quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Monique Kessous



Monique Kessous - Frio - Video clipe oficial


Monique Kessous (Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 1984) é uma cantora, compositora e multi-instrumentista brasileira.

Monique cresceu numa família muito musical. Seu pai sempre gostou de tocar violão, sua mãe tocava piano e sempre cantarolava melodias em casa. A sua brincadeira preferida era ficar ao lado do meu pai cantando e ouvindo ele tocar violão… ela, sua mãe e seu irmão Denny, que hoje é músico da banda da Monique e seu parceiro em várias músicas.

Aos 9 anos Monique participou de um festival de música da sua escola e a professora de música lhe chamou para fazer o solo à frente do coral de toda a sua classe. Ela disse que Monique era muito afinada e a colocou lá na frente… Ela fui, sem saber o que iria acontecer. Sabia que gostava muito de música, mas não sabia que podia cantar...

"Tinha um piano lindo, um menino da minha classe tocando violino…era uma música muito bonita chamada Exodus. Comecei a cantar e me surpreendi com a força que vinha de dentro de mim e que fazia muito sentido quando saía. Foi uma emoção tão grande e uma sensação tão impactante que naquele dia eu decidi que seria cantora. Me lembro de dizer isso pra minha mãe assim que acabou a apresentação", relembra Monique.

Com todo o seu interesse, foi buscando estar perto da música e as coisas foram acontecendo aos poucos e sempre… fez aulas de canto, aprendeu a tocar violão com seu irmão, começou a compor, estudou piano, harmonia funcional, percepção musical, se interessou por outros instrumentos: cajon, acordeon, baixo…e continua aprendendo muito sempre e tentando aprimorar cada vez mais o que faz.

Em 2004, bem antes de Monique gravar seu cd, el estava começando a mostrar Seu trabalho pro Roberto Menescal, um dos donos da gravadora Albatroz. Ela ia lá conversar com ele, mostrar algumas músicas minhas e inclusive foi nessa época que ele fez a música "Comunique-se" pra ela, que mais tarde Monique colocou letra e foi pro seu disco.



A gravadora estava com o projeto “Beatles in bossa nova” e o Menescal convidou Monique para gravar a voz. "Uma das características de lá, é que eles fazem releituras de vários artistas e estilos em ritmos de bossa nova. É um trabalho super interessante [...] Apesar de a ideia não ter sido minha, foi super bacana ter participado do projeto, porque além de eu gostar muito de bossa nova, João Gilberto e tal, eu cresci ouvindo Beatles, sempre gostei muito da banda e neste momento, eu pude me aproximar mais ainda do trabalho deles que já era bem familiar pra mim. Bossa nova e Bealtes são grandes influências no meu trabalho", conta Monique.

Uma de suas interpretações, a música "Pitangueira", está no CD da trilha sonora da novela Paraíso da TV Globo

Tem um CD lançado pela Som Livre, Com essa cor. A Música "Com essa Cor", compos a trilha sonora da novela 'Ciranda de Pedras'.

Monique Kessous demorou em torno de dois anos para gravar seu disco Com Essa Cor, lançado em 2008.



Quando as ideias para o segundo disco começavam a ganhar forma, no fim de 2009, o produtor Rodrigo Vidal mostrou algumas demos com a voz da moça para a gravadora Sony Music. Enquanto o disco era feito, o contrato com a empresa era assinado. Monique se tornou uma artista agenciada pela gravadora, através da empresa Day 1, que por aqui agencia as cantoras Maria Gadú, Ana Cañas, a dupla Victor e Leo, entre outros.

Desta vez, foram apenas dois meses para registrar o novo CD, auto-intitulado, seu primeiro pela Sony Music. Ela explica como se deu essa redução de tempo na realização. "- Estou mais segura agora. Várias das vozes que ficaram foram as primeiras que gravei. Tem mais emoção, encarei esse álbum como se fosse uma estreia".

Monique Kessous, o CD, conta com participações de músicos experientes como Davi Moraes, Cesinha e Paulinho Moska, entre outros.



"- Trabalhei com profissionais com os quais sempre quis gravar, e em um estúdio melhor. Acho que foi isso o que me levou de colocar o meu nome como título do CD, pois é um disco que me representa de fato."

Em termos musicais, Monique avalia que seu novo disco tem vários sotaques musicais diferentes e fala de temas como o amor e o tempo.

Além das composições próprias, a cantora também releu duas músicas alheias, Sonhos (de Peninha) e Bloco do Prazer (de Moraes Moreira e sucesso na voz de Gal Costa).



Uma bela voz de contralto, afinada, segura. Nada de agudos desnecessários nem gritinhos enjoativos. Esse é o grande trunfo de "Monique Kessous", o segundo disco da moça, lançado recentemente. As 12 faixas do álbum não cansam os ouvidos. São agradáveis e ótimas para se ouvir em casa, num dia chuvoso, ou na estrada, numa viagem com pegada romântica.



Uma briga de namorados ao telefone, ela desliga e, chorando, escreve versos como "Corro para os braços que me largam/ Na tristeza de sentir tanta solidão".

A história soa como um clichê das relações amorosas, com sua atmosfera Maysa, Dalva de Oliveira. Mas - o que são os clichês, afinal, senão a redução ao mínimo de algo essencialmente verdadeiro? - a cena é a descrição da origem de "Calma aí", faixa do CD (Sony) que a cantora e compositora Monique Kessous lança hoje em show na Modern Sound.

O episódio revela o romantismo sem pudor da artista, um dado de originalidade num momento em que muitas cantoras de MPB assumem um ar ora cool, ora blasé, ora ambos. Um romantismo doce, beirando a inocência, que atravessa o álbum, o segundo da intérprete de 26 anos.

"A maioria das minhas músicas é confessional" - diz Monique. - "É uma abordagem que, realmente, não é recorrente na minha geração. Mas não penso nisso. Só quero cantar músicas que me toquem profundamente. Tem que ser algo verdadeiro. Há certo romantismo antigo, sim. O que não quer dizer que eu não tenha malandragem".



FONTE
Wikipédia

Café nas Letras

Um comentário:

Nah disse...

Muito legal, conheci o trabalho dessa cantora recentemente, e logo que ouvi gostei muito. Ela tem um estilo bem marcante, uma voz encantadora e as músicas tem letras e melodias envolventes. Já me tornei fã e sempre ouço os cds, é incrível o talento de Monique Kessous!