domingo, 11 de dezembro de 2011

Beto Scala


Nascido no Rio de Janeiro, irmão do Trio Ternura, grande nome da MPB (Samba e samba Rock), cantor, compositor e músico, Beto Scala participou do Festival da Globo com a música A Volta do Ponteiro, composição sua em parceria com São Beto.

A música A volta do ponteiro, de Beto Scala e São Beto foi regravada pelos Originais do Samba em 1972 no álbum O Samba é a Corda... os Originais a Caçamba.


Em 1973, os Originais do Samba gravaram a música Carnaval, de Reginaldo Santos, Beto Scala e São Beto, no álbum É Preciso Cantar.

Beto Scala participou do Festival Shell. Alguns de seus sucessos são: Não Bota no Meu, Bleck is Bleck, A Noite da Despedida.

Revista Pop Janeiro/1971 - Editora Abril
Seu Novo Trabalho "PAZ NO FUTEBOL", traz as Canções: Samba Futebol e Paz; Tô Preparado; País dos Carnavais; Vai Faltar um Samba; Tem Pena...

Cantor e compositor de vários sucessos gravados por Alcione, Jair Rodrigues, Angela Maria, Franco (considerado o rei do samba-rock), Trio Ternura, e tantos outros. Com Antonio Carlos de Paula (advogado/poeta/compositor/produtor musical), parceiro mais constante, Beto Scala gravou, entre outras, SAMBA FUTEBOL E PAZ, considerada pela equipe de esportes da RÁDIO GLOBO AM, o Hino das Torcidas.

Em 1973, Jair Rodrigues gravou a música Certeza, de Beto Scala e São Beto, em seu álbum Orgulho de um Sambista.

JAIR RODRIGUES - "Certeza" (Beto Scala & São Beto) 1973

JAIR RODRIGUES - ORGULHO DE UM SAMBISTA - PHILIPS - 1973

Música - "Certeza" (Beto Scala & São Beto)
Eu quero mais é voltar aos meus dias passados,
Deixar a tristeza de lado,
Fingir que chegou o carnaval,
Eu quero mais é a moça bonita que passa,
E meu povo sambando na praça,
Esquecidos do bem e do mal,
E no balanço, as horas da noite e do dia,
Homenagear a folia,
Cadência de um samba rasgado,
Eu quero um verso calcado nas rimas antigas,
Formando uma alegre cantiga,
Forçando a moçada pular.

Mas, só não quero,
Que a vida se acabe em tristeza,
Pois quero morrer na certeza,
Do meu samba continuar.

Em 1974, Jair Rodrigues interpretou em seu álbem Jair Rodrigues Dez ASnos Depois a música Depois do Carnaval de Beto Scala e São Beto. Os Originais do Sambra gravaram a música Quem me dera, de Beto Scala e São Beto no álbum Pra que Tristeza.

Em 1975, Angela Maria interpretou em seu álbum homonimo as músicas A Noite e a Despedida de J. Ribamar e Beto Scala e A Qualquer Jura de Beto Scala e São Beto. Em 1975, Jair Rodrigues gravou a música Pula, pula amarelinha, de Beto Scala, São Beto, em seu álbum Eu Sou o Samba. Ainda em 1975 os Originais do Samba gravaram a música De álcool ou poesia, de Beto Scala e São Beto, no álbum Alegria de Sambar.

Em 1976, Alcione interpretou em seu álbum Morte de um Poeta a música Traje de Princesa, de Beto Scala e São Beto. Ainda em 1976 no álbum Minha Hora e Vez Jair Rodrigues gravou as músicas Minha Hora E Vez de Beto Scala e Di Galvão e Qualquer Hora é Hora de Beto Scala e São Beto. Em 1977, Jair Rodrigues interpretou no álbum Estou com o Samba e não Abro! a música Retalhos da Glória de Beto Scala e São Beto.

Tem Que Ser Agora - Beto Scala

Em 1978 Jair Rodrigues gravou a música É, pois é!, de Beto Scala, São Beto, em seu álbum Pisei Chão.

Em 1987, Jair Rodrigues gravou as músicas Filha da filha da Chiquita Bacana (Alô alô) e Canto livre, de Beto Scala, Antônio Carlos de Paula, em seu álbum homonimo.
Trio Ternura e Beto Scala em Brazópolis. Show no Clube Wenceslau em 17/01/1976 - Maria Tereza, Dirceu Rosa, Toninho Vizoto, Vicente Mendes, Beto Scala e as meninas do Trio Ternura

Beto Scala - Tô Preparado SHOW IBIRAPUERA/SP
Ache outros vídeos como este em Clube Caiubi de Compositores

Nenhum comentário: