sábado, 3 de fevereiro de 2018

Niia


Cantar a música de outrem é uma grande responsabilidade, as canções costumam carregar significados muito atrelados às bandas a que pertencem originalmente. Uma vez que se assume esse risco, é mais interessante que o artista que faz o cover se “aproprie” de certa forma da canção, imprimindo características e sentimentos pessoais ao som ao invés de tentar tocar a música de maneira idêntica à original.

A compositora, cantora e pianista americana Niia seguiu o caminho certo ao elaborar sua própria versão de “Mad World” do Tears For Fears. A moça adicionou harpas, um grave mais intenso e um andamento mais calmo criando um dos melhores e mais delicados cover’s existentes dessa faixa. Ideal para ser ouvida ao chegar em casa após um longo dia de trabalho.



Niia Bertino (nascida em 11 de julho de 1988), mais conhecida por seu nome artístico Niia , é uma cantora, pianista e compositora americana. Niia nasceu em Needham, Massachusetts , e foi treinada por sua mãe no piano clássico e começou a cantar e tocar aos 13 anos de idade. Sua mãe de é de origem italiana e é filha de uma cantora de ópera, enquanto a sua família alargada se orgulha muitos vocalistas treinados na Juilliard School . Ela foi convidada para participar do programa de verão Berklee College of Music aos 14 anos. Após o ensino médio, Niia mudou-se para a cidade de Nova York, onde participou brevemente da New School for Jazz e Contemporary Music como um grande vocal do jazz. Mais tarde, ela se instalou em Los Angeles.


Enquanto morava em Nova York, Niia conheceu o cantor, compositor e produtor Wyclef Jean. Depois de trabalhar com Wyclef e o produtor Jerry Wonda, Niia foi uma artista em destaque no single de 2007, "Sweetest Girl (Dollar Bill)", que também contou com Lil 'Wayne e Akon. A música alcançou o número doze no US Billboard Hot 100 depois de quinze semanas no gráfico e foi certificado pela RIAA Platinum.


Niia percorreu o mundo e atuou em programas como o VH1 Soul Stage, o Late Show com David Letterman, Jimmy Kimmel Live!, The Late Late Show com Craig Ferguson, BET Awards e MTV New Year's Eve em Times Square.


Em 2011, Niia começou a executar The Best of 007 em Nova York. Apoiado por uma orquestra de 14 peças, Niia homenageou a trilha sonora dos filmes de James Bond, incluindo os clássicos "Goldfinger", "Thunderball" e "The Spy Who Loved Me". Ela também lançou covers da faixa clássica Mad World de Tears for Fears , BTSTU viral de Jai Paul e CherBang 's (My Baby Shot Me Down) .

Em fevereiro de 2013, a Niia liberou seu single "Made For You" e estreou o video, dirigido pelo famoso diretor da American History X , Tony Kaye , no The Fader . Em outubro de 2013, Bertino foi o apresentador de um TED Talk intitulado Beauty Overcomes Fear no evento anual TEDxOrangeCoast. Ela também se apresentou para curtir o Google .


Ela se associou com Robin Hannibal em música em preparação para o seu debut EP Generation Blue , lançado em 28 de outubro de 2014. Em 2015, Bertino, ao lado de Josef Salvat , foi destaque no "Holding On" do turista .

A Niia está atualmente trabalhando em um álbum de estréia, que os detalhes continuam desconhecidos. Em junho de 2016, ela lançou um novo single "Bored To Death", que será incluído no registro. Track foi estreado por Zane Lowe em seu programa de rádio Beats 1 .


Prêmios

Em 2005, a Niia foi selecionada pela Fundação Nacional para o Avanço das Artes como uma das 100 melhores cantoras do país e vencedora nacional na categoria de voz de jazz Fundação Nacional para o Avanço na Reconhecimento de Artes e Pesquisa de Talentos.

Um pouco mais








FONTE

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Ages and Ages


 

Ages and Ages é uma banda de rock americana de Portland, Oregon, que tem recebido atenção crítica positiva por causa de seu som "pop crônico". Cada membro da banda canta acompanhado por handclaps, shakers e noise-makers. É uma banda secular com um som de renascimento Em 2011, assinaram contrato com Partisan Records e desde então realizaram várias turnês nacionais dos EUA.

Em 2013 a banda mudou seu nome de AgesandAges para Ages and Ages. A faixa rebatizada jogou suas primeiras datas européias no inverno de 2014. (Baixo, percussão, vocais), Graham Mackenzie (percussão, vocais), Kate O'Brien-Clarke (violino, percussão, vocais) Lisa Stringfield (vocal, percussão), Liz Robins (vocal, percussão) e Daniel Hunt (bateria, percussão, vocais), juntamente com outros amigos e jogadores da sempre fértil comunidade musical de Portland.

Alright You Restless chegou dois anos depois e imediatamente provou ser um favorito. Uma audiência ardente também surgiu, uma coorte comprometida que ironicamente incluiu o presidente Barack Obama, que incluiu (sem permissão, mente) o álbum "No Nostalgia", uma canção "sobre transcender" a maneira como as coisas podem escurecer e você pode se sentir claustrofóbico, insatisfeito com O status quo "em sua lista de reprodução da campanha de 2012.

Outra de suas canções mais famosas é" Do The Right Thing ". Essa música recebeu muita atenção quando eles tocaram no SXSW durante março.

Ages and Ages se apresentaram no festival de música South by Southwest (SXSW) em Austin, em março de 2011. Sua música "No Nostalgia" de seu primeiro álbum, Alright You Restless , foi exibida na National Public Radio. O álbum foi gravado "quase inteiramente ao vivo", com sete vozes cantando em um único microfone, de acordo com uma conta. Soa como "um grupo dos amigos que conduzem em torno de uma camionete que canta canções onde quer que qualquer um deixá-los-á cantar", de acordo com o crítico Ryan White do Oregonian .

O grupo atrai "influência sonora significativa de sua educação religiosa" e que ter sete membros ajuda a conseguir um "som de congregação" mesmo que as letras sejam basicamente seculares tematicamente. Perry disse que o som foi alcançado por "todas as vozes entoando, que inchaço e movimento espontâneo que agarra você", em uma entrevista. Em 2011, eles lançaram um vídeo para a canção "Navy Parade", que foi dirigido por Alicia J. Rose Alright You Restless foi produzido por Kevin Robinson.

Em 2014 a banda lançou o álbum Divisionary .

Em agosto de 2016, Ages and Ages lançou seu terceiro álbum Something to Ruin em Partisan Records . O álbum foi gravado em Isaac Brock, Ice Cream Party Studios com o Modest Mouse front-man adicionando guitarra para a faixa "So Hazy".

O primeiro single "They Want More" estreou no episódio de 7 de junho de 2016 do NPR Podcast All Songs Considered . A ênfase de Ages and Ages em apresentar sons eletrônicos e sintéticos faz com que Something to Ruin saia de seus álbuns anteriores. Temática o registro lida com falhas coletivas, a contemplação de deixar ir e começar de novo, os indivíduos precisam de comunidade, e as lutas associadas com viver honestamente em uma paisagem superficial. Os membros da banda citam uma viagem à América Central e a observação de sua comunidade sendo explorada pela gentrificação como o catalisador para o registro . 


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

The Strokes



The Strokes é uma banda de rock dos Estados Unidos formada em 1998 na cidade de Nova Iorque. A banda é formada pelos membros: Julian Casablancas (vocal), Albert Hammond Jr (guitarra), Nick Valensi (guitarra), Nikolai Fraiture (baixo) e Fabrizio Moretti (bateria e percussão).


O baixista Nikolai Fraiture e o vocalista Julian Casablancas (filho do empresário John Casablancas) são amigos desde a infância. O guitarrista Nick Valensi e o baterista Fabrizio Moretti começaram a tocar juntos quando ambos estudavam na Escola Dwight em Manhattan. Mais tarde, Casablancas foi mandado para o Instituto Le Rosey, uma tradicional escola na Suíça, com intuito de melhorar seu comportamento; ele havia desenvolvido problemas alcoólicos. Lá, conheceu Albert Hammond Jr., ambos americanos, apesar de não serem muito amigos. Anos mais tarde, Casablancas se encontrou sem querer com Hammond Jr. nas ruas de Nova Iorque.


The Modern Age (1998-2001)

The Modern Age (EP) foi lançado em 2001 e acarretou numa guerra de interesses entre gravadoras pela maior banda de rock and roll em anos. Posteriormente, foram bastante divulgados, causando uma divisão entre os seguidores do rock e revistas independentes: procurava-se saber se eles eram realmente os salvadores do rock ou um punhado de jovens ricos com nomes legais e cópia do Velvet Underground. As duas bandas eram bastante parecidas tanto pelo estilo vocal de Casablancas, similar a de Lou Reed, quanto pela alternância entre Hammond e Nick Valensi como guitarrista principal, o que lembra Lou Reed e Sterling Morrison.

Is This It (2001-2002)

O primeiro disco da banda, Is This It, é uma das referências do rock de garagem do início da década de 2000. A faixa "NY City Cops" não fez parte do álbum lançado nos Estados Unidos por conta dos ataques de 11 de Setembro de 2001. Posteriormente, Slash (Guns N' Roses) tocou a canção com a banda. A relação com o Guns continuou no vídeo musical de "Someday", que mostra rapidamente Duff, Slash e Matt. O vídeo começa com Duff e Slash conversando com o vocalista Casablancas e toda a banda The Strokes sentados a mesa de um bar.



Para o vídeo musical de "Last Nite", os Strokes fizeram uma apresentação única, sem dublagem e tocando, aparentemente ao vivo, num programa de auditório de estilo anos 1960.

Apesar de, eventualmente, terem lançado vídeos, a banda assinou com a RCA justamente porque foi a única gravadora que respeitou a decisão da banda de não fazer um vídeo musical. Apesar de não se importarem em tocar ao vivo diante de câmeras de televisão, eles se opunham em gravar um vídeo.

Em novembro de 2009, o Is This It foi eleito o melhor disco da década de 2000 segundo a revista NME.

Room on Fire (2002-2005)

The Strokes lançaram o seu segundo álbum, Room on Fire, em Outubro de 2003. Recebeu elogios porém foi menos bem sucedido, mesmo sendo ouro nos Estados Unidos, comercialmente falando. O som do álbum tem influencias de bandas como: The Cars, The Ramones e Blondie.

First Impressions Of Earth e parada extensiva (2006-2009)


The Strokes em concerto em 2006.

Seu terceiro álbum, First Impressions of Earth, foi lançado em Janeiro de 2006. No Japão, recebeu disco de ouro na primeira semana de lançamento. Foi também o álbum mais baixado durante duas semanas no iTunes. Fraiture alegou que o álbum foi "como uma descoberta científica." Em Janeiro de 2006, a banda então fez sua segunda aparição no Saturday Night Live, cantando "Juicebox" e "You Only Live Once".

Angles (2009-2011)

Em janeiro de 2009, o vocalista Julian Casablancas e o guitarrista Nick Valensi começaram a escrever material para o 4º álbum da banda, a intenção era começarem a gravar em fevereiro. Julian comentou na revista Rolling Stone que eles tinham completado cerca de 3 músicas e que o som parecia uma mistura entre rock dos anos 70 e "música do futuro".

No dia 31 de março, a banda declarou em seu MySpace: "Depois de um longo e necessário período de hibernação em que vimos muitos outros projetos musicais surgirem, estamos satisfeitos em anunciar que o The Strokes voltou a todo vapor em sua área em Nova York, compondo e ensaiando novo material para um novo 4º álbum". O disco, intitulado Angles foi lançado oficialmente dia 22 de março de 2011, apesar de várias músicas pudessem ser encontradas na internet antes dessa data. O lançamento dividiu os fãs da banda, já que muitos atestavam que as músicas não se pareciam com os outros cds da banda. Foi, porém, um sucesso de crítica.

O primeiro single do novo álbum, "Under Cover of Darkness" foi lançado em 09 de fevereiro de 2011.


Comedown Machine (2011-presente)

Em meados de março de 2011, em uma entrevista a Shortlist Magazine, Strokes revelou que já tinha começado a trabalhar em seu quinto álbum de estúdio. No entanto, as sessões foram adiadas devido ao processo de mixagem de Angles. Julian Casablancas, Nick Valensi confirmaram que há material novo, bem como a abundância de restos de material.

Em 25 de abril, o baixista Nikolai Fraiture postou um tweet anunciando que a banda estava indo para o estúdio para trabalhar em algumas ideias novas.

Em entrevista à TV Fuse, o guitarrista Albert Hammond Jr. afirmou que a banda estava trabalhando no quinto álbum de estúdio em Los Angeles.


Em 25 de janeiro de 2013, a música "One Way Trigger" foi publicada no site oficial da banda. Em 30 de janeiro, foi anunciado o nome do quinto álbum, Comedown Machine. No dia 13 de fevereiro, a segunda música do álbum, a canção "All the time", foi publicada no site oficial e no facebook da banda.


O álbum foi oficialmente lançado em 23 de março de 2013 e foi bem recebido pela crítica.

Membros
Julian Casablancas - Voz
Albert Hammond Jr - Guitarra
Nick Valensi - Guitarra
Nikolai Fraiture - Baixo
Fabrizio Moretti - Bateria


Estilo de som e influência

O som feito pela banda são diversas a partir de cada disco. Enquanto em Is This It a banda mostra um som mais abafado, com traços de rock de garagem, apesar de extremamente melódico. No segundo álbum Room on Fire a banda mostra uma sonoridade mais acelerada em algumas músicas, mantendo melodias constantes. Em First Impressions of Earth a banda começa a experimentar com outros estilos de rock, diferenciando totalmente as ideias lo-fi dos álbuns anteriores, aderindo ao Indie, de uma maneira em que o álbum não possui um estilo musical constante em todas as faixas. Já em Angles, há pequenos traços da música new age junto com o Indie, fazendo com que o álbum também não tenha estilo definido, por ser uma soma de opostos, o new age, que é um estilo musical antigo, com o Indie, que já por sua vez é bem recente.

A banda tem como grande influência bandas como Velvet Underground, Television, Buzzcocks, Pearl Jam, The Beatles e principalmente Ramones. A maneira de cantar de Julian é muito comparado com a de Lou Reed, do Velvet Underground. Muitas bandas foram influenciadas pelo som dos dois primeiros álbuns da banda. Alguns exemplos são Arctic Monkeys, The Kooks e The Cribs.

Foram elogiados por Noel Gallagher (Oasis) e Brandon Flowers (The Killers). Este se considera um fã incondicional dos Strokes: algumas das famosas canções do The Killers, Brandon utiliza o mesmo efeito da voz de Julian Casablancas. Quando o The Killers começou através de anúncios de jornais feitos pelo guitarrista Dave Keuning, citavam The Strokes como influência clara.

Ao contrário de muitas bandas, mas seguindo a tradição do Television, ambos os guitarristas dos Strokes tocam tanto guitarra ritmo como solo. Por exemplo, o solo de "You Talk Way Too Much" é tocado por Nick Valensi, em Last Nite quem sola é Albert. Em algumas canções como "Reptilia" Albert executa o riff enquanto Nick Valensi sola. Embora toquem guitarras diferentes (Nick usa uma Epiphone Riviera assinada por ele e Albert usa uma Fender Stratocaster) a configuração das guitarras é similar, usando os mesmos modelos de amplificador e pedal de distorção.

FONTE

https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Strokes

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Allana Macedo


Cantora, compositora. Nascida em Brasília, criada em Planaltina cidade do Distrito Federal cercada por fazendas e que ainda guarda os costumes e tradições de Goiás. Nasceu e cresceu ouvindo música sertaneja. Seu avô Baltazar, violeiro, sanfoneiro e cantor de boas modas passou a veia artística para todas as gerações da família. E que sorte da música que, dessa tradicional família do interior do Brasil, surgia a Allana Macedo.


Desde cedo, Allana cantava nas festas de família e de amigos e, logo que aprendeu a tocar violão, começou a aflorar seu talento, a compor e a fazer apresentações por onde passava. Quando mais velha decidiu gravar um vídeo cantando e, ao enviá-lo ao Youtube, começou a ganhar força na internet e um grande público fiel. A partir daí não parou mais de gravar vídeos e se destacar em grandes sites como revelação.


Com mais de 8 milhões de visualizações no Youtube, mais de 130 mil fãs no Facebook, 29 mil seguidores no Instagram e 4 milhões de downloads de suas músicas, Allana Macedo já se tornou um dos maiores nomes femininos do sertanejo atual e vem se destacando cada vez mais no cenário nacional.


Desde 2013, Allana Macedo realizou shows por todo o Brasil com sua turnê, dentre São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Em 2017 lança sua nova música de trabalho "Direitos Iguais".

FONTE

https://www.allanamacedo.com/

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Rafaela Miranda




"Rimar ou não rimar. Eis a questão". Gostei mais das músicas onde as palavras cantam e as rimas foram praticamente dispensadas... "Oh Como doí" (Paiero) e "Conta pra ela"

A lagopratense Rafaela Miranda vem conquistando uma legião de fãs por onde passa. Seja pelo seu jeito simples, ou pela sua INCRÍVEL voz. A mineira recentemente assinou com a ÁudioMix, que é uma das maiores empresas de gerenciamento artístico do país, responsável por revelar, posicionar e gerenciar a carreira dos principais artistas do mercado sertanejo.


A artista lançou recentemente a música “Luz Apagada” que já alcançou mais de 100 mil visualizações no Youtube. Além disso, Rafaela está prestes a lançar seu primeiro CD pela Universal Music e já no segundo semestre de 2016, a cantora irá gravar seu primeiro DVD. Pela primeira vez em Lagoa da Prata nessa nova fase de sua carreira, Rafaela irá cantar ao lado da dupla Jorge e Mateus e nós do Sou + Lagoa batemos um papo com ela. Confira:


1. Como você se sente levando consigo o nome de Lagoa da Prata por onde passa?
Rafaela Miranda: Com certeza, me sinto lisonjeada. Lagoa da Prata é minha cidade natal, onde construí todos os meus sonhos. Por isso, acredito que por onde eu for, por onde passar, eu tenho que levar o nome da cidade sim, porque tudo começou aqui. Tenho muito orgulho dessa cidade!


2. Os lagopratenses têm muito orgulho de seus talentos, seja no esporte, com Gilberto Silva e na música, com você. Para os que estão começando agora, qual a dica que você dá para não desistirem?
Rafaela Miranda: Estou começando a trilhar o meu caminho na música e, graças a Deus, hoje estamos trabalhando bastante pra chegar onde queremos chegar. Então, a dica que dou se resume em uma única frase: “Não existe fracasso, existe resultado”, é preciso acordar e ir atrás.



3. Qual tem sido a sua maior dificuldade em chegar aonde quer chegar?
Rafaela Miranda: A maior dificuldade pra chegar onde pretendo chegar foi o preconceito com mulher no sertanejo. Em muitos locais onde bati na porta pedindo oportunidade para cantar, diversas vezes sentia que as pessoas não levavam tão a sério o trabalho, sem mesmo nunca nem ter me ouvido.


4. Como você se sente cantando ao lado de Jorge e Mateus, uma das maiores duplas sertanejas do nosso país?
Rafaela Miranda: Cantar com Jorge & Mateus é mais um sonho realizado. Agradeço demais por essas oportunidades e pela força que eles têm me dado.


5. Seu videoclipe tem um sucesso no Youtube e a música é linda, quando um novo clipe será lançado?
Rafaela Miranda: “Luz Apagada” tem tido uma repercussão bacana tanto na internet quanto nas rádios de todo o Brasil. O próximo trabalho audiovisual será o DVD, que tem lançamento previsto para o segundo semestre deste ano.


6. Qual a pessoa que mais te apoiou neste caminho? E qual a mensagem tem a dizer para ela?
Rafaela Miranda: Minha mãe. Tem outras pessoas que também me apoiaram bastante, mas ela é minha maior incentivadora, se mudou comigo para Goiânia. A mensagem que tenho para ela é de agradecimento: obrigada por estar comigo, ter investido nesse sonho. Obrigada por tudo e por estar ao meu lado sempre. Te amo e que Deus nos abençoe.


7. Aos que duvidaram, o que você diria para eles?
Rafaela Miranda: Diria para que não subestimem ninguém.



Recado: Muito obrigada a toda equipe do Portal Sou + Lagoa por esse espaço e pela oportunidade de contar um pouquinho mais da minha história para vocês! Grande beijo!





FONTE

http://soumaislagoa.com.br/sou-lagoa-entrevista-rafaela-miranda/

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Mariana Fagundes



Mariana Fagundes nasceu em Aparecida do Taboado, no Mato Grosso do Sul. Passou parte da sua infância e adolescência em Inocência, nesse mesmo Estado.



Vinda de família de músicos, ela recebeu influências do tio Vicente Dias, autor de músicas que fizeram sucesso na voz de cantores famosos como “Amor Perfeito”, Amado Batista e “Sonhei com você”, Milionário e José Rico. Desde muito cedo, Mariana Fagundes soltava a voz. Aos oito anos de idade já realizava shows e apresentações musicais em festas e arenas de rodeio da região em que morava.


Cantora e compositora, passou parte da sua trajetória musical em palcos de banda show como vocalista. Neste período, viajou por todo Brasil, potencializando sua bagagem cultural e musical, o que a incentivou a ter coragem para seguir carreira solo. Participou de vários programas em rede nacional, como o Programa da Eliana, no quadro "Tem um Cantor Sertanejo lá em Casa", Programa do Raul Gil no quadro "Mulheres que Brilham" e se apresentou com grandes nomes do cenário Sertanejo, subindo degrau por degrau em busca do seu sonho.



Mariana alcançou também grande ascensão ao participar do Programa "Hora do Faro" do apresentador Rodrigo Faro, onde contou toda a sua história de vida e superação após se recuperar completamente que 3 acidentes que quase tiraram sua vida.


Ficou conhecida no meio dos "boleiros" por figurar sua música Agora Chora no programa de esportes e entretenimento "Jogo Aberto", que conta a apresentação de Renata Fan e Denilson Show.


Participou do quadro "Boteco do Ratinho" no Programa do Ratinho onde fez dueto com o cantor Pablo do Arrocha e impressionou o apresentador ao interpretar a canção "I Will Always Love You" da cantora Whitney Houston, tema do filme "O Guarda-Costas"; relembrando assim seus tempos de Banda Baile.

Uma de suas músicas do seu primeiro álbum "Diamante" há pouco tempo foi gravada com a parceria do cantor Renato Teixeira em uma versão exclusiva para o YouTube, mostrando assim seu potencial em vários estilos musicais. A música tem como título "Vagalume".



Como consequência do seu talento, o lançamento “Tô Ficando Louca” ultrapassou 3 milhões de visualizações no YouTube e o single “Agora Chora”, do segundo CD, tem quase 2 milhões de visualizações.


Hoje com toda experiência, Mariana Fagundes lança seu quinto disco, que inclui os sucessos SÓ VOCÊ NÃO VÊ que em menos de 24h alcançou a marca de 4 milhões de acessos no YouTube, FLORES DE PLÁSTICO, MUDEI DE BAR, ETIQUETA e BARULHO DO VENTILADOR, VÁLVULA DE ESCAPE entre outros.


Seu primeiro DVD “Mariana Fagundes Ao Vivo em São Paulo” conta com a participação da dupla renomada Thaeme & Thiago, do cantor Léo Santana e da dupla Denis & Renan.


Em agosto de 2016 gravou seu sucesso É SÓ ME CHAMAR com a cantora Naiara Azevedo, dona do hit "50 reais", que hoje tem mais de 5 milhões de views, recentemente fez uma participação no clipe do cantor Xand de uma das bandas mais influentes do país, Aviões do Forró, gravando a mesma música É SÓ ME CHAMAR que será lançada em breve.


