sábado, 6 de dezembro de 2008

Jerry Adriani


Jerry Adriani, nome artístico de Jair Alves de Sousa, é um cantor e ator brasileiro. Iniciou a sua carreira na TV Tupi de São Paulo como vocalista do conjunto 'Os Rebeldes'.

Jair Alves de Sousa, nasceu em 29/11/1947 na cidade de São Paulo/SP. Cantor e compositor. Filho de operários, aos quatro anos de idade aprendeu algumas canções italianas com a avó materna e dos sete aos nove anos estudou acordeom.

TERRA NOSTRA: Jerry Adriani-Santa Lucia Luntana

Em 1959, Jerry Adriani iniciou o aprendizado de canto, freqüentando durante quatro anos os conservatórios de Santo André/SP e São Caetano/SP. Nessa época participou do coral da Associação Cultural e Artística de São Caetano. Sua estréia no rádio, ainda como amador, foi no programa Galera do Nelson, da Rádio Nacional de São Paulo. Em seguida, usando o pseudônimo de Jerry, atuou no programa Ritmos para a Juventude, de Antônio Aguilar.


De 1962 a 1964 foi crooner do conjunto Os Rebeldes, interpretando um repertório de baladas italianas, rocks e canções românticas. Como integrante desse conjunto, iniciou sua carreira na TV Tupi, de São Paulo, e, contratado pela CBS, em 1964 gravou seu primeiro LP, Italianíssimo. Nessa ocasião adotou o nome artístico de Jerry Adriani, estreando também como autor em 1965 com Só a saudade, que gravou em disco da CBS.

A partir de 1964 passou a atuar em rádio e televisão, principalmente na TV Record. Atuou ainda como apresentador nos programas Excelsior a Go-Go (TV Excelsior), Bonzinhos até certo ponto (TV Tupi) e Globo de Ouro (TV Globo). Realizou shows em todo o país e empreendeu viagens ao exterior, exibindo-se na televisão mexicana e em Caracas, Venezuela, em 1972. No ano seguinte, apresentou-se nos E.U.A e no Canadá, participando ainda do festival de Ancón, em Lima, Peru, em 1974.

Estreou no cinema como ator em Essa gatinha é minha (produção de Herbert Richers e Jece Valadão, 1966), atuando como produtor associado e astro principal dos filmes Jerry, a grande parada e Em busca do tesouro, de 1967, ambos dirigidos por Carlos Alberto de Sousa Barros.

De 1964 a 1974 gravou cerca de um LP por ano na CBS, totalizando quase 200 canções, entre as quais Querida (Don`t let them Move, de Garret e Howard, versão de Rossini Pinto) e Um Grande amor (I knew right aeay, de Cogan e Foster, versão de Romeu Nunes, de 1965; Ninguém poderá julgar-me (Nesuno mi puoi giudicare, de Panzeri, versão de Nazareno de Brito), do LP Devo tudo a você, de 1966; Quem não quer (Black is Black, de Hayes e Grainger, versão de Rossini Pinto), do LP Vivendo sem você, de 1967; Deve existir por aí (Getúlio Cortes), do LP Esperando você, de 1968; e Doce, doce amor (Raul Seixas e Mauro Mota), do LP Pensa em mim, de 1972.


Você Sabia?
*De 1962 a 1964 foi crooner do conjunto Os Rebeldes, interpretando um repertório de baladas italianas, rocks e canções românticas

*Jerry Adriani apresentou o programa "Excelsior a Go Go" (1965), pela TV Excelsior de São Paulo em parceria com o comunicador Luiz Aguiar e tinha em seu set nomes como: OS VIPS, OS INCRIVEIS, PRINI LOREZ, CIDINHA SANTOS.

*Jerry comandou, entre 1967 e 68, na TV Tupi, 'A Grande Parada' (junto com Neyde Aparecida, Zélia Hoffmann, Betty Faria e Marilia Pera). Era um musical ao vivo que apresentava os grandes nomes da MPB.

*No final dos anos 60, Jerry Adriani ganhou o título de Cidadão Carioca com o projeto do deputado Índio do Brasil.

*JERRY ADRIANI foi o responsável pela vinda de Raul Seixas para o Rio de Janeiro, de quem se tornou grande amigo ainda em Salvador. "Raulzito e os Panteras", como eram conhecidos, formavam a banda de apoio que tocou com JERRY ADRIANI durante 3 anos.

*Raul Seixas foi produtor de JERRY ADRIANI, entre 1969 e 1971, até iniciar sua carreira solo.

*O cantor Jerry Adriani gravou discos e fez shows que tiveram grande sucesso em países como Venezuela, Peru, Estados Unidos, México, Canadá e outros.

*O cantor Jerry Adriani foi convidado para interpretar "Impossível acreditar que perdi você", composição de Márcio Greick para o projeto de "Sucessos dos anos 70", lançamento Polygram.


*Jerry participou em 1998 da gravação de "Mil Faces" um dos temas principais do programa infantil "Vila Esperança, da Tv Record.


*Fã de Elvis Presley, Jerry Adriani gravou disco em homenagem ao ídolo em 1990. O disco trazia de volta as origens do Rock in Roll, com o tema "Elvis Vive", um tributo a Elvis, sendo este o 24º disco da sua carreira.


*Jerry gravou a música "O Cavaleiro das Estrelas", uma composição sua em homenagem a Raul Seixas, pois além de começarem a carreira juntos eram amigos, inclusive, Jerry é padrinho da primeira filha de Raul.

*Jerry Adriani viveu muitas experiências curiosas. Uma vez, na Bahia, fizeram um palco numa espécie de ilha, longe do público, para tentar evitar o assédio das mulheres, mas não adiantou nada, elas caíram na água e vieram nadando.

*Natural de Brás, São Paulo, "Jair Alves de Souza", adotou o nome artístico de "Jerry Adriani", em 1964, quando gravou 'Italianíssimo', seu primeiro LP, com repertório em italiano).

*A canção "Santa Luccia Luntana", interpretada por JERRY ADRIANI, foi uma das mais executadas na trilha sonora da novela Terra Nostra. (Música incluída como bonus track no cd Forza Sempre).

*Em 1994, a convite de Cecil Thiré, participou da novela 74.5 uma onda no ar, produzida pela TV PLUS e exibida pela Rede Manchete, exibida também em Portugal com grande sucesso .


*No ano de 2000/2001 JERRY ADRIANI gravou "Tudo Me Lembra Você", mesmo titulo da música de trabalho que também fez parte da trilha sonora da novela "Roda da Vida", exibida pela Rede Record.



*Em 2006, Jerry Adriani participou da trilha sonora da novela "CIDADÃO BRASILEIRO", da Rede Record, uma releitura atualizada da música 'JAILHOUSE ROCK', conhecida mundialmente na inconfundível voz de ELVIS PRESLEY.



FONTE

Nenhum comentário: