terça-feira, 22 de setembro de 2009

The Pop's


The Pop's - conjunto de rock instrumental formado em 1963 por três estudantes da Escola Técnica Federal Celso Sucow da Fonseca, no bairro carioca do Maracanã. Sílvio Parada, o Silvio, cursava Edificações, seu irmão José Henrique Parada, o Parada, fazia Eletrônica, e Alípio F. Filho, o Pippo era do curso de Eletrotécnica. Reuniam-se constantemente no amplo pátio da escola para tocar violão e conversar sobre música. Resolveram criar, inicialmente, um trio, com Silvio no baixo, Parada, na bateria e Pippo, na guitarra rítmica. Após a compra dos instrumentos começaram a ensaiar.

O nome do conjunto surgiu durante uma aula de inglês, quando Silvio pediu ao professor um nome e este sugeriu The Pop's, por ser curto e de fácil memorização. Pouco depois, o conjunto passou a contar com a presença do guitarrista solo Waldemiro, conhecido como Mirinho. Gravaram o primeiro disco em 1963, um compacto simples, pela gravadora RCA Victor, com as músicas "Eu Que Amo Somente A Ti", de Sérgio Endrigo, e "Não Brigaremos Mais".

Eu Que Amo Somente A Ti


Em 1964, o conjunto sofreu sua primeira modificação com a saída de Mirinho e a entrada de João Augusto César, o J. César, considerado "um dos mais perfeitos solistas de guitarra do Rio de Janeiro", segundo o pesquisador Laércio Pacheco. Na época, J. César era conhecido como Júlio César, conforme consta na contra capa do primeiro LP do conjunto. Por essa época, ao se apresentarem no programa "José Messias", na TV Continental, foram convidados pelo apresentador Flávio Cavalcanti para participar do programa dele. Ao mesmo tempo, o apresentador lhes lançou um desafio de tocar um pot-pourri de músicas do cancioneiro popular brasileiro. Venceram o desafio e isso tornou o conjunto mais conhecido ainda.

Em 1965, já pelo selo Equipe, gravaram novo compacto simples com as músicas "O Fusca Do Pedrinho" e "Atirei O Limão N'água".


Em 1966, lançaram um compacto duplo com as músicas "Jingle Bells", tema natalino tradicional, um pot-pourri de Natal com as canções "O Velhinho", de Otávio Babo Filho, "Boas Festas", de Assis Valente, e "Noite Feliz (Silent Night)", de Franz Gruber, um pot-pourri de aniversário com as composições "Parabéns A Você (Happy Birthday To You)", de Mildred J. Hill e Patty S. Hill, na consagrada versão de Léa Magalhães, e a "Canção de Aniversário", de José Maria de Abreu e Alberto Ribeiro, além do clássico hino "Ave-Maria", de Charles Gounod.



Na Base do IÊ, IÊ, IÊ


No mesmo ano, gravaram o primeiro LP, intitulado "Na Base do IÊ, IÊ, IÊ", com as músicas "Seleção Iê-iê-iê'', na realidade, um pot-pourri com os clássicos da música popular brasileira "Eu Sonhei Que Tu Estavas Tão Linda", de Lamartine Babo e Francisco Matoso, "Maria", de Ary Barroso e Luis Peixoto, "Linda Flor (Ai Ioiô)", de Henrique Vogeler, Luis Peixoto e Marques Porto, "Saudade da Bahia", de Dorival Caymmi, "Ai Que Saudades da Amélia", de Ataulfo Alves e Mário Lago, "Casinha Pequenina", de Guimarães Passos, e "As Pastorinhas", de João de Barro e Noel Rosa, além de "Solidão", ""Meu Sonho", "Hit Pops", "Inspiração", e "Trovoada", todas do guitarrista Julio César, "Atravessando Rio Wersey", de JanyMadson, "Quero Que Vá Tudo Pro Inferno", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, "Te Esperarei", de R. Gianco e Pieretti, " I've Got Sand In My Shoes", de Arthur Resnick e Kenny Young, "I NeedYou", de George Harrison, e um pot-pourri de cantigas de roda intitulado "'Ciranda Iê-iê-iê'' com as tradicionais canções "Roda Pião", "Terezinha de Jesus", "Ciranda Cirandinha", "O Cravo Brigou Com A Rosa" e "Eu Sou Pobre, Pobre, Pobre". Nesse LP, o instrumental do conjunto ficou assim constituído: "Julio César", Guitarra solo; Silvio José, Guitarra base; Pippo, Guitarra centro, e Parada, Bateria.

Atravessando Rio Wersey

Em 1967, foi lançado o LP "The Pop's" último do conjunto com a formação Julio César (Guitarra solo), Silvio José (Guitarra base), Pippo (Guitarra centro) e Parada (Bateria). Nesse disco foram interpretadas um pot pourri intitulado ''As 7 Maravilhas Nº 2'' com as músicas "Valsa da Despedida", tema tradicional, "Cinco Letras Que Choram (Adeus)", de Silvino Neto, "Chão de Estrelas", de Sílvio Caldas e Orestes Barbosa, "Meu Consolo É Você", de Antônio Nássara e Roberto Martins, "Palpite Infeliz", de Noel Rosa, "O Orvalho Vem Caindo", de Noel Rosa e Kid Pepe, e "Estrela do Mar", de Marino Pinto e Paulo Soledade. Além desse, mais dois pot-pourris, ''Ciranda IêIêIê Nº 2'', com os temas tradicionais "Escravos de Jó", "Pai Francisco", "Atirei O Pau No Gato", "Eu Fui No Tororó", e "Eu Entrei Na Roda", e o terceiro, ''Recordando o Carnaval'', com os temas carnavalescos "Tristeza", de Haroldo Lobo e Niltinho Tristeza, "Vem Chegando A Madrugada", de Noel Rosa de Oliveira e Zuzuca, "Ôba", e "Na Onda do Berimbau", ambos sambas de sucesso de Oswaldo Nunes, "Forget Him", de Mark Anthony, "Tchinf", de Julio César, "Não Me DeixeSó (I Only Want To He With You)", de I. Raymonde e Mike Hawker, "The More I See You", de Harry Warren e Mack Gordon, "Torna A Surriento", de Ernesto de Curtis, "Driftin", de Marvin, "Day Tripper", de John Lennon e Paul McCartney, "Ave-Maria", de Erothides de Campos, e "Cosy", de Schuman e Garson.

Logo depois, Júlio César, o J. César, como passaria a ser conhecido, saiu do conjunto. Em seu lugar ingressou o guitarrista Euclides Francisco de Paula Filho, o Euclides, que já atuara no conjunto Luizinho e Seus Dinamites".

La Leyenda Del Beso

Em 1968, já com a nova formação com Euclides (Guitarra solo), Pipo (2ª Guitarra), Parada (Bateria) e Silvio (3ª Guitarra), gravaram o LP "The Pop's" com três pot-pourris: "7 Maravilhas Nº 3'', com as músicas "O Guarani", de Antônio Carlos Gomes, "Última Inspiração", de Peterpan, "Lábios Que Beijei", de J. Cascata e Leonel Azevedo, "Cabelos Brancos", de Herivelto Martins e Marino Pinto, "Caminhemos", de Herivelto Martins, "Feitiço da Vila", de Noel Rosa e Vadico, e "Pra Você Gostar de Mim (Taí)", de Joubert de Carvalho; ''Recordando Boleros'', com os boleros "BesameMucho", de Consuelo Velasquez, "Que Murmuren", de Rubén Fuentes e Rafael Cardenas, "Vereda Tropical", de Gonzalo Curiel, "Sabor A Mi", de Álvaro Carrillo, e "Quando Tu Me Quieras", de Raul Shaw Moreno e Mário Barrios, e ''Ciranda Iê-iê-iê Nº 3'' com as tradicionais canções de roda "Caranguejo Peixe É", "Nesta Rua Tem Um Bosque", "A Carrocinha", "Passaraio", "Onde Está a Margarida" e "Samba Lelê". Gravaram também as composições "Driving Guitar", de Wilson, Bogle e Edwards, "La Leyenda Del Beso", de ReverianoSoutullo e Juan Vert, "Noturno", de Frédéric Chopin, "Johnny Guitar", de Victor Young e Peggy Lee, "Andalucia", de Ernesto Lecuona, "Caravan", de Duke Ellington, Irving Mills e Juan Tizol, "Mr. Motto", de Richard Dilvi, "Concerto Nº 1", de Tchaikovsky, e "Meu Coração a Ti Pertence", de Franz Lehar.

Recordando Boleros

Ciranda Iê-iê-iê Nº 3

Mr. Motto

Caravan

Noturno

Ainda em 1968, o grupo gravou o LP "Agora É Samba" com o qual passavam a seguir o sambalanço, então em voga, misturando samba e rock. Nesse disco gravaram dois pot-pourris, o ''Agora É Samba Nº 1'', com o sambas "Rolei", de Paulo Aguiar e Milton Rocha, "A Fonte Secou", de Monsueto, Tufic Lauar e Marcléo, "Não Me Diga Adeus", de Paquito, Luis Soberano e João Correia da Silva, "Na Cadência do Samba", de Ataulfo Alves e Paulo Gesta, e "Atire A Primeira Pedra", de Ataulfo Alves e Mário Lago. Já o segundo pot-pourri, 'Agora É Samba Nº 2'', incluiu os sambas"Chora Doutor", de J. Piedade, Orlando Gazzaneo e J. Campos, "Agora É Cinza", de Alcebíades Barcelos "Bide" e Armando "Marçal", "Eu Agora Sou Feliz", de José Bispo, o ''Jamelão'' e Mestre Gato, "Lata D'Água", de Luis Antônio e Jota Júnior, e "Império do Samba", de Zé da Zilda e Zilda do Zé.


Também fizeram parte do LP os sambas "Amor de Carnaval", de Zé Keti, "Desespero de Causa", de Jorge de Castro e José Utrini, "Despedida de Mangueira", de Benedito Lacerda e Aldo Cabral, "Copacabana", de João de Barro e Alberto Ribeiro, "Se Você Jurar", de Ismael Silva, Nilton Bastos e Francisco Alves, "Não Tenho Lágrimas", de Max Bulhões e Milton de Oliveira, "Exaltação À Mangueira", de Enéas Brites da Silva e Aloísio Augusto da Costa, "A Voz do Morro", de Zé Keti, "Samba Fantástico", de José Toledo, Jean Manzon, Leônidas Autuori e Paulo Mendes Campos, e "Jarro da Saudade", de Mirabeau, Daniel Barbosa e Geraldo Blota.

Ainda em 1968, foi lançado o LP "O Baile" com um repertório dançante constando dois Pot-pourris, o primeiro com as músicas "Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, "Live For Life (VivrePourVivre)", de Francis Lai e Pierre Barouh, versão de Norman Gimbel, "L'amour Est Bleu (Love Is Blue)", de André Popp e Pierre Cour, "With a Little Help FromMyFriends", de John Lennon e Paul McCartney, "Can'tTakeMyEyes Off You", de Bob Crewe e Bob Gaudio, "Molambo", de Jaime Florence "Meira" e Augusto Mesquita, "Sá Marina", de Antônio Adolfo e Tibério Gaspar, "Moliendo Café", de José Manzo, "Uno Tranquilo", de Mario Panzeri, Lorenzo Pilat e Daniele Pace, "Quero Lhe Dizer Cantando", de Renato Corrêa e Reynaldo Rayol, "A Chuva Que Cai (E' La Pioggia Che Va)", de Mogol e Bob Lind, versão de Antônio Marcos, "Bilhetinho Apaixonado", de Niquinho e Othon Russo, "Você Não Serve Pra Ser Meu Namorado", de Cláudio Fontana e Wanderley Cardoso, "Agora É Tarde", de Roberto Corrêa e Sylvio Son, e "What'd I Say", de Ray Charles. Já o segundo pot-pourri incluiu as músicas "And I Love Her", de John Lennon e Paul McCartney, "Última Canção", de Carlos Roberto, "A Pobreza", de Renato Barros, "Tira a Mão Daí", autoria coletiva do grupo, "Alegria, Alegria", de Caetano Veloso, "Valsa do Imperador", de J. Strauss, "Quizás, Quizás, Quizás", de Osvaldo Farrés, "Adios Muchachos", de César Vedani e Julio César Sanders, "Paraíba", de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, "Tiro LiroLiro", de José de Souza Pinto, "O Sanfoneiro Só Tocava Isso", de Haroldo Lobo e Geraldo Medeiros, "Até Quarta-Feira", de Paulo Sette e Umberto Silva, "Voltei", de Oswaldo Nunes e Celso Castro, "Está Chegando A Hora", tema tradicional mexicano adaptado por Henricão e Rubens Campos, "Cidade Maravilhosa", de André Filho, e "Daqui Não Saio", de Paquito e Romeu Gentil.

No auge da Jovem Guarda foi o conjunto que mais realizou bailes. Foi também o preferido para fazer acompanhamento de diferentes artistas em programas de Rádio e TV tais como "Festa do Bolinha" e "Programa do Chacrinha", na TV Rio; "Programa Jovem Guarda", na TV Record e "Programa Chico Anísio Show", na TV Excelsior, além de programas de auditório nas Rádios Nacional, Tupi e Mauá.


Em 1969, seguindo a adesão do conjunto ao samba-rock, gravaram com o cantor e compositor Oswaldo Nunes o LP "Tá Tudo Aí! - Oswaldo Nunes e The Pop's" com as músicas "Tá Tudo Aí", "Você Deixa", "Tamanqueiro", "Dendeca", "Doce Canção", "Chorei Chorei" e "Canto da Sereia", todas de Oswaldo Nunes, além de "Cascata", de Oswaldo Nunes e A. Marcilac, "Mulher de Malandro", de Celso Castro e Oswaldo Nunes, "Cateretê", de Arnoldo Silva e Odair José de Araújo, "Outro Amor de Carnaval", de Raul Borges, Oswaldo Nunes e Humberto de Carvalho, e "Guerra Santa", de Ciro de Souza e Mário Rossi.

No mesmo ano, lançaram o LP "Feliz Natal" com as canções natalinas "Noite Feliz (Silent Night)", de Franz Gruber, "Pinheirinho de Natal (O Tannenbaum)", tema tradicional adaptado por Ernst Anschütz, "Sleigh Ride", de Leroy Anderson e Mitchell Parish, "O Bom Velhinho", de Otávio Babo Filho, "E Nasceu Jesus", de Orlandivo e Roberto Jorge, "Natal das Crianças", de Blecaute, "Boas Festas", de Assis Valente, "Aleluia", de Georg Friedrich Händel, e "White Christmas", de Irving Berlin, além dos temas tradicionais "Valsa da Despedida", "Jingle Bells" e "Adeste Fidelis".


Ainda em 1969, o conjunto gravou mais dois LPs, "5º Aniversário", com cinco pot pourris: ''Seleção 5º Aniversário'', com "Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, "You Only Live Twice", de John Barry e Leslie Bricusse, "LovesIs Blue (L'amour Est Bleu)", de André Popp e Pierre Cour, e "With a Little Help FromMyFriends", de John Lennon e Paul McCartney; ''As 7 Maravilhas Nº 2'', com "Valsa da Despedida", tema tradicional, "Cinco Letras Que Choram (Adeus)", de Silvino Neto, "Chão de Estrelas", de Sílvio Caldas e Orestes Barbosa, "Meu Consolo É Você", de Antônio Nássara e Roberto Martins, "Palpite Infeliz", de Noel Rosa, "O Orvalho Vem Caindo", de Noel Rosa e Kid Pepe, e "Estrela do Mar", de Marino Pinto e Paulo Soledade; ''Samba Canção'', com "Folha Morta", de Ary Barroso, "Marina", de Dorival Caymmi, e "Laura", de João de Barro e Alcyr Pires Vermelho; ''Recordando Boleros'', com "BesameMucho", de Consuelo Velasquez, "Que Murmuren", de Rubén Fuentes e Rafael Cardenas, "Vereda Tropical", de Gonzalo Curiel, "Sabor A Mi", de Álvaro Carrillo, e "Quando Tu Me Quieras", de Raul Shaw Moreno e Mário Barrios, e ''As 7 Maravilhas Nº 1'', com "Eu Sonhei Que Tu Estavas Tão Linda", de Lamartine Babo e Francisco Matoso, "Maria", de Ary Barroso e Luis Peixoto, "Linda Flor (Ai Ioiô)", de Henrique Vogeler, Luis Peixoto e Marques Porto, "Saudade da Bahia", de Dorival Caymmi, "Ai Que Saudades da Amélia", de Ataulfo Alves e Mário Lago, "Casinha Pequenina", tema tradicional, e "Pastorinhas", de João de Barro e Noel Rosa, além das composições "O Forasteiro", de Jorge Dias Cardoso e Pippo, "Poinciana", de Nat Simon e Buddy Bernier, "Day Tripper", de John Lennon e Paul McCartney, "Johnny Guitar", de Victor Young e Peggy Lee, "La Leyenda Del Beso", de ReverianoSoutullo e Juan Vert, "Tchinf", de Julio César, e "Atravessando Rio Wersey", de JanyMadson.


Já o quarto LP desse ano intitulou-se "The Pops", e novamente, como era comum nos discos do grupo de rock instrumental, apresentou dois pot-pourris, quase sempre com clássicos de diferentes gêneros, como ''As Sete Maravilhas Nº 4'' com as músicas "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso, "Carinhoso", de Pixinguinha e João de Barro, "Risque", de Ary Barroso, "A Noite do Meu Bem", de Dolores Duran, "No Rancho Fundo", de Ary Barroso e Lamartine Babo, "Favela", de Roberto Martins e Waldemar Silva, e "Confete", de David Nasser e Jota Júnior.

O segundo pot-pourri, com ''Samba Canção'', com "Folha Morta", de Ary Barroso, "Laura", de João de Barro e Alcyr Pires Vermelho, "Marina", de Dorival Caymmi, "Branca", de Zequinha de Abreu, "O Forasteiro", de Jorge Dias Cardoso e Pippo, "Poinciana", de Nat Simon e Buddy Bernier, "Despertar da Montanha", de Eduardo Souto, "Ave-Maria", de Vicente Paiva e Jaime Redondo, "Esfinge", de Oliveiros Alves Cordeiro, "Sons de Carrilhões", de João Pernambuco, "Sonhos de Amor", de Franz Liszt, e "Falando ao Coração", de Oliveiros Alves Cordeiro, além dos frevos "Evocação", de Nelson Ferreira, e "Vassourinhas", de Mathias da Rocha e Joana Batista Ramos.


Em 1970, o grupo lançou três LPs, sempre mantendo o estilo de interpretar clássicos da música popular brasileira em arranjos de rock. O primeiro desses LPs se chamou "Afirmação/ 70" com os fonogramas: "Venus", de Robbie Van Leeuwen, "Hit Pops" e "Trovoada", de Julio César, "Driftin", de Marvin, "Caravan", de Duke Ellington, Irving Mills e Juan Tizol, "Dreamin' Thill Them", de Mark James, "Branca", de Zequinha de Abreu, "Despertar da Montanha", de Eduardo Souto, e "Ave-Maria", de Erothides de Campos, além de três pot-pourris: ''Seleção'', nome alusivo à seleção brasileira que naquele ano disputaria a Copa do Mundo no México, com as músicas "Molambo", de Jaime Florence "Meira" e Augusto Mesquita, "Sá Marina", de Antônio Adolfo e Tibério Gaspar, "Moliendo Café", de José Manzo, e "Uno Tranquilo", de Mario Panzeri, Lorenzo Pilat e Daniele Pace; ''As 7 Maravilhas Nº 3' com "O Guarani", de Antônio Carlos Gomes, "Última Inspiração", de Peterpan, "Lábios Que Beijei", de J. Cascata e Leonel Azevedo, "Cabelos Brancos", de Herivelto Martins e Marino Pinto, "Caminhemos", de Herivelto Martins, "Feitiço da Vila", de Noel Rosa e Vadico, e "Pra Você Gostar de Mim (Taí)", de Joubert de Carvalho, e ''Ciranda IêIêIê'' com as cirandas infantis "Roda Pião", "Terezinha de Jesus", "Ciranda Cirandinha", "O Cravo Brigou Com A Rosa" e "Eu Sou Pobre, Pobre, Pobre", todas de domínio público.

O segundo LP do ano de 1970 se chamou "Reação" que incluiu as composições "TheyCall The Wind Maria (Do Filme ''Os Aventureiros do Ouro''), de Alan Jay Lerner e Frederick Loewe, "Garotinha", de Álvaro Castilho e Tony Carvalho, "Arizona", de K. Young, "Jam Up And Jelly Tight", de T. Roe e F. Weller, "Dreamin' Thill Them", de Mark James, "No Time", de Randy Bachman e Burton Cummings, "O QueVouFazer", do grupo, "Raindrops Keep Falling On My Head", de Burt Bacharach e Hal David, "Swingin Tight (VamosVoltar)", de J. Ross, versão de Deofranci, "Baby I Couldn't See", de Dave Myers e John Worsley, "Atlantis", de DonovanLeitch, e "Sozinho no Mundo", de ElvoIzidoro Baptista e José Almeida Cerdeira.


Finalmente, o terceiro LP foi uma comemoração dos 6 anos de atuação do conjunto e se chamou "6º Aniversário", disco que teve como faixa de abertura a ''Seleção 6º Aniversário'' com as composições "Quero Lhe Dizer Cantando", de Renato Corrêa e Reynaldo Rayol, "A Chuva Que Cai (E' La Pioggia Che Va)", de Mogol e Bob Lind, versão de Antônio Marcos, "Bilhetinho Apaixonado", de Niquinho e Othon Russo, "Você Não Serve Pra Ser Meu Namorado", de Cláudio Fontana e Wanderley Cardoso, "Agora É Tarde", de Roberto Corrêa e Sylvio Son, e "What'd I Say", de Ray Charles. As demais faixas foram reinterpretação de composições já gravadas anteriormente.

Em 1971, lançaram o LP "7º Aniversário" com o seguinte repertório: "Menina da Ladeira", de João Só, "Sonho de Amor", de Franz Liszt, "Meu Pequeno Cachoeiro", de Raul Sampaio, "Ave-Maria", de Vicente Paiva e Jaime Redondo, "Evocação", de Nelson Ferreira, "Shirley Sexy", de Fred Falcão e Arnoldo Medeiros, "Ana", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, "Falando ao Coração", de Oliveiros Alves Cordeiro, e "Paixão de Um Homem", de Waldick Soriano, além do pot-purri ''Recordando Carnaval'' com as marchas "Até Quarta-Feira", de Paulo Sette e Umberto Silva, "Voltei", de Oswaldo Nunes e Celso Castro, "Está Chegando A Hora" tema tradicional mexicano adaptado por Henricão e Rubens Campos, "Cidade Maravilhosa", de André Filho, e "Daqui Não Saio", de Paquito e Romeu Gentil.


Já o segundo LP foi intitulado "Estas São ''Joinhas''... ''Joinhas''... Tá Falado?" com as músicas "Oh Me Oh My (I'm A Fool For You Baby)", de Jim Doris, "Mudei de Idéia", de Antônio Carlos Pinto e Jocafi, "De Tanto Amor" e "Amada Amante", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, "Ovo de Codorna", de Severino Ramos, "Você Não Entende Nada", de Caetano Veloso, "I If", de David Gates, "Impossível Acreditar Que Perdi Você", de Márcio Greyck e Cobel, "Love Story", de Carl Sigman e Francis Lai, e "Você Também É Responsável", de Dom e Ravel.

Segundo informações do pesquisador Laércio Pacheco, esse LP foi gravado na verdade pelo conjunto The Franck's, que futuramente seria conhecido como Roupa Nova, e que na ocasião utilizou o nome The Pop's. O grupo original, na realidade, já se encontrava dissolvido.

Em 1972, foi lançado o LP "Rio Amigo", que contou com dez composições de autoria de Alípio F. Filho, o Pipo, guitarrista da banda. Foram elas "Rio Amigo", "Sempre Só", de "Só Minha", "Mais Capim", "Se Você Voltar", "Sem Dinheiro" e "A Caranga", todas com Deofranci, "Vamos Voltar (SwinginTight)", de J. Ross, em versão de Deofranci e Pipo, "Mina Malú", de Pipo e Morais, e "O Apocalipse", de Pipo e Cerdeira. Nesse LP, o conjunto já se encontrava totalmente modificado, sendo então integrado por: Pedrinho, na guitarra solo; Neguinho, nos teclados; Paulinho, no baixo; Zezinho, na bateria, e Pipo, único remanescente do conjunto original, na guitarra ritmo. Nesse disco e nos dois últimos LPs do conjunto, ainda segundo Laércio Pacheco, "Neles pode-se verificar uma grande diferença no estilo de tocar e as músicas são na maioria lentas e românticas, fugindo das características e batida marcante do grupo."


Em 1975, lançaram o LP "Mexa-se - Rock and Roll e Outros Ritmos - The Pop's" com a interpretação das músicas "Keep On Rocking", de Le, Holder, Powel e Hill, "Rebel Rebel", de David Bowie, "Was Wrong", de I. Dee, "Seaside Shuffle", de J. G. Lewis, "Let The Good Times Roll", de Lea, "Rockin' Roll Baby", de Thom Bell e Linda Creed, "Feel The Need In Me", de Tilmon Jr. E Allen, "Travelin' Band", de John Fogerty, "Too Busy Thinking About My Baby", de Norman Whitfield, Barrett Strong e Janie Bradford, e "Skweese Me Please Me", de Holder e Lea.


Em 1976, foi lançado o último LP do grupo, intitulado "... Agora o Melhor", contando de seis pot-pourri: "A Lua E Eu", de Cassiano e Paulo Zdanowski, "Primavera (Vai Chuva)", de Cassiano e Sílvio Rochael, e "Travessia", de Milton Nascimento e Fernando Brant, no primeiro; "Quando as Crianças Sairem de Férias", "Debaixo dos Caracóis dos Seus Cabelos", e "Além do Horizonte", as três de Roberto Carlos e Erasmo Carlos, no segundo; "Eu E A Brisa", de Johnny Alf, "Gente Humilde", de Garoto, Vinicius de Moraes e Chico Buarque, e "Duas Contas", de Garoto, no terceiro; "Palpite Infeliz", de Noel Rosa, "Se Acaso Você Chegasse", de Lupicínio Rodrigues e Felisberto Martins, e "Aquarela do Brasil", de Ary Barroso, no quarto; "Vai Ficar Na Saudade", de Benito Di Paula, "Juventude Transviada", de Luiz Melodia, e "Pecado Capital", de Paulinho da Viola, no quinto, e, finalmente, "Por Causa de Você", de Tom Jobim e Dolores Duran, "Ternura Antiga", de Dolores Duran e Ribamar, e "Ninguém Me Ama", de Fernando Lobo e Antônio Maria.

Nos anos 1990, o grupo voltou a atuar, desta vez com a seguinte formação: Max, na guitarra solo; Silvio Parada, no baixo; Beto Martins, na guitarra ritmo; Luiz Coppola, nos teclados e Parada, na bateria. Neste retorno, gravaram 4 CD, sendo um deles intitulado "Novamente" e os outros três com regravações de antigos sucessos do grupo original.

No início dos anos 2000 o conjunto passou por nova reformulação, permanecendo apenas o baixista Silvio Parada do grupo original. O novo conjunto passou a contar ainda com Fernando Duarte, na guitarra ritmo; Paulo Roberto Cursino de Souza, na bateria e José Vitor da Silva Ricchezza, na guitarra solo.






fonte

http://dicionariompb.com.br/the-pops/dados-artisticos

http://www.jovem-guarda.com/thepops.htm

http://mp3red.me/22546701/the-pop-s-falando-ao-coracao.html

domingo, 13 de setembro de 2009

Jennifer Lopez


Jennifer Lynn Lopez (Nova Iorque, 24 de julho de 1969), também conhecida como J.Lo, é uma atriz, cantora, dançarina, compositora, produtora musical, jurada de tv, estilista, filantrópica e produtora de televisão norte-americana de ascendência porto-riquenha. É a pessoa descendente de latino-americanos mais rica em Hollywood, de acordo com a revista Forbes e a artista hispânica mais influente nos Estados Unidos, de acordo com a lista dos cem hispânicos mais influentes, da revista People en Español.

Começou sua carreira como dançarina, na série humorística de televisão In Living Color. Logo em seguida, começou a atuar, ganhando papéis principais em Selena (1997), Out of Sight (1998) e Angel Eyes (2001), com os quais ela ganhou o ALMA Awards por sua atuação. Também atuou em A Cela (2000), The Wedding Planner (2001), Maid in Manhattan (2002), Shall We Dance? (2004) e Monster-in-Law (2005). Rainha de Vegas.

Em 1999, ela se lançou na música com seu álbum de estréia, On the 6, que debutou no top dez da tabela americana e emplacou o single "If You Had My Love" no primeiro lugar da Billboard Hot 100, sendo o primeiro número um de J-Lo, assim como colocou o hit "Waiting for Tonight" no top 10, na oitava posição. Seu segundo álbum, J.Lo, se tornou seu primeiro álbum a estrear na primeira posição da Billboard 200 e dele foi extraído o single "Love Don't Cost A Thing", que atingiu a terceira posição.

If You Had My Love

Waiting for Tonight

Love Don't Cost A Thing

Depois, lançou seu segundo álbum consecutivo a estrear em primeiro lugar, o J to tha L-O! The Remixes.


Seu terceiro álbum de estúdio, This Is Me... Then (2002), estreou na segunda posição e lançou o single "Jenny from the Block", que chegou ao terceiro lugar na Hot 100. 

Jenny from the Block

Na segunda posição, estreou, também, seu quarto álbum de estúdio, Rebirth (2005).

Rebirth

Em 2007, Jennifer lançou dois álbuns, incluindo seu primeiro álbum totalmente em espanhol, Como Ama una Mujer e seu quinto álbum de estúdio em inglês, Brave.


Possui sua própria linha de perfumes, que se tornou a linha de fragrâncias mais bem-sucedida no mundo entre as celebridades. Sua fragrância, Glow by J.Lo, foi o perfume número 1 em mais de nove países por mais de quatro meses. Ela foi a inspiração para a criação do Google Imagens, devido o vestido verde Versace usado no Grammy de 2000, onde as buscas pelo nome "J.Lo" e o vestido foram as maiores da história do serviço até aquele momento.

Classificada pelo VH1 na posição 15 na lista dos "Cem Maiores Ícones da Cultura Pop", posição 16 na lista das "Cem Maiores Mulheres Na Música", e na posição 21 na lista das "50 Maiores Mulheres na Era do Vídeo". É uma das poucas artistas a terem êxito tanto no cinema, quanto na música.

Ao longo de sua carreira, Lopez conseguiu feitos nunca alcançados ou igualados até hoje. Em 2001, ela entrou pra história por ser a primeira, e até agora, a única artista a ter um filme e um álbum em primeiro lugar na mesma semana ao mesmo tempo, com o filme O Casamento dos Meus Sonhos e o álbum J.Lo, respectivamente.

No ano seguinte, seu álbum de remixes, J to tha L-O! The Remixes se tornou o primeiro álbum de remixes na história a estrear em primeiro lugar na parada da Billboard 200, entrando para o Guinness World Records.

Em 2010, foi honrada no World Music Awards com o prêmio Legend Award por sua contribuição às artes. Foi eleita a mulher mais bonita do mundo, pela revista 'People', em 2011.

Em 2012, a revista Forbes colocou J.Lo em primeiro lugar na lista das celebridades mais poderosas do mundo.

Em 2013, foi condecorada com uma estrela especial de número 2.500 na Calçada da Fama, em Hollywood, por sua contribuição musical, e recebeu o prêmio World Icon Award, no Premios Juventud.

Na premiação do Billboard Music Awards de 2014, onde foi a grande homenageada da noite, tornou-se a primeira mulher na história, e quarta no geral, a receber o Billboard Icon Award, com depoimentos de vários artistas de peso a parabenizando por sua influência artística e pelo prêmio.


É conhecida por suas performances eletrizantes e seu corpo curvilíneo, sendo a responsável por mudar o padrão de beleza americano no início dos anos 2000, onde mulheres altas e magras, com seios grandes, cabelos loiros e olhos claros eram o perfil ideal, J.Lo revolucionou esse conceito e seu corpo passou a ser o desejo das americanas. Quebrou barreiras no cinema e na música por romper todos os tipos de preconceitos raciais na indústria do entretenimento. Até então, apenas papéis secundários eram destinados aos latinos, como motoristas, garçonetes, empregadas etc. Lopez, sozinha, mudou esse paradigma, atuando como protagonista, e nos mais variados papéis, em quase todos os filmes que participou.


Com cerca de 75 milhões de discos vendidos, um império avaliado em mais de US$ 300 milhões de dólares e mais de US$ 2 bilhões arrecadados no cinema, é considerada uma das artistas mais poderosas e influentes do mundo.





FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Jennifer_Lopez

sábado, 12 de setembro de 2009

Chris Brown


Christopher Maurice Brown (Tappahannock, Virgínia em 5 de maio de 1989), mais conhecido como Chris Brown é um cantor de música pop, R&B e Hip hop, além de dançarino e ator norte-americano. Filho de Joyce Hawkins e Clinton Brown, Chris Brown estreou como cantor com o single "Run It", produzido por Scott Storch e com a participação de Juelz Santana.


Chris Brown, cantor, compositor e dançarino norte-americano, lançou seu primeiro álbum com apenas 16 anos de idade intitulado Chris Brown. O primeiro single lançado foi "Run It!", que debutou em #92 e depois de 14 semanas atingiu seu maior feito entrando na liderança da Billboard Hot 100, fazendo de Brown o segundo artista a conseguir este feito, o primeiro a conseguir foi Puff Daddy em 1997. O álbum vendeu mais de dois milhões de cópias nos Estados Unidos e foi certificado platina duplo pela Recording Industry Association of America; e rendeu a Brown duas indicações ao Grammy Award.


Seu segundo álbum de estúdio Exclusive foi lançado mundialmente em novembro de 2007 e vendeu mais de 2 milhões de cópias só nos Estados Unidos e foi certificado platina pela RIAA. Incluiu os hits Kiss Kiss, With You, e Forever.

With You

Forever.

Em 2009, Brown recebeu notoriedade após se declarar culpado do caso de violência doméstica contra sua ex-namorada Rihanna. Ele foi condenado a seis anos com liberdade condicional e seis meses de serviço comunitário. O caso recebeu ampla atenção da mídia e afetou negativamente a sua carreira.


O terceiro álbum de estúdio, intitulado Graffiti, foi lançado em 15 de dezembro de 2009. O primeiro single oficial foi "I Can Transform Ya", com Lil Wayne e Swizz Beatz, que chegou ao número vinte na Billboard Hot 100, tornando-se o oitavo top 20.


Após 2 anos longe da música Chris Brown lançou seu quarto álbum de estúdio, intitulado F.A.M.E, lançado em 2011 foi número 1 da Billboard 200 com a primeira semana de vendas de 270 mil cópias, marcando o primeiro álbum de Brown a ser número um na Billboard 200.  

O álbum venceu o Grammy de melhor álbum R&B de 2011, o primeiro e único da carreira do cantor. O álbum foi seguido por uma continuação em Fortune de 2012. O álbum também estreou no topo da parada americana Billboard 200, vendendo 134.000 cópias em sua primeira semana, tornando-se o segundo álbum número um no país, o álbum recebeu uma indicação para o Grammy na categoria melhor Álbum Urbano, perdendo para " Channel ORANGE " de Frank Ocean.


Após diversos adiamentos por problemas com a justiça, chegando a ficar 108 dias na cadeia Brown lançou em setembro de 2014, seu sexto álbum, X que emplacou os hits Loyal e New Flame, levando Brown a mais três nomeações ao Grammy.


Em 2015 Brown lança seu sétimo álbum de estúdio Royalty, nome dado em homenagem a sua filha de um ano.



FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/Chris_Brown_(cantor)

Toni Garrido



Antônio Bento da Silva Filho (Belford Roxo, 7 de setembro de 1967), mais conhecido pelo seu nome artístico Toni Garrido é um cantor, compositor, apresentador de tv e ator brasileiro. É o vocalista da banda de reggae brasileira Cidade Negra. É formado em Fisioterapia. Toni é casado com a produtora de modas Regina Coelho e pai de duas filhas Isa e Vitoria.


Filho de mãe negra e pai branco, descendente de índios, caçula de três irmãs, sua mãe biológica Teresa Silva trabalhava de empregada doméstica na casa de Ofélia Garrido, mulher que vendo às dificuldades de Teresa, acabou criando Toninho ( Toni ).

A família "Garrido" pertencia a classe média de Copacabana, sua mãe adotiva , Ofélia o matriculou numa escola onde deu a oportunidade de Toni estudar e correr atrás de seus sonhos. Toni começou a tocar violão e cantar durante encontros de jovens na igreja, e devido à aceitação e liberdade para se expressar, descobriu que queria trabalhar com música. Toni iniciou no mundo da música como vocalista da extinta Banda Bel, onde chegou a emplacar o sucesso "Romário", também em homenagem ao artilheiro.


Em 1994, durante o período em que o então vocalista do Cidade Negra, Rás Bernardo, saiu do grupo, foi convocado para substituí-lo. A partir de sua entrada, o Cidade encaminhou para um perfil melodicamente mais pop e de igual maneira dançante, mas sem fugir ao universo do reggae. Conclusão: fez do Cd "Sobre Todas as Forças" campeão de vendas, atingindo 800 000 cópias, estourando músicas como "Aonde Você Mora", "Pensamento" e "Doutor".


Toni continuou se destacando a frente do grupo Cidade Negra e no disco "O Erê", lançado em 1996, emplacou o Cd Duplo de Platina, onde o público descobriu pérolas como a música "Firmamento", "Realidade Virtual" e "O Erê".


Dois anos depois foi lançado o CD Quanto Mais Curtido Melhor e Toni começou a se dedicar também ao cinema, sua segunda paixão. Já em 1999 atuou como ator no filme de Cacá Diegues, "Orfeu", além de ter cantado na trilha. Outra canção que, claro merece destaque é "Solteiro no Rio de Janeiro", da trilha sonora do filme "Como ser Solteiro", sua primeira aparição solo.


Em 2000, foi à Europa para o lançamento de "Dubs", o primeiro lançado no Brasil, um acontecimento histórico na nossa música que, juntamente com o álbum "Hits", vendeu mais de 300 mil cópias.


No ano de 2002, comemorando 15 anos de carreira, lançaram o Acústico MTV, com participação de Gilberto Gil na releitura de "Extra" tendo duas inéditas, "Berlim" e "Girassol". Além disso, apresentou ao lado de Angélica o programa Fama na Rede Globo. Após esse período, além de cantor, ator e apresentador, ele também trabalha para aventurar-se na direção de um filme.


Em 2007 Toni Garrido foi convidado a participar do CD e DVD Roupacústico II do sexteto carioca Roupa Nova, uma das bandas mais consagradas no cenário musical brasileiro. Toni fez dueto com o Roupa Nova na canção Sensual dividindo os vocais com Ricardo Feghali.


Em julho de 2008 Toni Garrido deixou o Cidade Negra para se dedicar à carreira solo, retornando a banda entre o final de 2010 e o início de 2011.

fonte

https://pt.wikipedia.org/wiki/Toni_Garrido

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Nancy Wilson (Jazz)



Nancy Wilson (nascida em 20 de fevereiro de 1937) é uma cantora americana com mais de setenta álbuns e três Grammy Awards. Ela foi rotulada como uma cantora de blues, jazz, R & B, pop e soul, uma "atriz consumada", e "o entertainer completo". O título que ela prefere, no entanto, é "Estilista da Música (Song Stylist)". Ela recebeu muitos apelidos, incluindo "Sweet Nancy", "The Baby", "Fancy Miss Nancy" e "The Girl With the Honey-Coated Voice".


Em 20 de fevereiro de 1937, Nancy Wilson foi a primeira de seis filhos nascidos de Olden Wilson, um trabalhador de fundição de ferro, e Lillian Ryan, uma empregada doméstica em Chillicothe, Ohio. O pai de Nancy comprava discos para ouvir em casa. Em uma idade adiantada Nancy Wilson ouviu gravações de Billy Eckstine , de Nat Cole, e de Jimmy Scott com a faixa grande de Lionel Hampton.

Nancy Wilson diz: "No bairro tinha um grande jukebox (aparelho eletrônico geralmente acionado por moedas, dinheiro ou cartão que tem por função tocar músicas, escolhidas pelo cliente, que estejam em seu catálogo) e lá eu ouvi Dinah Washington, Ruth Brown, LaVern Baker, Little Esther (Esther Phillips nascida Esther Mae Jones); entre outros". Nancy tornou-se consciente de seu talento enquanto cantava em coros de igreja, imitando cantores como uma criança pequena, e atuando na casa de sua avó durante as visitas de verão.  Aos quatro, ela já dizia que se tornaria uma cantora.

Aos 15 anos, enquanto estudante na West High School (Columbus, Ohio), ela ganhou um concurso de talentos patrocinado pela estação de televisão local WTVN. O prêmio foi uma aparição em um programa de televisão duas vezes por semana, Skyline Melodies, que ela acabou contratada. Ela também trabalhou clubes no lado leste e lado norte de Columbus, Ohio, desde 15 anos até que se formou na West High School aos 17 anos.


Insegura de seu futuro como artista, ela entrou na faculdade; e, passou um ano no Central State College de Ohio (agora Central State University) antes de abandonar os estudos e seguir suas ambições originais. Nancy fez um teste e ganhou um lugar com Rusty Bryant Carolyn Club Big Band em 1956. Excursionou com eles em todo o Canadá e no Centro-Oeste em 1956 a 1958. Enquanto neste grupo, Wilson fez sua primeira gravação sob Dot Records.


Quando Nancy Wilson conheceu o saxofonista Julian "Cannonball" Adderley, ele sugeriu que ela deveria se mudar para Nova York, acreditando que a grande cidade seria o local em que sua carreira poderia florescer. Em 1959, mudou-se para Nova York com o objetivo de obter o produtor e arranjador de Cannonball John Levy como seu Diretor Artístico e Capitol Records como sua Gravadora.

Após quatro semanas de sua chegada em New York, Nancy fez a sua primeira grande aparição, fazendo a abertura do show da cantora de jazz Irene Reid no Bronx nightclub conhecido como "Blue Morocco". O clube reservou Nancy Wilson em uma base permanente; Ela estava cantando quatro noites por semana e trabalhando como secretária para o Instituto de Tecnologia de Nova York durante o dia. John Levy enviou demonstrações de "Guess Who I Saw Today", "Sometimes I'm Happy", e outras duas canções para Capitol. Capitol Records assinou com ela em 1960.

Guess Who I Saw Today

Sometimes I'm Happy

O primeiro single de Wilson, "Guess Who I Saw Today ", teve tanto sucesso que, entre abril de 1960 e julho de 1962, a Capitol Records lançou cinco álbuns de Nancy Wilson.

Guess Who I Saw Today

Seu primeiro álbum, Like in Love, exibiu seu talento em Rhythm and Blues, com a canção de sucesso R & B "Save Your Love for Me". Adderley sugeriu que ela deveria se afastar de seu estilo pop original e alinhar sua música em direção ao jazz e baladas. Em 1962, eles gravaram o álbum Nancy Wilson e Cannonball Adderley, que fez grande sucesso. Posteriormente, Nancy Wilson participou do álbum ao vivo de Adderley In Person (1968). 

Save Your Love for Me

Entre março de 1964 e junho de 1965, quatro dos álbuns de Nancy Wilson atingiram o Top 10 no Top LPs da Billboard . Em 1963 "Tell Me The Truth" tornou-se seu primeiro grande sucesso, levando a sua performance no Coconut Grove em 1964 - o ponto de viragem de sua carreira, conquistando elogios da crítica de costa a costa. TIME falou dela: "Ela é, de repente, legal e doce, cantora e narradora de histórias".

Tell Me The Truth

Em 1964, Wilson lançou o que se tornou o seu sucesso mais bem sucedido no Billboard Hot 100 com " (You Do not Know) How Glad I Am ", que atingiu o 11º lugar.

You Do not Know) How Glad I Am

De 1963 a 1971 Wilson registou onze canções no Hot 100, incluindo dois singles de Natal. No entanto, "Face It Girl, It's Over" foi a única canção não-natal a quebrar o Top 40 para Wilson (# 29, em 1968).

Face It Girl, It's Over

Depois de fazer inúmeras aparições de televisão, Nancy Wilson finalmente conseguiu sua própria série na NBC, The Nancy Wilson Show (1967-1968), que ganhou um Emmy. Ao longo dos anos apareceu em muitos programas de televisão populares de I Spy (mais ou menos interpretando-se como uma cantora de Las Vegas no episódio de 1966 "Lori", e um personagem semelhante no episódio de 1973 "A Confissão" de The FBI ), Sala 222 , Hawaii Five-O, História da Polícia , Programa Jack Paar , Mostra Sammy Davis, Jr. (1966), The Danny Kaye Show , The Smothers Brothers, Comedy Hour, Kraft Music Hall Show , The Cosby Show, Andy Williams Show, The Carol Burnett Show, Soul Food, Nova York Undercover , e recentemente Moesha, e The Parkers. Também apareceu no Ed Sullivan Show, The Merv Griffin Show, The Tonight Show,The Arsenio Hall Show e The Flip Wilson Show. Estava no The Meteor Man de Robert Townsend, em 1993, e no filme The Big Score. Ela também apareceu em The Lou Rawls Parade of Stars e no March of Dime Telethon.

Contratada pela Capitol Records no final dos anos 1970 e em uma tentativa de ampliar o alcance do álbum Life, Love and Harmony, um álbum de soul, incluiu a faixa "Sunshine", que tornou-se uma de suas mais procuradas gravações.

Sunshine

Em 1977 gravou a canção-tema para The Last Dinosaur, um filme feito para a TV que estreou nos cinemas no Japão .



Na década de 1980, gravou cinco álbuns para gravadoras japonesas porque preferia gravar ao vivo, e as gravadoras americanas freqüentemente não lhe davam essa opção. Ganhou tão ampla popularidade que foi selecionada como vencedora do anual Tokyo Song Festivais. 