Dona de uma voz marcante com timbre forte, Mariana Fagundes possui agenda cheia de shows e viaja o Brasil todo com sua nova turnê.





fonte

http://marianafagundes.com.br/site/

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Novo álbum dos Tribalistas


Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown anunciam novo álbum dos Tribalistas e mostram quatro inéditas

Quinze anos após união para projeto, trio apresenta canções inéditas e divulga trabalho em rede social. Tribalistas estão de volta: Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown. Os Tribalistas estão mesmo de volta. Em 2016, alguns burburinhos davam indícios da retomada do projeto de Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown.

E nesta quinta-feira (10), o trio usou as redes sociais para divulgar quatro músicas inéditas: “Diáspora”, “Um só”, “Fora da memória” e “Aliança”. Elas farão parte do novo disco dos Tribalistas e ganharam clipes que mostram imagens dos artistas em estúdio.

Lyric Vídeo






Fonte

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

A Profética "Fico Assim Sem Você" - Claudinho e Buchecha


Ano de 2000, o compositor Abdullah passeia com a sua esposa e - em um momento de brincadeira - começa a criar declarações para a amada de maneira divertida. Entre elas "Você é a manteiga do meu pão" ou " Eu sem você sou que nem carro sem gasolina". No dia seguinte, inspirado pelo agradável momento romântico, compôs com o amigo Cacá Moraes a música "Fico Assim Sem Você", na qual prestou uma homenagem aos funkeiros Claudinho e Buchecha, qualificando a dupla como tão inseparável quanto "neném sem chupeta", "namoro sem beijinho" ou até mesmo "Romeu sem Julieta".

Ao concluir a divertida composição, Abdullah ligou para o amigo Buchecha para mostrar a novidade, este que por sua vez, obviamente, amou.

Essa novidade foi lançada dois anos depois, no CD "Vamos Dançar", o sexto e último disco da vitoriosa carreira da dupla, e estourou nas paradas de sucesso no mesmo ano em que o profético verso se realizou: "Buchecha sem Claudinho, sou eu assim sem você".

Claudio Rodrigues de Mattos, o Claudinho, faleceu em 13 de julho de 2002, vítima de um acidente de carro na Rodovia Presidente Dutra, deixando esposa e filha. A comoção nacional pela perda da carismática figura que participou ativamente da emancipação e emergência do funk tornou a música mais famosa e tocada sem cessar por bastante tempo. Fãs, artistas e jornalistas manifestaram lamento pela perda do rapaz jovem, bem intencionado e talentoso.

Em 2004, Adriana Calcanhotto regravou a música "Fico Assim Sem Você" no CD "Adriana Partimpim", que propunha trazer uma nova cara às músicas escutadas pelas crianças, usou recursos lúdicos e multi-instrumentistas, na linha de "qualquer coisa que se possa fazer barulho" e agradou muitíssimo à crítica e ao público - e não só o mirim. A música reemergiu e se imortalizou para mais uma geração. E, dessa vez, com uma nova voz, arranjo e - para os mais preconceituosos - acompanhado pelo nome de uma cantora de mais alto nível social que a dupla funkeira do Rio de Janeiro.
Há quem se emocione - eu, por exemplo - até hoje com o correr das linhas dos versos da poética, porém descompromissada letra.


Cantor e compositor Abdullah

Dupla de funkeiros cariocas Claudinho e Buchecha

Último CD da dupla, "Vamos Dançar"

Adriana Partimpim

Fico Assim Sem Você
Claudinho e BuchechaComposição: Abdullah / Caca Moraes

Avião sem asa,
Fogueira sem brasa,
Sou eu assim, sem você
Futebol sem bola,
Piu-piu sem Frajola,
Sou eu assim, sem você...

Por que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...

Amor sem beijinho,
Buchecha sem Claudinho,
Sou eu assim, sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem amasso,
Sou eu assim, sem você...

Tô louco prá te ver chegar
Tô louco prá te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração...

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver,
Mas o relógio tá de mal comigo...

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver,
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta,
Romeu sem Julieta,
Sou eu assim, sem você
Carro sem estrada,
Queijo sem goiabada,
Sou eu assim, sem você...

Você...

Por que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim...

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas prá poder te ver,
Mas o relógio tá de mal comigo...
Por quê? Por quê? (4x)

FONTE

http://musicasdahistoria.blogspot.com.br/2010/04/

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Luiza & Maurílio


A dupla Luiza e Maurílio, composta por uma mineira e um imperatrizense, surgiu em 2015 na cidade de Imperatriz do Maranhão. A dupla ganhou o gosto do público quando alcançou milhares de visualizações em vídeos tocando e cantando nas redes sociais. A partir daí eles começaram a fazer apresentações em boates e barzinhos na região, em grande parte no eixo Imperatriz, Araguaína e Marabá.


Em agosto do mesmo ano, a dupla se mudou para Goiânia e iniciou um projeto independente com 5 músicas, o que despertou o interesse de empresários. Em 2016, Luiza e Maurílio passaram a fazer parte do casting da Workshow, escritório renomado responsável em cuidar da carreira de artistas como Henrique & Juliano, Maiara & Maraisa, Marília Mendonça, Marcos & Fernando, Kleo Dibah & Rafael, Zé Neto & Cristiano, Hugo Del Vecchio, Junior Angelim, Filipe Labre, Paula Mattos, Wanessa Camargo entre outros.


Luiza e Maurílio ganharam o público e elogios de profissionais do mercado quando divulgaram dois vídeos no canal oficial do youtube das canções "Tô Bem" e "Mais Mulher Que a Sua". A dupla surpreendeu o Brasil por causa da voz diferente e marcante de Luiza que harmoniza e encanta com a segunda voz de Maurílio.


No dia 10 de janeiro de 2017, o primeiro DVD da carreira é gravado em Trindade-GO, no Recanto Cabriny. Com produção musical de Marcelo Rodriguez e a direção das imagens de Rafael Terra, da Terra Produções. 

O álbum intitulado de “Luiza e Maurílio Ao Vivo” compõe 17 faixas e até o momento duas músicas do DVD foram divulgadas no youtube: “Pra quê isso?” e “Atrás das Grades”. As novidades estão apenas começando e Luiza e Maurílio ainda vão ter muita história pra contar.


O maior escritório de representação artística do país, a Workshow, que tem no seu casting artistas como Henrique & Juliano, Marília Mendonça, Maiara & Maraísa, Kleo Dibah & Rafael, Zé Neto & Cristiano, Paula Mattos, Wanessa Camargo, entre outros, está de olho em 2017 com novas apostas para o mercado sertanejo.


Luiza & Maurílio, uma mineira de Belo Horizonte e um maranhense de Imperatriz, ficaram bastante conhecidos no ano de 2015 através das redes sociais com vídeos tocando e cantando em bares de Imperatriz no Maranhão.


Contratados no primeiro semestre de 2016, desde então, a dupla desenvolve junto com seu novo escritório o projeto de lançamento nacional e acabam de lançar sua nova música “Mais Mulher Que a Sua”. Além disso, já preparam o lançamento de um DVD, em formato Pocket Show que será gravado no primeiro semestre de 2017, provavelmente em Goiânia – GO.


“Mais Mulher Que a Sua” é uma composição de um time de 08 compositores, são eles Vanessinha PG, Débora Victoria, Bruno Mandioca, Fabrício de Menezes, Junior Magalhães, Helena Carminatti, Henrique Oliver e Léo Pommont.

Para quem curte sertanejo, vale a pena ficar de olho e conhecer mais esse lançamento que deverá conquistar espaço em 2017

Letra:

Mais mulher que a sua – Luiza & Maurílio


Já chega!
Tô tomando raiva do amor por causa disso
Reconheço que eu devia ter sido mais difícil
Tô errada, mas não merecia isso

Passei por cima de princípios por você
Eu aceitei as suas condições com medo de perder
E como é que depois dessa briga à toa
Você vem jogar na minha cara e me dizer

Que eu não passo da outra
Que você não me ama
Que eu não sou boa o bastante
Que só te sirvo na cama

E de hoje em diante
A vida continua
Não me chame de amante
Sou mais mulher que a sua

FONTE

https://viawebradio.com.br/noticias/luiza-e-maurilio-nova-aposta-da-workshow-para-2017/

https://www.palcomp3.com/luizaemaurilio/info.htm