artista Feminina Internacional. No Canadian Radio Music Awards, Lavigne ganhou em cinco categorias em 2003, uma em 2004 e uma indicação em 2005. Ela também recebeu dois prêmios no World Music Awards, faturando na categoria de Artista do Pop Rock e na de Canadense do Ano.

Em 2010, Avril voltou a concorrer a prêmios pela MMVA (MuchMusic Video Awards), premiação anual de música, arte, televisão, entre outros, criada pela Canadian Network, e transmitida pelo canal MuchMusic; Alice tinha duas indicações, uma de International Video of the Year by a Canadian e UR FAVE Video, porém, perdeu para Justin Bieber em ambas categorias. O evento foi realizado no dia 20 de junho de 2010.

Na premiação do TRL Awards, da MTV Networks, que aconteceu em Gênova, Itália, no dia 8 de maio, Avril foi indicada na categoria de Best International Act com a canção Alice. No Kids' Choice Awards México 2010, premiação anual mexicana realizada pelo canal Nickelodeon, o single estava na disputa pela "Melhor Canção do Ano". Em 2012, Avril foi indicada no Juno Awards, com três indicações ao todo. No Japão, a cantora venceu a Billboard Japan Music Awards de 2012 como melhor canção Airplay com single "What The Hell" e como artista do ano.

Características musicais e Influências

Avril Lavigne, desde o começo de sua carreira, sempre disse quais eram suas influências musicais. Em uma reportagem da rede de televisão CNN, ela afirmou que gosta de rock, principalmente de bandas do sexo masculino, como Nirvana, Green Day, System of a Down e Blink-182, mas que começou a ouvir músicas desse gênero e do pop apenas quando tinha 12 anos de idade, pois seus pais a proibiam de escutar canções que não fossem do estilo gospel e corais de igreja. Suas composições também começaram naquela idade. No gênero punk rock, Avril diz ter influências do grupo britânico Coldplay. A cantora também assume um estilo pop em seus álbuns de estúdio.“ Eu definitivamente estou na música rock, e eu sinto que é onde meu coração está. Neste ponto da minha vida, quando eu escrevo, essa é a música que eu vou criar e cantar. Estou constantemente mudando, e meu estilo está sempre mudando. Isso é algo pessoal. ”

Lavigne também gosta de Alanis Morissette, Goo Goo Dolls, e de fazer covers de músicas de Joan Jett, Bob Dylan, Lenny Kravitz[204] e Metallica.

Ela é referência musical para outros artistas e conjuntos. A banda Paramore é um deles, que mistura os estilos de Avril com um rock mais pesado. A cantora Cassadee Pope, líder da Hey Monday, disse para o jornal New Times que Lavigne é a maior influência para ela. No Brasil, a banda de rock Fake Number disse no portal filiado da Globo.com, que a vocalista do grupo, Elektra Mosley, é a versão brasileira de Avril, e segundo Mosley, esse é o maior elogio de sua carreira. A banda Lipstick também afirma que é influenciada pela canadense.

Avril Lavigne foi nomeada a canadense mais famosa da história do país de acordo com a pesquisa científica feita pela universidade Massachusetts Institute of Technology. A pesquisa previu quantificar a sua fama através da história, no qual coletou dados de pessoas desde 4.000 a.C. até o ano 2010, que tiveram seus nomes mais procurados na Wikipédia em mais de 25 línguas diferentes.

Compositora

Ao todo, Avril já escreveu mais de 100 canções. Desde o álbum Let Go e em todos os álbuns subsequentes lançados, ela compôs suas canções e rejeitou músicas prontas de outros artistas, ou que não tivessem sua participação na composição. Mesmo antes do começo da carreira de cantora, ela escrevia para outros artistas, como em 1999, para a banda The Quinte Spirit, que contou com a presença da canadense, na época com 14 anos, na canção "Touch the Sky".


Em 2000, Avril conduziu o vocal principal de duas canções: "Temple of Life" e "Two Rivers", do álbum de estúdio My Window to You. Ela afirmou: "Acho o que mais me diferencia dos demais artistas jovens é que eu componho meu próprio material. Eu toco, eu canto, eu componho... Nada falso“ Ela possui um dom. Todas as pequenas nuances que somente os grandes músicos conseguem extrair com suas vozes. Dinamismo que realiza grandes feitos. Fazer com que uma canção seja calma e suave, para em seguida explodir com vigor e potência, em poucos compassos... Somente grandes mestres conseguem isso.”


Avril continuou a escrever músicas para outros artistas. Em 2004, foi para Kelly Clarkson, na música "Breakaway", usada no disco de mesmo nome, lançado dois anos depois, e tocada no programa American Idol.


A dupla japonesa Puffy AmiYumi também lançou singles escritos por Avril junto com Butch Walker, "All Because of You", e a canção "I Don't Wanna", esta do álbum Bring It.


A cantora inglesa Leona Lewis, também lançou um single composto por Lavigne chamado "I Will Be", em 2008, do seu primeiro álbum de estúdio, Spirit.


Em 2010, Avril Lavigne escreveu a canção "Cheers (Drink to That)" para Rihanna, junto com outros cantores, segundo registro da ASCAP.


Essa música está no álbum de estúdio intitulado Loud, e terá partes que lembrarão um outro hit de Avril, "I'm With You". No mesmo ano a protagonista do seriado ICarly, Miranda Cosgrove, também lançou um single chamado de "Dancing Crazy" que foi escrito por Avril juntamente com outros dois compositores.


A banda

A banda de Avril Lavigne teve diversas formações ao longo de sua carreira. O baixista Mark Spicoluk foi o primeiro a sair, em 2002, para se concentrar em seu próprio grupo musical, Closet Monster, junto com seu selo, Underground Operations. O membro que permaneceu por mais tempo foi Matt Brann e o que obteve maiores participações na banda foi Evan Taubenfeld. O último co-produziu e co-escreveu algumas canções junto com Avril como Don't Tell Me", em 2004, contida no segundo álbum da cantora, Under My Skin, e também quatro faixas do terceiro disco da artista, The Best Damn Thing: "Hot", "Innocence", "One of Those Girls" e "Contagious". Evan saiu para formar sua banda, The Black List Club. Em 2011, Evan lançou o single "Best Years Of Our Lives" com participação de Avril.

Avril Lavigne com Steve Fekete na guitarra e Al Berry no baixo.

Avril Lavigne no festival em Cannes em 2006

Filmografia de Avril Lavigne

Em sua carreira de atriz, Lavigne participou de alguns filmes em papéis menores, como em Going the Distance e Fast Food Nation - este baseado em um livro favorito da cantora, de Eric Schlosser. Avril fez parte da dublagem do filme The Sponge Bob Square Pants Movie e da animação americana Over the Hedge, no qual ela trabalhou ao lado de William Shatner, Bruce Willis, Garry Shandling, Wanda Sykes, Nick Nolte e Steve Carell. Avril também contracenou com Richard Gere no filme The Flock, como a namorada de um criminoso suspeito. A cantora disse em uma entrevista que fará uma atuação como personagem principal em algum filme.


Avril escreveu e gravou a canção "Keep Holding On", em parceria com Dr.Luke, para a trilha sonora oficial do filme Eragon. Essa canção também fez parte de seu terceiro álbum de estúdio, The Best Damn Thing. O single foi lançado digitalmente para download no dia 28 de novembro, e mundialmente chegando nas rádios em 2006 e em 2007.

Avril fez uma participação no filme Going the Distance, realizando uma performance de Losing Grip, e também apareceu com sua banda em um episódio do Sabrina, the Teenage Witch, em uma performance de "Sk8er Boi". Ela gravou a canção-tema do filme The SpongeBob SquarePants Movie, e compôs e gravou a do filme Alice in Wonderland, de Tim Burton, "Alice". O longa-metragem foi lançado no primeiro semestre de 2010, liderando as bilheterias dos EUA, Canadá e Brasil.

Outros trabalhos

Guitarra Fender Avril Lavigne

No início de fevereiro de 2008, Avril lançou sua linha de guitarras, construídas pela Fender. O modelo é Telecaster e tem como características peculiares um captador humbucker de bobina dupla, detalhes em cromo, uma chapa de junção de braço com o logo Squier, e marcações na lateral do braço. Além da assinatura da artista na ponta do instrumento. Em 2012, Avril fez nova parceria com as guitarras Fender e lança um segundo modelo de Telecaster quase toda preta e com uma caveira decorativa no braço dela.

Avril Lavigne's Make 5 Wishes

Avril Lavigne's Make 5 Wishes é um mangá escrito por Joshua Dysart e desenhado por Camilla D’Errico, e tem participações da própria Avril Lavigne como protagonista e responsável pelo roteiro. Foi lançado pelas editoras Del Rey dos EUA, e no Brasil pela Pixel Media. O primeiro volume foi colocado à venda no dia 10 de abril de 2007 e o volume 2 em 3 de julho do mesmo ano.

Perfumes

Black Star é um perfume lançado por Avril e criado sob licença da Procter & Gamble Prestige. É composto por rosa hibisco, ameixa preta e chocolate escuro. Este perfume está disponível em 15, 30, 50 e 100ml. Ele foi lançado em 2009, primeiro na cidade de Londres, na Europa e, depois, Estados Unidos e Canadá. Além desse perfume, Avril ainda inclui sua marca em sabonete, sabonete líquido, hidratante, creme pós-barba e óleo de banho.

Black Star foi indicado na premiação America's Annual FiFi, considerada pela mídia dos EUA o "Oscar da perfumaria". Ele disputou na categoria de Women's Popular Appeal junto com as artistas Halle Berry, Mariah Carey e Faith Hill. O evento foi realizado pela The Fragrance Foundation, em Nova Iorque, em 10 de junho de 2010, e o vencedor foi Halle, de Halle Berry.

A Cosmetic Executive Women (CEW), uma fundação criada em 1954, que promove a contribuição industrial de cosméticos femininos, premiou Black Star na categoria de Women's Scent Mass, e a CEW disse que o frasco da fragrância assume uma forma de estrela única e marcante, sendo projetado para capturar o estilo característico de Lavigne. O frasco é coberto com uma tampa negra, fazendo referência a imagem da cantora.

Em 2009, a revista Vogue fez um ranking dos perfumes mais vendidos no Reino Unido, no qual Black Star, com aproximadamente um ano do seu lançamento, ficou na 8ª posição no país. Um pesquisa feita pela Escentual.com, uma das maiores varejistas de perfumes, cosméticos e produtos de limpeza online da Grã-Bretanha, apontou que Avril Lavigne está na 5ª posição dos que mais faturaram no país.

Forbidden Rose

Depois do lançamento do perfume Black Star, Avril lançou em 2010 uma nova linha de perfumes, chamada Forbidden Rose. Lavigne disse em uma entrevista que, diferentemente do outro, "Forbidden Rose é uma extensão disso (Black Star) para atrever-se a descobrir, expandir os limites". E afirmou que é muito difícil lançar algo no mercado, inclusive uma fragrância. Quando Avril revelou o nome de seu novo perfume, a radialista Kyle disse que este remetia provavelmente a uma gíria relacionada a uma vagina. Depois, a cantora ficou sabendo que o nome era relacionado com uma gíria para os homens, e disse "Eu nunca pensei nisso. Isso nunca surgiu nas reuniões", e continuou com o projeto paralelo.[

Wild Rose

Wild Rose, a terceira fragrância da artista, foi lançada em 15 de agosto de 2011, sob licença da Procter & Gamble Prestige (P&G). De acordo com ela, um dos ingredientes que compõe o perfume foi inspirado na sobremesa Crème brûlée. O comercial de divulgação para a televisão mostra Lavigne em uma casa e deitada em um sofá. Após esta cena, Lavigne levanta e a janela da casa abre, fazendo com que várias pétalas de rosa se espalhem. Em seguida, Avril abre a mão e uma rosa se forma.

A composição do produto é descrita como uma "harmonia de sol feminina e emocionante" e com "frutas doces e lindas flores". Começa com cheiro de tangerina, toranja rosa e ameixa. O centro é composto de flor de laranjeira, frangipani e orquídea azul, enquanto os aromas de fundo são de sândalo musk e crème brûlée. Wild Rose está disponível com os tamanhos de 15ml, 30ml e 50ml, loção para o corpo de 150ml e 150ml para a embalagem de desodorante. A The Fragrance Shop, localizada no Reino Unido, fez uma promoção aos perfumes de Wild Rose com brindes.

Abbey Dawn

Logotipo oficial da marca de roupas Abbey Dawn.

Abbey Dawn é uma linha de roupas criadas por Avril Lavigne e que foram comercializadas pela rede de lojas Kohl´s, uma rede com mais de mil estabelecimentos ao redor do mundo.[273] Foi lançada nos Estados Unidos, em Alhambra, em julho de 2008. A linha mostra uma caveira e listras com tons em rosa, preto e roxo. Os preços de cada peça variam entre 24 e 48 dólares.

Abbey Dawn tornou-se uma marca global em dezembro de 2010, segundo o site oficial da grife. Ela foi promovida em países da Europa como Alemanha, onde ocorreu um show internacional de comercialização de roupas "Bread & Butter" em Berlim, entre os dias 6 e 8 de julho de 2011. Esse acontecimento esteve nos Trending Topics mundiais do Twitter em 6 de julho de 2011.

Don Brennan, vice-presidente executivo da rede Kohl´s, disse que Avril se baseou muito nas opiniões e a pedidos de seus fãs para criar alguns dos modelos. A coleção, chamada de volta-às-aulas 2008, é igual às roupas do closet de Lavigne, que, segundo o vice-presidente, são do estilo rock feminino, misturando a sofisticação feminina com a atitude do rock-and-roll.“ Queria ter a certeza de que a linha tem tudo para seduzir quem quer algo básico, jovem e sexy.” Sua marca foi usada em um jogo de internet chamado Stardoll, onde as pessoas podem trocar as roupas dos personagens. Para sua divulgação, Lavigne desfilou na passarela Metropolitan Pavilion, em Nova York, com estilos baseados no hit "Sk8er Boy", de 2003.

Em fevereiro de 2012, a empresa JustFabulous fechou uma parceira com a marca Abbey Dawn, com o objetivo de lançar antecipadamente uma linha especialmente para a primavera. Tal como acontece com todos os itens vendidos no JustFabulous, a coleção foi oferecida em preços especiais. A coleção disponível no site está sendo comercializada desde o início da primavera de 2012 e tem em seu catálogo, uma variedade de itens escolhida pela própria cantora, que vai de novos sapatos e bolsas, incluindo alguns estilos que são exclusivos para JustFabulous. Inspirada na música e viagens do mundo, a seleção contém doze sapatos e cinco bolsas. "Estou tão feliz com o lançamento da minha coleção de Primavera 2012 Abbey Dawn de sapatos e bolsas, assim como estou com a parceria com JustFab", disse Avril Lavigne. Em 13 de março, Avril fez uma festa comemorando a parceira no Viper Room nos EUA.

Foi inaugurada a primeira loja física da Abbey Dawn no Japão, em parceria com a marca Iron First, onde está sendo comercializada várias peças como bolsas, sapatos, camisas e calças.

Campanhas publicitárias

Canon
Em outubro de 2008, ela assinou um contrato com a empresa Canon, do Canadá, uma marca conhecida mundialmente e que desenvolve e fabrica produtos como câmeras digitais, máquinas de vídeo, copiadoras, faxes, scanners, impressoras, sistemas de imagem, entre outros, sendo a "garota-propaganda" oficial da marca e aparecendo em várias estações de TV canadenses. Um dos motivos da escolha de Lavigne, segundo o diretor do grupo, Sunith Lobo, é garantir a relevância dos produtos voltados para a música, arte e simpatizantes de fotografia, e que Avril tem a capacidade de atrair esse público-alvo.

Entre os produtos anunciados estão uma linha de câmeras digitais SLR e uma compacta da ELPH. Nas fotos, a cantora divulga sua linha de roupas Abbey Dawn. Em uma entrevista, Lavigne disse que está empolgada com esse projeto e que sempre gostou de fotografias, e encerrou dizendo que sempre tem uma máquina fotográfica no bolso. Em 2009, a Canon fez um outro vídeo para as festas de fim de ano. A cantora aparece vestindo uma roupa vermelha, e ao final do comercial ela abre uma grande caixa de presente, que toca a canção "One of those Girls", do seu terceiro álbum de estúdio The Best Damn Thing.

T-Mobile

Avril Lavigne fez um comercial para a empresa T-Mobile para a divulgação de uma linha de celulares 3G nomeada MyTouch. Na propaganda, ela atua com outros artistas, como Brad Paisley e Wyclef Jean. Lavigne fez comentários falando a respeito do produto e como ele influencia o seu cotidiano. No plano de fundo do celular aparece uma foto do desfile da marca Abbey Dawn. Esse comercial apareceu no programa American Music Awards, na rede de televisão norte-americana ABC.

Mike Belcher, vice-presidente de marketing e comunicação da marca, disse que a escolha de Avril para anunciar seus produtos se deve a que ela eleva o status do aparelho e supera o "ruído" criado por outras publicidades. A T-Mobile fez uma promoção com celulares de edição limitada da Fender, com canções pré-carregadas da cantora.

Lotto
A marca Lotto da China fechou um acordo de cooperação com Avril Lavigne para lançar produtos a ser criado e o lançamento de uma nova marca para os jovens com o estilo de vestuário de moda da cantora e design exclusivo. A marca é o tema da campanha, juntamente com a maioria dos consumidores chineses com um objetivo voltado para o rock e a moda vai desencadear, segundo a empresa, a liberação de ideias livres, e criar um novo estilo de roupas esportivas.

Participações telesivas

Lavigne participou do programa American Idol, dos EUA, em agosto de 2009. Ela foi jurada oficial, junto com Victoria Beckham, Katy Perry, Mary J. Blige, Shania Twain, e Joe Jonas, entre outros artistas. A cantora passou um dia em Los Angeles, julgando os candidatos que estavam na disputa. Esse episódio foi transmitido em 27 de janeiro pela rede de televisão FOX.

Em uma entrevista nos bastidores do programa, ela comentou como o processo de avaliação é importante e que realmente intimida os participantes. Avril relembrou suas primeiras audições, quando era criança, na escola e no teatro, e que, sendo uma pessoa tímida, "isso é uma coisa difícil de fazer". Ela lembrou também de candidatos do programa que suavam, nervosos, enquanto outros se recusavam a deixar a sala ao receber um "não" como resposta dos jurados. Avril falou que se divertiu no American Idol e que a convivência foi boa, que ficou impressionada com o jurado Simon e suas atitudes, que segundo Avril, foi o contrário do que todos dizem dele, que é muito "malvado".

Covers


Avril cantou a canção "Fuel", da banda de heavy metal Metallica, durante o MTV Icon 2003. Regravou o hit de John Lennon, "Imagine", para o álbum Instant Karma: The Amnesty International Campaign to Save Darfur. Fez dueto em uma canção com John Rzeznik, no Fashion Rocks Concert em 2004, com produção de Eric Book, e realizou uma performance ao vivo de "It Is Time for a Love Revolution", do cantor Lenny Kravitz. Regravou "Knockin' on Heaven's Door", um clássico de Bob Dylan. Seu videoclipe mostra as vítimas da guerra em todo o mundo. Também já cantou em seus concertos: "Basket Case" e "American Idiot", do Green Day, "Bad Reputation", de Joan Jett, "Chop Suey!", do System of a Down, "Iris", do Goo Goo Dolls e "All the Small Things", do Blink-182, além de apresentar "Tik Tok", gravada pela cantora Kesha, no BBC Live Lounge.


Vida pessoal

Casamento com Deryck Whibley

O cantor Deryck Whibley, ex-marido de Avril e atual vocalista da banda Sum 41.


Avril Lavigne e Deryck Whibley começaram a namorar em 2004, noivaram em 2005 e casaram-se em 15 de junho de 2006, ela aos 21 e ele aos 26 anos de idade. Na cerimônia, realizada em uma propriedade particular em Montecito, no estado da Califórnia, estavam presentes cerca de 110 convidados. Lavigne usou um vestido diferente dos tradicionais, composto por uma gola e tecido longo. Dias depois do casamento, eles fizeram uma comemoração na cidade Veneza, Itália.

No mesmo mês do casamento, a cantora realizou sua turnê europeia, denominada The Bonez Tour, para divulgar o álbum Under My Skin. Na época, Avril e Deryck venderam suas casas em Toronto para se mudarem para uma mansão em Bel Air, um bairro nobre de Los Angeles, avaliada em 9,5 milhões de dólares. Segundo a agência Reuters, a mansão inclui um elevador, sala de sauna e garagem para dez carros.

No início de outubro de 2008, o tablóide National Enquirer publicou que a cantora estaria separada, depois de dois anos de casamento, porque Deryck teria afirmado que preferia desfrutar os milhões de dólares dela ao invés de trabalhar. Porém, a separação não foi confirmada e Avril negou os boatos até então. O casal faturou mais de 18 milhões de dólares em 2008, ficando na 14ª posição entre os que mais faturaram nesse ano, com cerca de 15 milhões de dólares arrecadados apenas pela cantora. Ainda em 2008, surgiram boatos de uma suposta gravidez de Avril, porém tudo foi negado por ela. Lavigne sempre disse que queria engravidar antes dos 30 anos.

O divórcio

Avril separou-se de Deryck no dia 17 de setembro de 2009, mas apenas em 9 de outubro do mesmo ano a separação foi oficializada pela justiça, a partir da justificativa dada pela cantora de "diferenças irreconciliáveis", acompanhado por um pedido de que não fosse concedida pensão ao ex-marido. Após pedido feito por Lavigne, o cantor deixou a casa deles em Los Angeles. Avril deu declarações dizendo que Deryck e ela ainda são amigos, e que está grata pelos anos juntos. Segundo o tablóide inglês The Sun, a canadense era muito nova para se casar na época, e queria "explorar o mundo" sem o cantor. No mesmo mês, Lavigne deixou sua mansão para seu ex-marido.

Casamento com Chad Kroeger

Na primavera de 2010, Lavigne começou a namorar o modelo Brody Jenner. Eles se separaram em janeiro de 2012. Posteriormente, ela começou a namorar o cantor canadense Chad Kroeger, vocalista da banda Nickelback, em fevereiro de 2012. A relação estreitou quando eles se reuniram para co-escrever uma canção para o quinto álbum de estúdio da Avril. Depois de seis meses de namoro, Lavigne anunciou seu noivado com Kroeger, em agosto de 2012. Avril casou com Chad Kroeger em 1 de julho de 2013 na França. E se separou em 2 de setembro de 2015.

Fortuna

Avril Lavigne, desde seu aparecimento na mídia em 2002, se tornou umas das cantoras mais ricas do mundo, segundo a lista anual da revista Forbes. Sua renda em 2007 foi de aproximadamente de 12 milhões de dólares. Em 2008, Avril resolveu vender suas mansões que ficam em Los Angeles e que segundo a mesma revista, disse que isso se deu por causa da crise econômica. Uma delas ficam em Beverly Hills seu anúncio foi em fevereiro de 2007 e com uma venda de US$ 6,9 milhão para US$ 5,8 milhões um ano depois. No mesmo ano, ela arrecadou mais de 13 milhões e volta a lista das mais ricas cantoras do mundo. Quando Avril foi casada com Deryck Whibley, suas fortunas somadas passou para 18 milhões em 2009.

Tatuagens

Lavigne tem uma tatuagem em seu braço direito.


Apenas algumas das tatuagens de Avril são relacionadas a ela. As outras são tatuagens compartilhadas com amigos. Lavigne tinha uma estrela tatuada no interior de seu pulso esquerdo, que combinava o estilo do seu primeiro álbum de estúdio, Let Go. Foram feitas tatuagens idênticas e ao mesmo tempo com o produtor musical Ben Moody. No final de 2004, ela teve um pequeno coração rosa em torno da letra "D" aplicado a seu pulso direito, o que representava o ex-marido, Deryck Whibley. Os dois fizeram mais uma em março de 2010, em comemoração do seu aniversário de 30 anos de Deryck. Em abril do mesmo ano, ela acrescentou outra tatuagem em seu pulso, a de um relâmpago e um número 30. Em julho de 2010, Avril fez mais uma, agora com o nome de Brody na costela.“ Muitos fãs possuem as mesmas tatuagens que eu jamais fiz, mas tenho vistos muitas homenagens a minha pessoa. Elas se parecem comigo. Isso é o mais importante, não é? ”

Seu gosto por tatuagens, no entanto, ganhou repercussão da mídia em maio de 2010, após Lavigne e Jenner terem feito tatuagens com a palavra "fuck" em suas costelas. A cantora foi a capa de junho/julho da revista Inked, onde discutiu e mostrou suas tatuagens, incluindo uma estrela no seu antebraço esquerdo. Avril Lavigne declarou para o site 'OMG Music', que ama ao ver um fã com uma tatuagem sua, principalmente se for um trecho de canção ou seu rosto.

Imagem pública

Quando Lavigne apareceu na mídia pela primeira vez, era conhecida por seu estilo "moleque", em especial sua gravata e suas combinações. Ela preferia usar roupas largas, sapatos de skatistas, pulseiras e, às vezes, cadarços enrolado nos dedos. Durante as sessões de fotos, ao invés de usar brilhantes, ela preferia colocar roupas amassadas e antigas. Em resposta sobre seu estilo, a mídia passou a chamá-la de "princesa do pop-punk".

Lavigne assumiu um estilo mais gótico em seu segundo álbum, Under My Skin. Durante os anos do disco The Best Damn Thing, mudou novamente de estilo, usando um cabelo loiro com uma faixa rosa e roupas mais femininas, incluindo calças jeans justas e saltos altos, e sendo modelo para revistas como Harper's Bazaar. Lavigne defendeu seu novo estilo, dizendo: "Eu realmente não me arrependo de nada. E agora estou crescida, eu sigo em frente." Avril continua a usar o lápis de olho, o que faz desde bem antes de lançar seu primeiro álbum de estúdio. “ Mudei o jeito de me vestir, algo que é normal de se fazer. Mas olho para trás, vejo todas as fotos e todas aquelas coisas estranhas que eu vestia. E era legal vestir calças de skatista e gravata, naquela época.”

Em 2010, ela passou a se alimentar de forma mais saudável e a participar de atividades esportivas, incluindo yoga, hóquei de rua, futebol, patinação e surfe. Em entrevista para a revista StyleList, Lavigne disse que evoluiu muito em comparação a quando tinha 17 anos.

Controvérsias

Avril Lavigne foi acusada três vezes de plágio, envolvendo as canções "Girlfriend", "Contagious" e "I Don't Have to Try".
Os compositores norte-americanos da canção "I Wanna Be Your Boyfriend", de 1979, do grupo The Rubinoos, abriram um processo contra Avril, acusando-a de ter copiado o refrão dessa música em "Girlfriend". Nesse single, Avril canta no refrão Hey hey, you you, I could be your girlfriend, o que seria muito parecido com Hey hey, you you, I wanna be your boyfriend, da canção cantada pelos The Rubinoos.

Terry McBride, empresário de Avril, defendeu a cantora, afirmando que ela nunca ouvira a música do grupo, e que essa era um hit menor, lançado antes mesmo dela ter nascido. Sobre a similaridade apontada, afirmou ainda que o termo hey you é usado em muitas letras, e que o grupo The Rubinoos poderia então ser acusado de ter plagiado o verso Hey! You! Get off of my cloud dos Rolling Stones.

Ao final, houve acordo, pois os autores do processo reconheceram que as similaridades entre as canções são devido a expressões comuns em muitas letras de canções. Bem, eles não ganharam. (risos) Mas isso acontece toda hora no mundo da música. Eu não sou a primeira artista nem vou ser a última que vai passar por isso. ”

Chantal Kreviazuk, que foi co-autora de canções do álbum Under My Skin, acusou Avril de lançar a canção Contagious, que ela teria mostrado para a canadense, sem lhe dar os devidos créditos, dizendo então que a cantora "cruza a linha da ética", mas que não iria processá-la, apenas não trabalharia mais com Lavigne.

Avril alegou que a canção que lançou foi composta por ela junto com o Evan Taubenfeld e era apenas uma coincidência que o título da música fosse igual ao de uma que Chantal a enviara alguns anos antes. Por fim a cantora ameaçou processar Chantal por suas declarações, mas essa então se retratou, enviando uma carta de desculpas.

Após essas acusações, surgiram na internet novas suspeitas contra a cantora, desta vez em relação à canção I Don't Have to Try, com a canção I'm the Kinda, da cantora Peaches. Conforme a revista Rolling Stone, os primeiros vinte segundos da canção de Avril são praticamente idênticos à de Peaches, lançada em 2003.

Filantropia
Logotipo da fundação filantrópica The Avril Lavigne Foundation.


Avril Lavigne reverteu o lucro da compilação Peace Songs, que continha a regravação de Knockin' on Heaven's Door, de Bob Dylan, à fundação War Child, junto com o ex-Beatle Paul McCartney.[349] Todo o dinheiro arrecadado pela campanha foi doado para crianças vítimas da guerra no Iraque em 2003.

Ela participou do show Unite Against Aids, apresentado por ALDO com apoio da Unicef, em 28 de novembro, no Bell Center em Montreal, Quebec, Canadá. Marie-Mai e Sarah McLachlan também participaram do show beneficente. Um show no GM Place, em Vancouver, realizado para arrecadar recursos para ajudar as vítimas do tsunami que atingiu o sul da Ásia e matou 178 mil pessoas em 11 países em 2004, reuniu diversos artistas e bandas do país, como a cantora e a banda Sum 41. A agência de notícias Reuters publicou textos sobre a organização Musicians On Call, e citou Lavigne como um dos artistas que já participaram do projeto. Fundada há 10 anos, a organização tem como finalidade dar apoio emocional a pacientes de hospital através de shows acústicos nos quartos.

Lavigne doou um par de sapatos para a Clothes Off Our Back, uma organização que beneficia instituições de caridade através de leilões de bens utilizados por celebridades. Todo o dinheiro do leilão foi doado para instituições auxiliadas pela COOB. A cantora fez também a doação de sua canção When You're Gone para o CD da campanha de caridade chamada Imagine There's No Hunger, que arrecadou dinheiro na luta contra a fome e miséria no mundo, em outubro de 2008. Na passagem pela China em sua última turnê de 2008, Avril aproveitou os shows que fez para arrecadar dinheiro contra a miséria e para ajudar crianças com deficiência motora. A cantora também visitou a cidade de Sichuan, onde entregou presentes para crianças que sofreram danos causados pelo terremoto de Sichuan de 2008.

