sábado, 11 de junho de 2016

Historia de um amor


Historia de um amor”, bolero composto em 1955, pelo panamenho Carlos Eleta Almaran (Dartañan), inspirado no sofrimento de seu irmão Fernando que perdera a esposa, Dartañan escreveu a canção em homenagem a cunhada. O bolero logo alcançou grande sucesso e fez parte da trilha sonora de um filme mexicano de mesmo nome de 1956, estrelado por Libertad Lamarque e Emilio Tuero. Carlos Eleta faleceu em janeiro de 2013, aos 94 anos.

Historia de un amor,
Carlos Eleta Almaran (Dartañan)

A canção Historia de um amor foi interpretada por artistas, como Lucho Gatica, Julio Iglesias, Nana Mouskouri, Pérez Prado, Luis Miguel...Nesta postagem vou destacar a interpretação do Grupo French latino, do cantor Altemar Dutra, da Dupla Leandro & Leonardo; da cantora Nana Mouskouri, da cantora Cesária Évora

French latino


O Grupo “French latino”, criado por Jean-Paul em 2009, em “Guarda la esperanza”, um dos seus álbuns mais notáveis traz entre as 12 canções selecionadas por sua esposa Encarna Gutierrez Bautista, o bolero “Historia de um amor”, muito bem interpretado por Jean-Paul (“El padrino”), sua filha Michelle; e excelentes musicistas.
Historia de un amor
Ya no estas mas a mi lado, corazon 
En el alma solo tengo soledad 
Y si ya no puedo verte 
Porque Dios me hizo quererte 
Para hacerme sufrir más.

Siempre fuiste la razon de mi existir 
Adorarte para mi fue religion 
Y en tus besos yo encontraba 
El calor que me brindaba 
El amor, y la pasion.

Es la historia de un amor 
Como no hay otro igual 
Que me hizo comprender 
Todo el bien, todo el mal.

Que le dio luz a mi vida 
Apagandola despues 
Ay que vida tan obscura 
Sin tu amor no vivire.

Siempre fuiste la razon de mi existir 
Adorarte para mi fue religion 
Y en tus besos yo encontraba 
El calor que me brindaba 
El amor, y la pasion.

Mon histoire c'est l'histoire d'un amour 
Ma complainte c'est la plainte de deux cœurs 
Un roman comme tant d'autres 
Qui pourrait etre le votre 
Gens d'ici ou bien d'ailleurs

C'est la flamme qui enflamme sans bruler 
C'est le reve que l'on reve sans dormir 
Comme un arbre qui se dresse 
Plein de force et de tendresse 
Vers le jour qui va venir

Es la historia de un amor 
Como no hay otro igual 
Que me hizo comprender 
Todo el bien, todo el mal.

Que le dio luz a mi vida 
Apagandola despues 
Ay que vida tan obscura 
Sin tu amor no vivire.

Mon histoire c'est l'histoire qu'on connait 
Ceux qui s'aiment jouent la même je le sais 
Et tragique ou bien profonde 
C'est la seule chanson du monde 
Qui ne finira jamais.

Mon histoire c'est l'histoire d'un amour

História de um amor 
Já não está mais ao meu lado coração Na alma apenas tenho solidão E se já no posso te ver Por que Deus me fez ter querer Para me fazer sofrer mais Sempre foi a razão do meu existir Adorar-te para mim foi religião E em teus beijos eu encontrava O calor que eu brindava Ao amor e a paixão É a história de um amor Como não há outra igual Que me fez compreender Todo o bem e todo o mal Que deu luz a minha vida Apagando a depois Ai, que vida tão obscura Sem teu amor não viverei É a história de um amor

Altemar Dutra

Conhecido como o "rei do bolero" no Brasil, Altemar Dutra de Oliveira (Aimorés/MG, 6 de outubro de 1940 — Nova Iorque, 9 de novembro de 1983) fez grande sucesso em toda a América Latina, interpretando obras como "Sentimental Demais", "O Trovador", "Brigas" e "Que Queres Tu de Mim", boa parte das canções de autoria da dupla Evaldo Gouveia e Jair Amorim. 

Altemar Dutra - Historia de um amor (entre outras)

Leandro & Leonardo

A dupla Leandro e Leonardo, formada pelos irmãos e ex-plantadores de tomate, Luís José da Costa, o Leandro, e Emival Eterno Costa, o Leonardo, de Goianápolis (GO), formaram nos anos 80 uma das maiores e mais apaixonadas fãs da história da música sertaneja brasileira. Leandro e Leonardo tiveram vários hits na lista dos grandes sucessos da indústria fonográfica e venderam juntos mais de 25 milhões de discos.

História de um Amor,
by Leandro & Leonardo
Já não estás mais ao meu lado coração
E minha alma está cansada de chorar
Sei que já não posso ver-te
Por que Deus me fez querer-te
Me fazendo sofrer mais

Sempre fostes a razão do meu viver
Adorar-te foi a minha religião
Em teus beijos encontrei
O calor que era um brinde
Ao amor e a paixão

Esta é a história de um amor
Que aumentou o meu sofrer
E me fez compreender
Todo o mal de querer
Tu me deste luz e vida
Destruindo-me depois,
oh que vida amargurada
Vivo só sem teu calor

Sempre foste a razão do meu viver
Adorar-te foi a minha religião
Em teus beijos encontrei
O calor que era um brinde
Ao amor e a paixão

Nana Mouskouri

Nάνα Μούσχουρη, cantora, ativista política e pacifista grega. Foi deputada da Grécia no Parlamento Europeu, de 1994 a 1999, através do Nova Democracia, o principal partido político de centro-direita de seu país. Famosa e consagrada no mundo todo, Nana tornou-se uma das cantoras com maior número de vendas em toda a história da música, com mais de 350 milhões de cópias vendidas.

Conhecedora de várias línguas, Nana gravou mais de 1500 canções em mais de 15 idiomas, incluindo grego,francês, inglês, alemão, neerlandês (holandês), italiano, espanhol, português, hebraico, galês, mandarim (chinês), japonês, corso e turco. Em dueto com o cantor e compositor Martinho da Vila, Nana gravou a canção Canta, Canta, Minha Gente, um dos grandes sucessos do músico brasileiro, que ela também já havia interpretado em outros idiomas.

Nana Mouskouri - Historia de um amor.

Cesária Évora

Cesária Évora (Mindelo, 27 de agosto de 1941 — Mindelo, 17 de dezembro de 2011) foi a cantora de maior reconhecimento internacional de toda a história da música popular cabo-verdiana. Aos 16 anos, Cesária começou a cantar em bares e hotéis e, com a ajuda de alguns músicos locais, ganhou maior notoriedade em Cabo Verde, sendo proclamada a "Rainha da Morna" pelos fãs. 

Cesária Évora - bolero "História de um Amor".

Nenhum comentário: