segunda-feira, 5 de julho de 2010

Maria Augusta


Maria Augusta sempre viveu dentro de um ambiente musical e, desde cedo , teve o privilégio de assistir a verdadeiras jam sessions em sua casa , com gente hoje muito famosa:Ivan Lins , Egberto Gismonti , Helio Delmiro , Gonzaguinha e muitos outros.

Carioca, Maria Augusta morou em Brasília por 15 anos. La iniciou suas incursões pela música , participando de festivais e apresentando -se em casas noturnas .

Depois de um ano realizando pesquisas e estudando em Nova York ,na New York University, voltou ao Brasil trazendo na bagagem um profundo interesse pela música americana , em especial o Jazz , com o qual flertara desde sempre.

Na sua volta ,Maria Augusta se encontra com Roberto Menescal e deste encontro resultou seu primeiro trabalho : CLASSIC IN BOSSA - o cd teve excelente crítica e é tocado em vários países pelo mundo inteiro - " …aí está um CD destinado aos que tem bom gosto e querem ouvir uma versão brasileira de dois sucessos de sempre. E ,cá pra nós, orgulhos tupiniquins à parte ,Maria Augusta está valorizando estes grandes de sempre… Apalusos em pé a Maria Augusta". ALEXANDRE GARCIA

"Maria Augusta sempre valeu a pena. É uma cantora que canta com a alma ,tem uma força interpretativa bastante forte… arte com ela não vem de fora para dentrp…Tem um bom gosto na escolha do repertório: canta bem música brasileira e standards americanos…" GUINGA

" Maria Augusta vive em tempo de jazz…" DURVAL FERREIRA.

Interesses pessoaisFotografia,artes plásticas,poesia,música,caminhar na natureza ouvindo música no i-pod,por sinal sua música com Produção de Roberto Menescal pode ser comprada no I-Tunes.
INFORMAÇÕES DE CONTATO@mariaaugustaleoniEnviar mensagem agoramariaaugusta@ig.com.br
MAIS INFORMAÇÕESSobreCantora,gravou dois discos para o exterior que já totlizaram-se em mais de 60 coletâneas onde participa com duas músicas

Biografia
MARIA AUGUSTA sempre viveu dentro de um ambiente musical e, desde cedo, teve o privilégio de assistir a verdadeiras jam-sessions em sua casa, com gente hoje muito famosa: Ivan Lins, Egberto Gismonti, Guinga, dentre outros. Seu pai, Pedro Paulo de Leoni, criou a Radiobrás, além de ter trabalhado em outras rádios como Rádio Roquette Pinto e criou a Radio Nacional Fm. Compositor bissexto,chegou a ter músicas suas gravadas por Ângela Maria e Marlene,cantora com a qual conviveu a vida inteira,assim como com Adelaide Chiozzo, outro baluarte da Música Brasileira.


Carioca, MARIA AUGUSTA morou em Brasília por 15 anos.Lá iniciou suas incursões pela música, participando de festivais e apresentando-se em casas noturnas dando canja.Aos 16 já tinha se apresentado na Itália com muito sucesso; ganhou um concurso dentre cem participantes (cujo prêmio era ir para o programa do Raul Gil) e foi convidada pela melhor casa noturna para cantar nos horários nobres,mas seu pai não deixou por ela ser menor.Passou para a Faculdade de Letras-em que se formou- e em primeiro lugar para a Faculdade de Artes Dulcina,que completou,Junto com a Faculdade Dulcina de Moraes, fazendo 4 semestres. Maria Augusta é também poeta e pintora.


Após uma temporada de um ano em Nova York,desembarcou no Rio trazendo na bagem um profundo interesse pela música americana, em especial o jazz, com o qual flertava há muito tempo, e com uma acertada decisão:cantar.Desta sua decisão, seguiram-se aulas de canto,que aprimoraram a sua técnica vocal,e o decisivo encontro com ROBERTO MENESCAL.O depoimento de Menescal explica como surgiu o convite para gravar com ele um CD de Clássicos americanos.

Com seus violões e arranjos de Menescal ,teclados de Gilson Peranzetta, contra-baixo de Adriano Giffoni e bateria de Raimundo Bittencourt Barney. O disco,hoje no exterior em vários países como Japão,Estados Unidos,Dinamarca,Singapura, etc destaca-se por trazer, na interpretação de MARIA AUGUSTA composições já consagradas por grandes interpretes , agora sublinhadas com um sotaque brasileiro pela batida intimista da Bossa Nova e executadas por Roberto Menescal, um mago da Bossa Nova.


Depois de vários elogios de gente muito gabaritada como Antônio Adolfo,Alexandre Garcia,Guinga ,João Carlos Assis Brasil, Roberto Menescal ,Billy Blanco e Durval Ferreira e baseado no primeiro disco, surgiu um convite da Revista Seleções Reader’s Digest para fazer um Segundo cd, chamado “más que nada classic in bossa”,já com algumas músicas em Português.

Fez shows com Chiquito Braga, Adriano Giffoni, Helvius Vilela, o cantor Luiz Cláudio, Marcelo Salazar, além de dividir o palco primeiro com Marlene e Miltinho e depois com Leila Pinheiro, Lucinha Lins , Erasmo Carlos ,Sebastião Tapajós, Marcel Baden, Dóris Monteiro,convidada pelo inesquecível mestre Billy Blanco.Também fez show com Edson e Tita lobo,Fernando Merlino e Don Chacal.Foi convidada pela ABL-Academia Brasileira de Letras para um show comemorativo dos 90 anos de Vinícius de Moraes.


Quem quiser saber mais ou ouvir Maria Augusta, entre no google e procure por Maria Augusta Bossa Nova, que agora passou a ser seu “sobrenome”.


Contato: mariaaugustaleon@ig.com.br

Prêmioscandidata,junto com Emílio Santiago ao prêmio Sharp 97, em idioma estrangeiro.
Informações pessoaisArtista plástica,poeta e cantora.