Avril Lavigne na ONG Meninos do Morumbi em São Paulo.


Avril envolveu-se no projeto Race to Erase MS (Multiple Sclerosis) da Fundação Nancy Davis, em prol do tratamento e cura da esclerose múltipla. O evento aconteceu em 17 de maio de 2010 no Hyatt Regency Century Plaza, em Los Angeles, com participações de artistas para arrecadação de fundos.“ Eu conheci a Nancy e aprendi sobre esclerose múltipla, que é uma doença terrível e que afeta principalmente mulheres jovens de 20 a 40 anos. Então, farei o que eu puder para criar uma conscientização. Estou muito feliz por estar aqui hoje e por me apresentar, enfim, fazer o que eu puder.”

A cantora fez um comercial para a televisão da marca Wyclef Jean, uma empresa de calçados e roupas da Timberland, junto com o cantor Brad Paisley, na Times Square, em Nova Iorque. Para cada par de botas Timberland vendidos, dois dólares são doados para a ONG Yele Haiti Jean's Foundation, que ajuda o reflorestamento no Haiti. No México, Avril Lavigne participou do Teleton mexicano, que cuida de crianças com necessidades especiais, com mais de 10 mil pessoas presentes, no Auditorio Nacional. Até o momento em que a cantora esteve no palco foram arrecadados mais de 390 milhões de pesos mexicanos, e Lavigne cantou as canções "Complicated" e "Girlfriend", o que, segundo um dos principais sites do país, ajudou a aumentar os donativos para campanha de caridade.

Em campanha de 2010 contra a acne, feita pela Proactiv, Lavigne e Katy Perry emprestaram seus rostos para gravar um comercial falando a respeito dessa doença. Elas assinaram com a Guthy-Renker para interpretar um papel proeminente no lançamento da campanha. Lenny Lieberman, responsável pelo estúdio Guthy-Rencer e produtor dos comerciais, fez críticas construtivas a cantora canadense sobre sua atuação.“ Eu tentei de tudo para me livrar das espinhas – pasta de pentes, álcool, óleos de chás medicinais, lavar meu rosto cinco vezes por dia e até usar loção pós-barba para homens. Não foi legal. E tudo isso só fez minha pele ficar mais vermelha e irritada.”


Após o terremoto do Haiti de 2010, Avril e vários outros artistas canadenses regravaram a canção Wavin' Flag de K'naan, que foi lançada em 11 de março de 2010, revertendo todo o faturamento em prol das vítimas no país. Avril Lavigne concedeu a canção Nobody’s Home para uma coletânea chamada Aid Still Required, cujo objetivo é arrecadar recursos para a reconstrução e reestruturação da região do Oceano Índico atingida pelo tsunami de dezembro de 2004. O disco custa 10 dólares e também conta com músicas de Paul McCartney, Eric Clapton, Maroon 5 e John Lennon.

The Avril Lavigne Foundation

Em 15 de setembro de 2010, a cantora inaugurou a The Avril Lavigne Foundation R.O.C.K.S, sua fundação filantrópica que tem a intenção de ajudar as crianças e jovens que sofrem de qualquer tipo de deficiência e doenças graves.

R.O.C.K.S., a sigla do nome da fundação, significa "Respeito, Oportunidade, Escolhas, Conhecimento e Força" em tradução para o português. A cantora disse que a ideia de criar a instituição veio de ver as experiências de vida dos seus fãs que sofrem de deficiências ou doenças graves. "Significa muito para mim poder retribuir para pessoas que me inspiraram tanto", disse a cantora.

A fundação tem parceria como outras instituições como Easter Seals, Make-A-Wish Foundation e a The Nancy Davis Foundation for Multiple Sclerosis. Para ajudar na arrecadação, Avril lançou no final de setembro de 2010 um livro em língua inglesa chamado Avril Lavigne: Celebrity with Heart que contém mais de 100 páginas. A instituição já arrecadou mais de meio milhão de dólares.


Em 16 de abril de 2015, Avril lançou pela sua fundação o single "Fly", e toda a receita proveniente da venda da canção será doada para a organização esportiva Special Olympics.

FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Avril_Lavigne