Em 1982 gravou com Hank Jones e o Great Jazz Trio. No mesmo ano gravou com Griffith Park Band cujos membros incluíam Chick Corea e Joe Henderson. Em 1982 também assinou com a CBS, seus álbuns aqui incluindo The Two of Us (1984), duetos com Ramsey Lewis produzido por Stanley Clarke; Forbidden Lover (1987), incluindo o dueto de título-faixa com Carl Anderson. Em 1987 participou de um show da PBS intitulado Newport Jazz '87 como vocalista de um trio de jazz com John Williams e Roy McCurdy. Em 1989 a canção A Lady with a Song alcançou a 52nd. Em 1989 se apresentou no concerto especial da televisão.

No início dos anos 90, gravou com o co-produtor Barry Manilow o álbum intitulado With My Lover Beside Me homenageando Johnny Mercer. Nesta década, também gravou dois outros álbuns, Love, Nancy e seu sexagésimo álbum If I Had it My Way. No final dos anos 90, se uniu ao MCG Jazz, em um programa de educação para jovens da Manchester Craftsmen's Guild, organização sem fins lucrativos, orientada por minoria e artes e aprendizagem localizada em Pittsburgh, PA .

Em 1995, se apresentou no New Orleans Jazz & Heritage Festival e no San Francisco Jazz Festival em 1997. Em 1999, se apresentou em um show em homenagem a Ella Fitzgerald intitulado Forever Ella na A & E Network.

Em 2001, todos os lucros do seu Álbum de Natal foram para apoiar o trabalho de MCG Jazz. Nancy era a anfitriã em perfis do jazz de NPR, de 1996 a 2005. Esta série apresentava jazz, entrevistas e comentários sobre a histótia da música. Wilson e o programa foram destinatários do George Foster Peabody Award em 2001.

O segundo e terceiro álbum de Wilson com MCG Jazz, RSVP (Rare Songs, Very Personal) (2005) e Turned to Blue (2007), ambos ganharam o Grammy Award para Melhor Álbum de Jazz Vocal .

Em 10 de setembro de 2011, se apresentou em um palco público pela última vez na Universidade de Ohio em Atenas, Ohio . De acordo com Wilson, "Eu não vou mais fazer isso, e que melhor lugar para terminar do que onde eu comecei - em Ohio."

Prêmios e honras

Em 1964, ganhou seu primeiro Grammy Award pela melhor gravação de ritmo e blues do álbum How Glad I Am. Em 1986, foi apelidada de Animadora Global do Ano pela Conferência Mundial de Prefeitos. Foi apresentada como uma "grande diva" do jazz em uma edição de 1992 da Essence.


How Glad I Am

No mesmo ano, recebeu o prêmio Whitney Young, Jr. da Liga Urbana. Recebeu um prêmio do Martin Luther King, Jr. Centro para a Mudança Social Não Violenta em 1993. Em 1998, recebeu o Prêmio Playboy Reader Poll para o melhor vocalista de jazz; O Prêmio de Imagem da NAACP - Prêmio Hall of Fame em 1998 e foi introduzida no Big Band e Jazz Hall of Fame em 1999. Recebeu o Prêmio de Trompete por Destaque em 1994. Recebeu uma Estrela na Caminhada de Hollywood Fama em 1990, no 6541 Hollywood Blvd. Recebeu graus honorários de Berklee College of Music em Boston, MA e Central State University, em Wilberforce, Ohio . É membro da irmandade Delta Sigma Theta, Tem uma rua com seu nome em sua cidade natal de Chillicothe, Ohio. Co-fundou a Fundação Nancy Wilson, que expõe crianças do interior da cidade para o país.

Foi indicada ao National Endowment for the Arts (NEA), prêmio NEA Masters Masters em 2004, as maiores honras que o governo dos Estados Unidos concede aos músicos de jazz. Em 2005 recebeu o NAACP Image Awards para Melhor Artista de Jazz de Gravação . Recebeu o Prêmio de Trompete da UNCF de 2005 comemorando a conquista afro-americana, o Prêmio Lifetime Achievement da NAACP em Chicago e o Prêmio Legends da Oprah Winfrey.

Em setembro de 2005, Nancy Wilson foi introduzida a caminhada internacional dos direitos civis da fama no local histórico nacional de Martin Luther King Jr. Wilson era uma figura importante no movimento dos direitos civis. Nancy disse: "Este prêmio significa mais para mim do que qualquer outra coisa que eu já recebi." 

Times.com, 20 de agosto de 2006: "Tem sido uma longa carreira para a polida Nancy Wilson, cujos primeiros álbuns apareceram na década de 1960, e ela encara essa realidade fazendo sucesso com canções como:  'These Golden Years' e 'I Don' T Remember Ever Growing Up. "Um padrão surgiu estes dias, ela pode reunir em uma canção uma história repleta de sons. Com uma grande banda na retaguarda 'Taking a Chance on Love', mostra que há abundância e vivacidade em seu humor outonal ".

These Golden Years

'I Don't Remember Ever Growing Up

Taking a Chance on Love 

No Hollywood Bowl , 29 de agosto de 2007, Nancy Wilson comemorou seu 70º aniversário com um evento de estrelas organizado por Arsenio Hall. Ramsey Lewis e seu trio apresentando "Para conhecê-la é para amá-la".


Vida pessoal

Nancy Wilson se casou com o baterista Kenny Dennis, em 1960. Em 1963, nasceu seu filho Kenneth (Kacy) Dennis, Jr.. Por volta de 1970, o casal se divorciou. Em 22 de maio de 1973, ela se casou com um pastor presbiteriano, o Reverendo Wiley Burton. Em 1975 deu à luz a Samantha Burton, e o casal adotou Sheryl Burton em 1976. Como resultado de seu casamento, Nancy deixou de se apresentar em vários locais, como clubes.

Durante as duas décadas seguintes, ela conseguiu conciliar sua vida pessoal e sua carreira. Em novembro de 1998, seus dois pais morreram: ela chama este ano de o mais difícil de sua vida. Em agosto de 2006, Nancy foi hospitalizada com anemia e deficiência de potássio, e teve que ser submetida a uma bateria completa de exame, não podendo comparecer ao Evening of Stars Tribute da UNCF para Aretha Franklin. Todos os seus outros compromissos para aquele mês foram suspensos, enquanto aguardavam os relatórios médicos. Em março de 2008, foi hospitalizada por complicações pulmonares, recuperou e alegou estar indo bem. No mesmo ano, seu marido, Wiley Burton, morreu em decorrência de câncer renal. 



FONTE

https://en.wikipedia.org/wiki/Nancy_Wilson_(jazz_singer)